Papa Francisco surpreende e declara que Igreja precisa abandonar discurso contra minorias

Pontífice criticou “intolerância” da Igreja em assuntos como aborto, homossexualidade e contracepção

Jornal GGN – O Papa Francisco disse nesta quinta-feira (19)  em entrevista que a Igreja Católica deve abandonar seu discurso de pregação contra gays, aborto e contracepção. Surpreendendo os conservadores e reafirmando uma tendência mais moderna e igualitária em relação a seus antecessores, o pontífice falou a uma importante publicação segmentada da Itália.

Durante a conversa, o argentino afirmou que os padres precisam ser mais acolhedores e menos frios e que a Igreja se fechou em regras que considera “pequenas e tacanhas”. E que é preciso encontrar um equilíbrio entre a “preservação destas e o exercício da misericórdia”. Ele também acenou sobre uma maior participação de mulheres na instituição.

O discurso diverge muito em comparação ao de Bento 16, que alegou que a homossexualidade era um “distúrbio intrínseco”. Francisco rebateu a afirmação, dizendo que conversou com homossexuais e sentiu o quanto foram “feridos socialmente” com a postura anteriormente adotada.

“A religião tem o direito de expressar sua opinião a serviço da gente, mas Deus na criação nos deixou livres. Não é possível interferir espiritualmente na vida de uma pessoa”, disse Francisco, ao longo da entrevista.

Especialistas analisaram as declarações do Papa como “notáveis e refrescantes”.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Missão da Igreja

    Fazer masi a união das outras religiões mais  os espiritas porque Esepiritismo,baseado na obras de Alan Kardec e Chico Xavirer, Crist não teve distinções ess ou aquele e sim a comunhã entre os povos e raças sem distições de cores e credo,fazer sim a crença em um só Deus do Universo e não pela minoria de pessoas, deixar bem claro que há vida depois da morte biológica,fisica a vida continua para o Espirito e que Deus é Espirito e não tem direita nem esquerda, nem previlegiados e escolhidos todos são iguais à Ele em Espírito!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador