PF conclui inquérito da 14ª fase da Lava Jato

Jornal GGN – A Polícia Federal vai concluir hoje (18) o inquérito da 14ª fase d Operação Lava Jato. No entanto, a etapa será concluída sem os depoimentos dos presos ligados à Odebrecht. De acordo com a assessoria da PF, foi uma opção da defesa dos réus que eles não prestassem depoimento.

Da Agência Brasil

Polícia Federal conclui hoje inquérito sobre 14ª fase da Lava Jato

Por Mariana Jungmann

A Polícia Federal vai concluir hoje (18) o inquérito referente à 14ª fase da Operação Lava Jato. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, este é o prazo final para a conclusão do inquérito, que será agora encaminhado ao Ministério Público.

Essa fase da operação foi deflagrada há 30 dias e focou nas empresas Andrade Gutierrez e Odebrecht, com a prisão de executivos e funcionários das duas empreiteiras, inclusive os presidentes Otávio Marques de Azevedo e Marcelo Odebrecht, respectivamente.

O inquérito da PF, no entanto, será concluído sem os depoimentos dos presos ligados à Odebrecht. Segundo a assessoria do órgão, a opção da defesa deles é de que eles não prestassem depoimento, o que é um direito legal dos presos.

Ainda não é possível saber o que constará no inquérito, quem serão os acusados, nem quais crimes serão apontados. A operação foi deflagrada porque havia indícios concretos de que as duas empresas usavam um esquema “mais sofisticado” de pagamento de propina a agentes públicos e políticos por meio de contas no exterior, o que exigiu maior aprofundamento das investigações, antes do pedido de prisão dos diretores.

Leia também:  Anarché: Concurso do MP-SC pergunta coisas que não têm resposta!, por Lenio Luiz Streck

De acordo com o procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, três colaboradores – entre eles, os ex-diretores da Petrobras, presos em fases anteriores da Lava Jato, Paulo Roberto Costa e Pedro Barusco – disseram que receberam propina da Odebrecht no exterior, por meio de empresas offshore. Esses pagamentos, segundo Lima, foram identificados pela PF e pelo MPF após colaboração com autoridades estrangeiras.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. Lançamento nas bancas: álbum de figurinhas Lava Jato

    Depois do enorme fenômeno que contagiou todo o País durante a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 e agora, com a Copa América CHILE 2015, um novo álbum promete trazer de volta às ruas todo o entusiasmo e paixão da nação brasileira. É o álbum da Operação lava a Jato.

     A coleção traz 44 figurinhas especiais com efeito metalizado holográfico. Os cromos especiais estampam aqueles que já foram e/ou estão presos em cenas que compõem a seção “Xilindró”. Estão retratados no álbum também os principais participantes de todas as fases da Operação Lava Jato, até o momento e as conexões entre os presos, os investigados e os já acusados de algum crime. 

    Páginas extras estão contempladas no álbum, pois sabe-se que a Operação Lava jato terá mais fases. O produto chega às bancas a partir de 24 de julho para todo o Brasil. O preço de capa do livro ilustrado é R$ 15,90 e o envelope com cinco cromos custa R$ 5,00. Mas, se você der uma grana para o jornaleiro, ele te entrega o álbum completo!

    Fonte: Sensacionalista*

    *uma das midias menos absurdas dos úiltimos tempos. 

  2. CPI do HSBC

    Isso tem explicação séria e honesta?

    .

    http://www.plantaobrasil.com.br/news.asp?nID=91412

    7 x 1 SENADORES MATAM CPI QUE PODERIA INVESTIGAR DONO DA FOLHA DE SP. ATÉ O PT ? AFF… JÁ VI ESSE PLACAR …

    … “A CPI morreu hoje”, acusou o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), sem esconder sua irritação, no final da manhã, quando viu todos os seus requerimentos de quebra derrotados sucessivamente por 7 votos a 1, incluídos aí os votos do presidente da CPI, Paulo Rocha (PT-PA), e do relator, Ricardo Ferraço (PMDB-ES).MM…

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome