E eu te amando na vida sou doido também!, por Luciano Hortencio

Nelson Gonçalves interpreta DOIDIVANA de Adelino Moreira.

Quincas Gonçalves, Nelson Gonçalves e Adelino Moreira.

E eu te amando na vida sou doido também!, por Luciano Hortencio

A parceria e amizade entre Adelino Moreira e Nelson Gonçalves deixou para nós, pósteros, verdadeiras joias musicais, boêmias e ou denominadas de brega. Não importa.

Se ser brega é ter excelente letra e música, é tocar ao coração dos amantes, é trazer lágrimas de emoção aos nossos olhos, então que seja brega. Brega seremos nós os românticos, os poetas, os apaixonados, os loucos de amor. Uma denominação a mais não importa nem causa dor. Que assim seja!

Hoje pinço da autoria de Adelino Moreira e gravação original de Nelson Gonçalves, DOIDIVANA, que sequer me arvoro o direito de comentar ou avaliar. Peço apenas que você ouça pelo menos umas cinco vezes. Em assim fazendo, além do afago às oiças, estaremos retirando a linda DOIDIVANA das “ COISAS QUE O TEMPO LEVOU”.

 

Doidivana das noites vazias

Sendo a razão dos meus dias

Quando tu quiseres

Faz um gesto, um aceno

E eu te darei este amor

Que neguei a tantas mulheres

Doidivana apesar de tudo

O tempo passa e eu não mudo

Ainda te quero bem

Tu és doida

Doida que só vendo

E eu te querendo

Sou doido também

Doidivana

Quem me calunia

Não sabe a agonia

Que eu passo e passei

Não ouviu tua voz quente e rouca

Nem beijou esta boca

Que eu tanto beijei

Doidivana

Carícia suprema

Só me condena

Quem não gostou de alguém

Tu és doida, és doida varrida

Leia também:  Hanna amplia releitura de João Gilberto, por Carlos Motta

E eu te amando na vida

Sou doido também.

Nelson Gonçalves – DOIDIVANA – Adelino Moreira.

Disco RCA Victor 80-2253-A –  gravação original.

Outubro de 1960.

Arquivo Nirez.

Coisas que o tempo levou.

luciano hortencio.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora