Bolsonaro não esqueceu Ramagem e pede ao STF para reconsiderar nomeação

A manifestação foi enviada apenas um dia depois de Bolsonaro colocar Rolando de Souza no lugar de Maurício Valeixo, no comando da PF

Jornal GGN – Jair Bolsonaro passou recibo sobre a insistência em colocar Alexandre Ramagem, amigo pessoal de Carlos Bolsonaro, à frente da Polícia Federal.

Na manifestação em que enviou ao Supremo Tribunal Federal na terça (5), a Advocacia-geral da União pediu que o ministro Alexandre de Moraes “reconsidere” a liminar que suspendeu a nomeação de Ramagem.

A manifestação foi enviada apenas um dia depois de Bolsonaro colocar Rolando de Souza no lugar de Maurício Valeixo, no comando da PF.

Segundo a Folha de S. Paulo, o pedido da AGU, no entanto, é inútil porque, ao nomear Rolando, Bolsonaro tornou a questão Ramagem sem efeito.

O GGN vai investigar e contar a trajetória de Sergio Moro sem os retoques da grande mídia.
Saiba mais aqui

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora