GGN Covid: África e América do Norte puxam novos casos

Em relação aos óbitos, houve um pequeno equilíbrio - beneficiado pela ausência de dados do Brasil. Mas, mais uma vez, o aumento foi puxado pela América do Norte: 3.796 óbitos de crescimento.

Confira o primeiro gráfico.

Ele mostra o aumento de casos em 14 dias: 47.993.

Desse total, a América do Norte respondeu por 40.700 e a África por 24.404. Os demais continentes puxaram o total para baixo. Há uma ressalva para a América Latina, já que a brilhante direção do Ministério da Saúde não conseguiu enviar os dados para serem computados.

Em relação aos óbitos, houve um pequeno equilíbrio – beneficiado pela ausência de dados do Brasil. Mas, mais uma vez, o aumento foi puxado pela América do Norte: 3.796 óbitos de crescimento.

Na comparação entre os 4 grandes países da América do Norte, percebe-se a desproporção dos casos nos Estados Unidos.

Relatório de casos mundiais

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ze sergio/sorocabanoburaco

- 2021-12-14 10:42:49

Para salvar o discurso, depois de mais de 2 anos, estão enviando as sobras das Vacinas rejeitadas, que estão abarrotando galpões e armazéns dos países ricos, devido à tamanha rejeição destes Povos quanto à farsa imposta. Antes não tinha 'Gripezinha de Inverno' no Continente Africano, que não tinha dinheiro para comprá-las. Agora não precisam salvar os Africanos. Precisam salvar sua Narrativa.

ze sergio/sorocabanoburaco

- 2021-12-14 10:27:28

Lembraram da África. Aliás, África uma ova !! Continente Africano. A África do Sul está mais distante do Egito que da Rússia. África que não é lembrada e ainda menosprezada nos seus milhões e milhões de mortes anuais de Febre Amarela, Malária, Leschmaniose ou Diarréia. Pesquisar e fazer para Remédios para 'aquela gente"? Mas só tem Negros e Pobres !!! Os mesmos que tentam destruir 'nosso paraíso', nos invadindo pelo mar !! Os mesmos que deixamos morrerem afogados aos milhares a 500 metros de nossa praias?! De vez em quando inventamos uma Campanha Solidária para encher Nosso Cofres de Nossas ONG's, aliás as mesmas que estão bilionárias salvando leões, girafas, elefantes, 'tamanduás-bandeiras e onças' na Nossa África !!! Agora lembramos da África, depois de 2 anos da fantasia de Gripezinha de Inverno? É para salvar Africanos ou salvar os Faturamentos Trilionários dos Laboratórios NorteAmericanos e Europeus e nosso Discurso Apocalíptico? Basta pensar. Pobre Continente rico. Mas de muito fácil explicação.

Roberto São Paulo-SP 2010

- 2021-12-14 10:15:49

A atual pandemia está revelando mais uma das contradições do capitalismo. A perversidade na distribuição de renda no mundo e o processo de seleção natural. Com pouco acesso aos modernos recursos da saúde a população que sobrevive nos países pobres precisam ter um sistema imunológico mais resistente, pois não tem acesso ao sistema de saúde e também não tem acesso a alimentos que fortalecem o sistema imunológico. Nos países pobres, onde se destacam os países África, a população acima de 65 anos é bem menor, além disso a mortalidade infantil é bem maior que nos países desenvolvidos. Apenas os mais capacitados sobrevivem nestas condições. A atual pandemia está revelando mais uma das contradições do capitalismo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador