Globo acerta entrevistas com presidenciáveis, exceto Bolsonaro

Emissora não aceitou condições propostas pelo candidato à reeleição; Lula, Ciro e Simone Tebet confirmaram presença

Fonte: Wikipedia

O Jornal Nacional (TV Globo) fechou uma série de entrevistas com os candidatos à disputa pela Presidência da República na semana de 22 de agosto, a exceção do presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL).

Os cinco candidatos mais bem colocados nas pesquisas foram convidados. Destes, três aceitaram as condições apresentadas: Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB).

Contudo, Bolsonaro não aceitou as regras apresentadas – embora tenha sido informado de que as entrevistas seriam realizadas nos estúdios da emissora, no Rio de Janeiro, o presidente condicionou sua participação à gravação no Palácio da Alvorada.

A emissora condicionou a participação de todos os candidatos à gravação em seus estúdios, “de forma a demonstrar que todos os candidatos são tratados em igualdade de condições”, disse a emissora, em nota. “A regra não foi contestada pela assessoria de Bolsonaro quando das entrevistas no g1 e na GloboNews. A Globo rejeitou o pedido da assessoria”.

A assessoria de Bolsonaro voltou a se colocar à disposição, desde que a entrevista fosse realizada no Alvorada devido a compromissos de campanha.

“Diante das regras anunciadas reiteradas vezes, a Globo rejeitou o pedido e, por isso, a entrevista não será realizada”, afirmou a emissora.

Por outro lado, o senador Flávio Bolsonaro (PL) tem afirmado nas redes sociais que seu pai vai realizar a entrevista com a emissora “diretamente do Palácio da Alvorada”, embora a própria emissora não abra mão da sabatina em seus estúdios.

Leia Também

Janones retira candidatura e declara apoio a Lula no primeiro turno

Medo de Bolsonaro ser reeleito supera o medo da volta de Lula, mostra pesquisa Quaest

Simone Tebet abre série de entrevistas no Roda Viva; Lula e Bolsonaro não confirmam

Crescem chances de autogolpe e atentados como Riocentro à medida que Bolsonaro “desaba”, diz analista

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador