Empresa que produz cloroquina no Brasil doa R$ 1 milhão para pesquisa

No melhor dos cenários, as pesquisas trarão resultados no fim de maio. Outras devem ser concluídas em três meses

Jornal GGN – Pelo menos dois estudos sobre o uso de hidroxicloroquina no tratamento contra o coronavírus contam com apoio do laboratório farmacêutico EMS, que além dos medicamentos, fez doação de R$ 1 milhão para os hospitais que encabeçam as pesquisas. A EMS é produtora de cloroquina no Brasil. É o que informa a BBC Brasil nesta terça (21).

O estudo mais adiantado com hidroxicloroquina, financiado pelo laboratório, é liderado pelo Hospital Albert Einstein, e inclui 400 pacientes. O segundo é coordenado pelo Hospital Sírio-Libanês, com 630 participantes.

Segundo a BBC, a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) autorizou até agora 12 estudos com cloroquina no Brasil. No total, quase 6.000 pessoas serão submetidas ao tratamento, com o objetivo de determinar se a cloroquina ou o derivado hidroxicloroquina são úteis contra a covid-19.

No melhor dos cenários, as pesquisas trarão resultados no fim de maio. Outras devem ser concluídas em três meses.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora