Frederick Wassef na mira da OAB-SP

Tribunal de Ética e Disciplina da OAB estadual vai apurar conduta do advogado da família Bolsonaro, que abrigou Fabrício Queiroz por um ano

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O Tribunal de Ética e Disciplina da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo (OAB-SP) vai investigar a conduta do advogado Frederick Wassef, que trabalha para a família do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo informações do jornal Correio Braziliense, o procedimento vai verificar se Wassef violou a ética profissional, o que pode custar seu registro de advogado.

A nota foi divulgada pela entidade após a prisão do ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz, pela Polícia Civil de São Paulo, na cidade paulista de Atibaia. Queiroz esteve escondido em um sítio pertencente a Wassef por cerca de um ano.

A nota ressalta que a Subseção de Campinas da OAB foi acionada pelo Ministério Público de São Paulo, por determinação da Justiça do Rio de Janeiro, para acompanhar a operação uma vez que a propriedade está registrada como escritório de advocacia.

 

Leia Também
Delegada da PF tentou adiar operação contra aliados de Bolsonaro
Anotações mostram dinheiro recebido por Queiroz para pagar hospital
Queiroz tem “pessoas que poderiam ajudar” caso seja preso no Batalhão da PM
Em mensagem, Queiroz admitia “contato com a cúpula de cima”
Do Banestado à Lava Jato: o passado de Sergio Moro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome