PF faz buscas contra o “superadvogado de Bretas”. Relembre o que o GGN já publicou sobre o caso

Como um jovem advogado, com uma sócia iniciante, tornou-se, em pouco tempo, o defensor preferido dos maiores réus do juiz Marcelo Bretas?

Jornal GGN – A Polícia Federal cumpre nesta sexta (23) cinco mandados de busca e apreensão contra o advogado Nythalmar Filho, denunciado por colegas por supostamente cooptar clientes da Lava Jato, vendendo “facilidades” e trânsito com procuradores da Lava Jato no Rio de Janeiro e o juiz Marcelo Bretas.

Nythalmar é um jovem advogado que investiu em clientes que já tinham defesa constituída. Em entrevista ao Conjur, ele sustentou que a denúncia ao Tribunal de Ética e Disciplina da OAB era algo como inveja e inconformismo dos advogados dispensados por réus da Lava Jato como Fernando Cavendish e Pedro Correa.

A história do advogado abriu um novo capítulo na indústria da delação premiada criada pela Lava Jato. O tema já foi alvo de um documentário produzido pelo GGN em parceria com Joaquim de Carvalho no Diário do Centro do Mundo. Assista aqui.

Em março de 2019, Luis Nassif publicou a respeito de Nythalmar:

O superadvogado do juiz Marcelo Bretas, por Luis Nassif

Na Vara de Marcelo Bretas, o Sérgio Moro do Rio de Janeiro, o superadvogado milagreiro se chama Nythalmar Dias Ferreira Filho, de 28 anos de idade.

Até 2016 tinha uma sala no fundo de uma farmácia de subúrbio, em Campo Grande. Seu escritório foi aberto em novembro de 2015, com capital social de R$ 15 mil, tendo como sócia Leticia Ferreira Tomé. Em agosto de 2016 passou a advogar na 7ª Vara Criminal, do juiz Marcelo Bretas.

Em pouco tempo, tornou-se o advogado preferido dos maiores réus do juiz Marcelo Bretas. Arthur Soares, o Rei Arthur, alvo de uma denúncia do MPF por compra de Votos para a Olimpíada de 2016, trocou seu advogado, João Mestieri, de uma banca reconhecida, pela do jovem gênio das delações.

Antes dele, já tinha conquistado como clientes Fernando Cavendish, da Delta Construções, Alexandre Accioly, o ex-Secretário José Mariano Beltrame, Pedro Correa e Marco de Lucca. Humilde, Nytalmar fez questão de agradecer em seu Twitter.

Tem obtido vitórias brilhantes. Conseguiu reduzir a pena de Lucca para prisão domiciliar. Cavendish, envolvido em mil rolos, inclusive com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, conseguiu prisão domiciliar e, depois, numa vitória do bravo Nythalmar, foi liberado até dela, por serviços reconhecidos pelo implacável Marcelo Bretas.

Assim como não existe o herói sem mácula, seja ele juiz ou procurador, não existe o milagre do advogado que se torna sumidade sem ter produção jurídica. Não se conhece uma peça jurídica de Nythalmar. Sua especialidade é a capacidade de persuadir um juiz supostamente implacável a rever suas penas para seus clientes.

Nesses tempos de empreendedorismo e de self-made-man, salve a inovação na área jurídica. Pode render mais do que uma startup dos nerds da Internet.

Mais cedo ou mais tarde haverá uma Lava Jato da Lava Jato.

Quem denunciou o Nythalmar ao Tribunal de Ética da OAB do Rio foram os membros do Luchione Advogados. O escritório afirma já ter presenciado Nythalmar “vendendo facilidades” a investigados e réus e oferecendo acordos de delação premiada.

Leia também:  Fim das coligações reduz número de partidos em Câmaras

A reclamação dizia ainda que “há rumores no meio da advocacia criminal que na ilegal cooptação estaria inclusive sendo aventada a possível ‘aproximação’ com o juiz e promotores da força tarefa da Lava-Jato, no sentido de alcançar seus objetivos”.

No artigo abaixo, a íntegra da representação contra o advogado:

Indústria da delação premiada ganha novo capítulo com advogados do Rio denunciando “venda de facilidades” na Lava Jato

À imprensa, Nythalmar passou a dizer que na advocacia há espaço para todo mundo crescer, e negou irregularidades levantadas pelos pares:

“Todos podem brilhar”, diz advogado acusado de vender proximidade com a Lava Jato

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

3 comentários

  1. Pois é, e até agora ninguém informou por que a outra rainha das delações largou tudo de repente e saiu do país…………..

    14
  2. Parece que todo juiz, especialmente ligado a lava jato tem um advogado prá chamar de seu, um foi pego hoje. Te cuida Moro, podem estar de olho no seu padrinho.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome