Eleição presidencial na França será decidida no segundo turno

Em meio à baixa adesão popular, Emmanuel Macron tenta reeleição contra Marine Le Pen, candidata da extrema-direita

Foto: Anthony Choren on Unsplash

O presidente francês Emmanuel Macron deve decidir a corrida pelo comando do país contra a representante da extrema-direita Marine Le Pen, em votação programada para o dia 24 de abril.

Segundo a CNN Brasil, a votação no primeiro turno foi marcada pela baixa adesão dos franceses às urnas – cerca de 65% dos franceses registrados compareceram à votação até as 17h (horário local)

O primeiro resultado oficial, divulgado pouco mais de 1 hora após o fim da votação, apontou disputa em segundo turno: dados do Instituto Ifop colocava Macron com 28,6% dos votos e Marine Le Pen com 24,4%, enquanto as projeções preliminares do Insituto Ipsos indicam 28,1% para Macron e 23,3% para Le Pen.

Pouco mais de 1 hora após o encerramento da votação, com cerca de 20 milhões de votos apurados, o primeiro resultado parcial oficial também indicou disputa em segundo turno – e a disputa seria muito mais acirrada: pelas principais pesquisas, Macron possui cerca de 51% dos votos e Le Pen com 49%.

Os candidatos derrotados já direcionaram seus apoios: enquanto Jean-Luc Mélenchon, Valerie Pecresse e Yannick Jadot declararam oposição a Le Pen no segundo turno, o extremista Eric Zemmour pediu a seus apoiadores o voto na representante extremista.

Leia Também

França mostra que liberdade em pandemia não é garantia absoluta

Bolsonaro usa morte de brasileira em atentado na França para provar “cristofobia”

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador