Bolsonaro quer militares para acabar com a fila do INSS

Presidente pretende trazer pessoal da reserva para substituir atendentes, que ficariam concentrados na análise de pedidos

Presidente Jair Bolsonaro cumprimenta populares na entrada do Palacio da Alvorada - foto: José Cruz/Agência Brasil - via fotospublicas.com

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro confirmou que o governo quer chamar militares da reserva para integrar a força-tarefa que busca reduzir a fila de espera do INSS.

De acordo com informações do jornal O Estado de São Paulo, o objetivo é colocar os militares para fazer o atendimento nas agências do órgão, liberando os servidores que atuam na área para analisar os pedidos dos segurados.

Segundo o presidente, a medida deve ser discutida com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho. Bolsonaro disse ainda que a lei permite a contratação de servidores ou militares da reserva, pagando 30% a mais do que ele ganha, para reduzir a fila.

Somam-se a isso os problemas relacionados ao sistema do INSS, e temos um cenário em que nenhum pedido de aposentadoria foi atendido desde o dia 13 de novembro, quando as novas regras da Previdência entraram em vigor. Mais de dois milhões de pedidos estão represados, sendo 1,5 milhão de solicitações de aposentadorias e o restante de pedidos assistenciais.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Fachin suspende reintegração de professores efetivados sem concurso na rede básica de MG

8 comentários

  1. Bozonaro declarou durante a campanha que queria ser eleito para destruir e não para construir.
    Está sendo muito competente ao destruir e as Instituicoes nada fazem para para essa Maria Louca
    Ciclo perverso: a esquerda arruma a casa e o povo enganado pela midia traz de volta a direita pra voltar ao caos dantes, quem sabe uma hora o povo aprende e se liberta de vez
    Como pode haver um presidente tao ignorante: quando um servidor do INSS esta apto a conceder beneficios, ele passou por anos e anos de estudos e pratica ….e de repente o Bozo quer substitui-los por militares

  2. confirmado então…
    existiu um comando para identificar e desviar o direito ( bypass para todos os pedidos ) única alteração no sistema sem nenhum vínculo com a análise

    esse papo de que a pane foi pelas novas regras é completamente furado, lorota

  3. Vai fazer pelotão de fuzilamento,para quem solicitar aposentadoria,excluindo policiais,militares,politicos,juízes e outro FDP!

  4. Para a fila andar é preciso tirar os milicos, foram eles os causadores desta verdadeira pedalada fiscal organizada pelo tocador de manada.

  5. Olhe, não tem o mínimo sentido. Pergunta-se, porque os militares aposentados, que já têm uma fonte segura de renda? Há muito civis sofrendo sem nenhuma oportunidade para trabalhar, com as mesmas qualificações ou melhores das desses militares, nas ruas, no dizer do governo empreendendo com suas barraquinhas na calçada, ou doze horas ou mais dirigindo um automóvel para tentar remediar os transtornos do desemprego, ou simplesmente sendo amparados por parentes. Aposentado por aposentado, no caso de adotar essa medida dita emergencial, mas que mais parece engendrada para aproveitar a oportunidade e arranjar uma outra renda para militares, já que os que estão nessa mesma condição, afastados do INSS, que conhecem bem as tarefas que terão de cumprir, devem ter a preferência. Paulo Guedes e Bolsonaro são os responsáveis pela falta de mão de obra, no INSS e no setor público como um todo, já que estão proibindo a realização de concursos públicos para prover as vagas, que é o que a Constituição determina. Não demora acontecer em outras áreas. Sendo admitido esse absurdo, vão militarizar ainda mais o governo?

    • Nada mais claro e verdadeiro: Bolsonaro está pedalando e é a favor da tortura, expresso quando enalteceu por diversas vezes o coronel Brilhante Ustra, e não é retoricamente, que alguns de boa vontade possam admitir. As filas, o não atendimento dos segurados do INSS com fila de mais de dois milhões de trabalhadores, com o não pagamento generalizado de benefícios; a demissão de milhares de servidores em diversas áreas, que desarticula as áreas da saúde, educação e cultura, nessa de cinicamente combater um inexistente aparelhamento dos órgãos que atuam nessas atividades; o aperto fiscal draconiano em cima dos Estados e Municípios, numa conjuntura de crise, impactando a atuação desses entes federados, inclusive provocando atrasos e não pagamento de proventos, até mesmo de aposentados e pensionista; o preço dos derivados de petróleo nas alturas com gás de cozinha consumindo 10% dos rendimentos (dos que percebem renda) de mais da metade dos trabalhadores e aposentados; o desemprego que, por incompetência, continua a deixar grassar em todas áreas de atividades, tudo resultando na tortura do não atendimento ou do atendimento precário dos cidadães; trabalhadores empreendendo, como cinicamente afirmam, com barracas nas calçadas das cidades, ou 12 horas ou mais no lombo de um carro para tentar levar algum para casa; sem desmerecimento das domésticas, pessoas com melhor qualificação atuando para ter alguma renda nessa atividade; o mesmo para pessoas graduadas e pós graduadas que não conseguem emprego, que têm passado a atuar em postos de trabalho que exigem menores qualificações; pessoas dormindo, sem teto, nas calçadas das cidades; pessoas, inclusive crianças, fazendo performances circenses, vendendo bala, ou pedindo esmola, que é a mesmo coisa. Claro, que os impactos econômicos provocados por Paulo Guedes, com a consequente postergação de despesas e sem nada investir, na realidade constitui-se numa imensa pedalada fiscal do Bolsonaro para atingir seus objetivos econômicos, principalmente o de servir o grande capital (estrangeiro e no Brasil). TUDO ISSO POSTO E ENTENDIDO, É SEM DÚVIDAS TORTURA DO POVO BRASILEIRO QUE BOLSONARO E O SEU PREPOSTO, PAULO GUEDES, ESTÃO PROMOVENDO, ATINGINDO PRINCIPALMENTE OS MAIS POBRES E VULNERÁVEIS. PODE-SE DIZER QUE A DUPLA ESTÁ SUPERANDO COM VANTAGENS O CORONEL BRILHANTE COMO TORTURADORES.

  6. viu só!?
    80% do poder não lhe pertence e o restante ele usa, ao que parece, mais para sacanear trabalhadores, estudantes e, no caso, desempregados que topariam até por 3 mil

    certamente teremos gente ganhando mais de dez mil para executar tarefas de estagiários, de primeiro atendimento

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome