Segunda Turma do STF solta ex-diretor da Dersa

Foto ALSP

Jornal GGN – Pedro da Silva, ex-diretor da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) foi solto por determinação da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). A Dersa, órgão do governo de São Paulo, é alvo na Operação Pedra no Caminho, da Polícia Federal, que investiga desvio de R$ 600 milhões na construção do trecho norte do Rodoanel, em São Paulo, em gestões do PSDB.

Por 3 votos a 2, a Segunda Turma seguiu o voto do relator do habeas corpus, protocolado pelos advogados de defesa de Pedro da Silva, ministro Gilmar Mendes.

Gilmar entendeu que não há justificativas para manutenção da prisão preventiva, que pode ser substituída por medidas cautelares, como a entrega do passaporte à Justiça e a probição de deixar o país e de entrar nas dependências da Dersa.

Votaram pela concessão de liberdade, além de Gilmar Mendes, os ministros Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski. Edson Fachin e Celso de Mello foram vencidos em seus votos pela manutenção da prisão. Os vencidos entenderam que há informações no processo que remetem a suposta tentativa do ex-diretor de determinar a destruição de provas.

A Operação Pedra no Caminho começou em 2016 com a instauração de um inquérito a partir da denúncia de ex-gerente de empreiteira.

Segundo o Ministério Público Federal, as fraudes, que envolveram desvios e superfaturamento, estão relacionadas a um convênio firmado entre a estatal estadual e a União, no valor de R$ 6,4 bilhões. Os desvios estimados chegam a R$ 600 milhões.

Leia também:  O populismo judicial de Barroso no julgamento do ICMS

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. Empreiteiras
    Se as prisões preventivas das empreiteiras na farsa a jato tivessem sido relaxadas por um Gilnar do PT a situação não chegaria onde chegou

    Por muito menos Gilmar soltou Dantas, cuja delação implodiria todo o PSDB

    Republicanismo ingênuo dá nisso… Certo estava fhc e seu engavetador geral da República…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome