Gilmar libera outros quatro investigados da Operação Rizoma


Foto: Elza Fiúza/ Agência Brasil
 
Jornal GGN – O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a soltura de mais quatro suspeitos da Operação Rizoma da Polícia Federal, que apura fraude em fundos de pensão.
 
A decisão de Gilmar, tomada nesta sexta (18), concedeu uma liberdade por liminar dos investigados Marcelo Borges Sereno, Adeilson Ribeiro Telles, Carlos Alberto Valadares Pereira, conhecido como Gandola, e Ricardo Siqueira Rodrigues.
 
Foi uma extensão da determinação do ministro referente ao operador do MDB no Senado, Milton Lyra, que foi libertado por Gilmar na última terça-feira (15). 
 
O argumento usado foi que os fatos ilícitos, apesar de graves, ocorreram há anos, e que por isso a prisão atual não faria efeito para suspender os possíveis crimes.
 
“Os supostos crimes são graves, não apenas em abstrato, mas em concreto, tendo em vista as circunstâncias de sua execução. Muito embora graves, esses fatos são consideravelmente distantes no tempo da decretação da prisão”, decidiu o ministro.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Benefício diplomático reforça relação entre Bolsonaro e suspeito do caso Marielle

7 comentários

    • Aos amigos, os favores da lei. Aos inimigos, os rigores da lei.
      O judiciário (assim mesmo, com letra minúscula) atende aos interesses da plutocracia. Tudo jogo de comadres. Como esses aí são “parceiros”, são soltos. Agora, quem tiver, digamos, pisado no calo que não devia, está ferrado.

      Assim tem sido desde os tempos coloniais.

      http://www.achegas.net/numero/onze/andre_pelliccione_11.htm

      E, curiosamente, quando se votou o habeas-corpus do Lula no STF, apareceram milhares de patos amarelos nas ruas, teleguiados pela mídia plutocrática. Agora, onde eles estão.

  1. jus-golpistas

    Bastam apenas as sombras de Lula e do PT para atormentar e expor o pavor, a fragilidade e a inferioridade do jus-golpistas de plantão. 

     

  2. Jå que Lula foi preso,
    Jå que Lula foi preso, começaram a desmontar o cenårio da peça de teatro A Lei é para Todos *menos para tucanos

  3. Oração das causas ilícitas

    – Pai nosso que está no STF;

    – Santificado seja GILMAR MENDES;

    – Venha ao reino das propinas;

    – Bendito sois vós entre corruptos;

    – Aqui no Brasil e nos PARAíSOS FISCAIS;

    – E bendito sejas seus habeas-corpus; 

    – Seja feita a vontade dos politicos e empresários;

    – Assim como nós, não de ouvidos aos acusadores;

    – E nos livre da cadeia… Amém! 

     

    Obs: os devotos devem portar essa prece para compartilhamento e obter os milagres de SÂO GILMAR

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome