Moro vira colunista da Crusoé e filhos de Bolsonaro reagem

A partir desta sexta (19), Moro passa a escrever quinzenalmente para a revista de Diogo Mainardi e Mario Sabino

Foto: Divulgação

Jornal GGN – Ao mesmo tempo em que a revista Crusoé, do site O Antagonista, anunciava a nova aquisição editorial – Sérgio Moro como colunista da publicação, as reações dos filhos do presidente, Carlos e Eduardo Bolsonaro, geravam troca de farpas. A partir desta sexta-feira (19), Moro passa a escrever quinzenalmente para a revista de Diogo Mainardi e Mario Sabino, que também são os criadores do site O Antagonista.

“Moro, de 47 anos, deixou o governo no último dia 24 de abril denunciando a tentativa do presidente Jair Bolsonaro de interferir na Polícia Federal”. Essa foi a primeira descrição da revista sobre o ex-juiz fielmente referenciado pela publicação, e que agora passa a ser parte oficialmente do editorial.

“Como magistrado, esteve à frente dos processos da Operação Lava Jato e mandou para a prisão dezenas de políticos e empresários pilhados nas investigações que se desdobraram a partir da descoberta de um megaesquema de corrupção na Petrobras”, continuou a Crusoé.

Nas redes, uma das primeiras reações foi do filho “zero dois” do mandatário, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ). “Estava trabalhando informalmente há 15 meses. Agora vai trabalhar de carteira assinada. Parabéns, sergio! Esperamos que receba como CPF e não como CNPJ como a maioria dos jornalistas que assim fazem para burlar a lei!”, escreveu Carlos.

Como resposta, a publicação de Mainardi e Sabino retrucou chamando o filho de Bolsonaro de “vagabundo”.

Depois, o filho “zero três”, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), também comentou sobre a participação de Moro no editorial da Crusoé. “Não entendi. Já não era colunista não?”, escreveu Eduardo, recebendo outra reação do site O Antagonista. “Dudu Bananinha, embaixador da boçalidade.”

De acordo com a revista, a primeira publicação de Sergio Moro será no próximo dia 19.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora