PSB promete retirar candidatura de Márcio França se Haddad não disputar reeleição

A negociação deve ser discutida durante uma reunião entre o ex-presidente Lula e o ex-governador neste domingo (26)

O PSB pretende retirar a candidatura de Márcio França ao governo de São Paulo se, em contrapartida, o PT abrir mão de uma eventual reeleição de Fernando Haddad em 2026, caso ele vença a eleição deste ano. 

A negociação deve ser discutida durante uma reunião entre o ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador marcada para este domingo (26), de acordo com informações da Coluna do Estadão.

Se houver a desistência de França ao governo de São Paulo, ele deve ser candidato a deputado federal pela sigla.

Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn

Leia também:

Jornal GGN produzirá documentário sobre esquemas da ultradireita mundial e ameaça eleitoral. Saiba como apoiar

Jornal GGN abre inscrições para curso sobre Desinformação, Letramento Midiático e Democracia

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Eduardo

- 2022-06-26 10:23:52

Acordos, cessões, renúncias, são inerentes, se não a própria essência da Política. Mas sem limitação ? Se a regra não permitisse a reeleição, O PSB e França apoiariam Haddad sem questionamento, sem pedir nada em troca ? São Paulo X Palmeiras estão decidindo a partida final. Um deles ganha de 27 a 14. O responsável pelo time que está perdendo propõe ao responsável pelo que está ganhando "entregar os pontos" desde que no próximo campeonato perca as duas partidas. Se o PSB e França querem governar SP que entrem em campo e ganhem a partida, revertam o 27 X 14. Ou então, como não se trata de futebol, que ajudem a eleger Haddad, pleiteando em troca o que for politicamente razoável, e parem de mimimi.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador