UERJ pode se tornar primeira grande universidade fechada pelo PMDB, por Jean Wyllys

 
 
Por Jean Wyllys, via Facebook
 
 
A Universidade do Estado do Rio de Janeiro, uma das maiores e mais conceituadas do país, corre sério risco de não reabrir as portas nesse ano. É isso que diz a carta aberta do Conselho Universitário, divulgada esta semana, endereçada ao governador Luiz Fernando Pezão. Segundo a universidade, faltam condições básicas de manutenção das atividades e os salários de novembro, dezembro e o décimo terceiro dos funcionários não foram pagos.

 
Quero dizer o quanto considero absurda essa precarização, principalmente pelo fato de se tratar de uma instituição de excelência, com vários dos melhores quadros de professores e alunos do país, capaz de formar profissionais de alto nível nas mais variadas áreas. A UERJ tem uma longa tradição na formação de profissionais de alto nível, algo que é essencial para idealização de um futuro melhor para o conjunto da população.
 
A crise pela qual passa o estado do Rio é vergonhosa. Ela deve ser colocada na conta do conluio entre políticos e empresários corruptos para obter vantagens individuais através do mal funcionamento do governo. É sintomático que nesse momento estejam presos, além de Sérgio Cabral, que tinha na sua casa uma privada polonesa, empresários do porte de Marcelo Odebrecht. Juntos, esses indivíduos levaram à ruína as contas públicas, enquanto ostentavam um estilo de vida similar ao de sheiks árabes.
 
É preciso esclarecer também que o estado do Rio atravessa uma crise sem precedente apenas meses depois da Olimpíada e da Copa do Mundo, quando o padrão de serviço apresentado às entidades internacionais na cidade parecia de primeiro mundo. 
 
Nós devemos resistir a essa ameaça de fechamento. O encerramento das atividades nesse verdadeiro pólo de resistência e formação do pensamento crítico somente completaria o projeto nacional do PMDB. É de interesse cabal das lideranças dessa sigla [Eduardo Cunha; Sérgio Cabral; Renan Calheiros; Michel Temer; Eduardo Paes; Jorge Picciani etc] que a UERJ não volte a funcionar. A população deve tomar pra si o interesse de manter o funcionamento da sua melhor educação pública de ensino superior.
 

21 comentários

  1. É o TROCO!

    Na internet e na mídia PIGUISTA, cansamos de constatar inúmeros professores universitários (p.u.) contra o governo de esquerda e principalmente contra a Dilma, pedindo o seu impeachment ( não sei se é assim que se escreve ) !  Pois bem, conseguiram e agora começa a se pagar o preço o qual chamo aqui de “TROCO”! Muitos P.U. de esquerda que não participaram também pagarão e, nesta situação, sinto muito mesmo, porém, àqueles que foram ativos na derrubada do governo democrático devo dizer que tenho até certa satisfação ( se é que pode se dizer isto com o fechamento de escolas ) se acontecer o fechamento da universidade. Muitos alunos e até os menos aquinhoados pagarão um preço alto pelo golpe e, de maneira gral, todos pagaremos. O Lula construiu, se não me engano, 13 universidades! O GOVERNO NEO LIBERAL FECHARÁ/PRIVATIZARÁ QUANTAS? Bom dia pessoal!

    • Nao fala besteira! A Uerj resistiu ao golpe!

      Tá falando besteira de pura inveja. Professores universitários, em geral, nao só os da Uerj, estao entre os que mais resistem e resistiram ao golpe. Na Uerj, no ano passado, fizemos 6 meses de greve. E vc vem falar abobrinha sobre algo de que nao sabe nada. Passa fora!

      • Não generalizei! Leia com

        Não generalizei! Leia com mais atenção! Voce deve ser P.U. , espero que não tenha participado das manifestações golpistas. Um abraço!

        • Nao sei o que é P.U, talvez vc seja isso

          Qualquer um que tenha algum tempo neste site sabe onde me enquadro ideologicamente, sou cadastrada, basta ver minha página. Já vc é nao cadastrado, deve ser troll. Passe bem.

      • Infelizmente ele tem razão

        Não sei na UERJ, mas em muitas universidades públicas que tenho contato, o ódio ao PT extrapolava todos os limites da sanidade e inteligência. Tive várias discussões, algumas de cortas as amizades, com professores e alunos de pós-graduação e graduação. Chamavam Lula e Dilma de ladrões e incompetentes. Não dá para negar que os beneficiados com vagas, bolsas e concursos incompreensivelmente achavam que o que conseguiram foi apenas por mérito próprio e não por políticas públicas do PT. 

        • Nao tem nao. Pertenço a duas universidades, sei do que falo

          Pessoas individuais claro que há, em todas as profissoes. Reacionários há em todas as esferas, veja o “ex-aluno” do outro comentário. Mas, como grupo, nao tem razao nao.

          • Não

            Departamentos inteiros. Grande parte!. Sou da Ciências Agrárias, uma área naturalmente reacionária. Mal comprimento alguns professores depois das nossas discussões! Recebo whatsapp frequentes com mensagens escrotas sobre Lula, Dilma e o PT. A área de Humanas, principalmente os cursos de educação são mais progressistas. Mas minha esposa diz que não suporta o número de professoras e alunos reaças, mesmo numa área onde a maioria dos alunos são de baixa renda! 

      • Seis meses de greve para
        Seis meses de greve para NADA! Os professores da UERJ estão jogando no lixo seus diplomas, acabando com o calendário e a motivação dos alunos que querem estudar (os que nao querem montam acampamento na entrada e ferem o direito à educação determinado pelo ECA) e corroendo o futuro dos jovens com greve insanas e inúteis.

  2. E não é so isso.
    Pezao
    E não é so isso.
    Pezao ofereceu a Meirelles como contrapartida a negociação da dívida a redução dos salários dos servidores. Salários que já são na média baixos. Nem Meirelles esperava tanto. que os outros Estados se preparem. O acordo no Rio será modelo para os que serão celebrados com os próximos Estados a quebrar. A fila vai andar.

  3. Mas na telinha da Globo ta
    Mas na telinha da Globo ta tudo muito maravilhoso com os preços dos alimentos caindo pra cima

  4. Prezados editores GGN,
     
    Como

    Prezados editores GGN,

     

    Como diz a canção do Caetono Veloso, “Podres Poderes”, temos que escolher entre o inseto ou o inseticida. Como habitante do RJ, estamos em estado de penúria, ou se pagam os servidores, ou se mantém a Uerj.. as escolhas são essas.. pena que em 2014 a presidenta DR tenha afrouxado a lei de responsabilidade fiscal dos estados.

  5. Aliados

    Obrigado Dilma e Lula por apoairem o Cabral e o Pezão. É muita competência para escolher os “aliados”.

  6. Apoio ao golpe

    Por incrivel que pareça muitos doutores de universidades públicas de todo o Brasil foram bater panelas.

    É compreencível um cidadão com pouca instrução ser manipulado pelo PIG, em especial pela Globo mas, um doutor com acesso a informações do mundo todo e comm plena condição de análise, ah! não dá né?

    • Eu trabalho em uma

      Eu trabalho em uma universidade federal, num departamento acadêmico com quase 2 dezenas de docentes. Todos com doutorado. Nos últimos anos alguns deles foram fazer pós-doutorado pelo Ciência sem Fronteiras.

      Posso afirmar que em matéria de conhecimento de sociedade, organização do poder público, política etc, são notórios analfabetos.

      São doutores apenas no assunto de suas especialidades. Algumas raríssimas excessões, independentemente do matiz ideológico do douto professor.

      Vergonhoso.

      • Estranho esse ataque coordenado aos professores universitários

        Feito sobretudo por nao cadastrados… Será exatamente porque um dos poucos setores sociais que está resistindo ao golpe é o das universidades?

        • apoio ao golpe

          Não estou atacando professores das universidades, ate porque sou porfessor doutror de universidade pública. O que me doi foi ver colegas Doutores se conportando como verdadeiro idiotas apoiando esse golpe. Não sei na UERJ mas, na minha universidade foi a maioria.

  7. Cabral e Pezão

    Lula e Dilma escolheram a dedo o Cabral e o Pezão como seus aliados no Rio. Serei eternamente grato pelo que eles fizeram.

  8. Puxa…que pena, vamos nos

    Puxa…que pena, vamos nos mobilizar. 

    Mas…acho que não vai rolar. Hum…que tal Jean Wyllys, do alto de sua proficiência midiático-acadêmica não desce do pedestal e reconhece seu potencial de contribuição para o atual estado de coisas. Seu partido não é´um vetor das diretrizes do golpe?Porque esta indignação tardia agora, ou esperavam leite e mel vindo do apartidarismo voluntarioso que inundou as telas em 2013?

    E complementando, que lástima ler em espaço tão pretensamente qualificado, argumentos juvenis como ”inveja” e outras reverberações de DCE que fariam a gloriosa esquerda festiva de outrora (hoje substituída por cirandeiros e Wyllys) corar de vergonha. Hum…que inveja teremos quando tudo se fizer água e o que restar for deslocamentos ou o exílio? É com prerrogativas burguesas desse quilate que querem subverter o sistema? Faz me rir…

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome