Em 2 anos, repasses do governo para faculdades de Gilmar Mendes aumentam 1.766%

Foto: Elza Fiúza/ Agência Brasil

da Revista Fórum

Em 2 anos, repasses do governo para faculdades de Gilmar Mendes aumentam 1.766%

Repasses do Fies para o IDP, instituição que tem o ministro do STF como um dos sócios, saíram de R$ 75 mil em 2014 para R$ 1,4 milhão em 2016

Por Redação

Os repasses do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) para o IDP (Instituto Brasiliense de Direito Público) aumentaram 1.766% entre 2014 e 2016. A instituição tem entre seus sócios Gilmar Mendes, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal). Em 2014, ele chegou a criticar o governo da então presidenta Dilma Rousseff por ter aumentado os recursos do programa em ano eleitoral.

De acordo com o Portal da Transparência, do governo federal, os repasses do Fies – que prevê o financiamento para estudantes do ensino superior que não tenham condições de pagar a mensalidade em faculdades privadas – no IDP saíram de R$ 75 mil em 2014 para R$ 1,4 milhão em 2016, um acréscimo de 1.766%.

Para estabelecer uma comparação, o grupo Anhanguera Educacional, um dos maiores participantes do programa, passou por um aumento de 13% no mesmo período.

Com informações do UOL
Foto: Elza Fiúza/ Agência Brasil

Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Luiz Fux e o neonazismo constitucional, por Fábio de Oliveira Ribeiro

8 comentários

  1. Grande empresario do direito Gilmar Mendes

    Já é do conhecimnto de muitos, qual a real posição deste sr. |Ministro do STF, ficar cada vez mais rico, as custas do estado, ou seja as nossas custas,mas, como este país não há controle de nada , imaginem se o STF teria algum controle,ledo engano,nossa justiça perdeu-se em todos os sentidos éticos, restando-nos a livre tomada de ações individuais.

  2. INDIGNAÇÃO

    Após notícia divugada pela ombudsman da FSP ter denunciado que procuradores da república, ligados ao PGR, haviam realizado uma entrevista coletiva em “off” para vazar dados de delações de executivos da Odebretch sobre políticos graúdos, Gilmar Mendes grunhiu que este fato era crime.

    Logo em seguida, Janot rosnou dizendo que a notícia era uma mentira e acusou Gilmar de estar sofrendo de “decrepitude mental” e de excretar pela boca “disenteria verbal”.

    No domingo seguinte, a bela ombusdman da FSP ratificou a denúncia, ou seja, em outras palavras, chamou Janot de mentiroso.

    Esse fato gravíssimo, um dos mais graves da história dessa república de bananas, foi enterrado até pelo GGN, que, neste caso, aderiu ao “novo normal”.

     

    Agora, o GGN publica essa notícia do “novo normal” de que Gilmar estaria cada vez mais rico com os repasses do GF para a sua academia de lobotomizados do direito pátrio.

    Ora, é a hora de defender Gilmar.

    Como não remunerar um Presidente do TSE que assume o risco de dar consultoria para um réu ilustre que está sendo processado pelo próprio Tribunal que ele dirige ?

    Seria indigno da parte de Michel Temer, ou seja, o réu, não se sensibilizar para as necessidades de seu advogado de defesa informal, o próprio Presidente do Tribunal que vai julgá-lo.

     

    Hoje, eu leio que o TSE vai recepcionar dois novos Ministros, indicados por Michel Temer, o réu, para compor a banca que vai julgar o próprio Michel Temer, o réu, no processo de cassação da chapa Dilma/Temer.

     

    O Nassif anunciou hoje que parou de criticar o Barroso; não vai mais implicar com o traira do Estado Democrático de Direito e da Constituição de 1988.

     

    Eu, entretanto, vou enlouquecer caso pare de me indignay. 

     

     

  3. Típica notícia pra Folha/UOL brandir independência

    É a típica notícia pro UOL/Folha bater no peito e dizer “viu como somos independentes?”. Primeiro, que ao revelar o crescimento dos repasses nos dois últimos anos pega também o último ano da gestão petista, jogando Temer e Dilma numa vala comum em relação a Gilmar Mendes. Segundo que repasse do FIES em si não encerra nenhuma irregularidade. O único problema real na estória, que é Gilmar Mendes ter uma empresa desse porte, o que salvo engano é vedado pela lei da magistratura, nem sequer é tocado.

  4. Gilmar é o maior…

    … garoto-propaganda de seu próprio negócio.

    Má propaganda é nenhuma propaganda.

    Pena que sua argumentação confusa nas sessões não é percebida pois poucas pessoas assistem a TV do Judiciário e os argumentos são entrecortados pelas bicadas na água, alívio de perdigotos.  Parece um político tucano falando, my god.

  5. Em 2 anos, repasses do governo para faculdades de Gilmar Mendes

    Quando vejo canalhas, tipo sinistro gilmau, com denuncias de ter embolsado dinheiro por corrupçãp, agora dando consultoria para o treme, ignorando, por mau caratismo, seu papel de jurista. Para quem pagamos, contra nossa vontade, um altíssimo salário, fico pensando: uma criatura, com o pé na cova, na fase da despedida, um completo psicopata, com sérios problemas íntimos, continua dando golpe para que, exatamente? Já não amealhou o suficiente? Continua delirando? O teu fim está próximo coisa ruím…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome