Invasores do Capitólio dizem que ‘atenderam ao chamado’ de Trump

Declarações podem ser usadas tanto pelos advogados dos militantes como pelo Congresso norte-americano durante impeachment

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O presidente Donald Trump não mostrou sinais de que tenha responsabilidade no ataque de militantes de extrema-direita ao Capitólio há alguns dias, e até mesmo alguns partidários começaram a direcionar a culpa a antifascistas de esquerda, ao Black Lives Matter e até mesmo ao vice-presidente Mike Pence.

Contudo, alguns dos apoiadores presos por participar da invasão já implicaram Trump por suas atitudes. Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, documentos e depoimentos mostram que pelo menos quatro manifestantes pró-Trump disseram ter aderido à invasão porque o presidente os encorajou.

E como dezenas de pessoas custodiadas estão a caminho dos tribunais, os relatos que responsabilizam Trump por seus atos podem ser usados tanto nos processos criminais como em um julgamento de impeachment, reforçando as acusações de que o republicano incitou a invasão.

Na última semana, a Câmara dos Representantes iniciou o segundo processo de impeachment contra Trump, citando seu incentivo à invasão ocorrida em 06 de janeiro após um comício onde ele e seus aliados repetiram que a eleição que deu a vitória a Joe Biden foi fraudada. O processo está no Senado e, caso aprovado, Trump poderá se tornar inelegível.

 

Leia Também
Como os EUA na era Trump perderam a superioridade moral perante a China
Na análise da era Trump, EUA se debruçam sobre a herança escravagista
Trump crítica processo de impeachment: “é absolutamente ridículo”
Mundo critica vandalização no Capitólio, menos Bolsonaro, que repete discurso de Trump
Apoiadores de Trump invadem Capitólio após convocação

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora