O “velho” senducação

Dora Kramer, em sua coluna de hoje no “Estadão”, toma as dores de Fernando Henrique Cardoso, e chama Cláudio Lembo de “sem educação” por “depreciar” o ato de escrever e usar a expressão “coisa de velho”.

Ora “coisa de velho” seria uma inominável grosseria se partisse de um jovem. A delícia da ironia de Lembro é que partiu de um “velho” assumido – como ele próprio se define. E é evidente que ele não está contra o ato de escrever. Sua ironia é que, no período atual, todo mundo escreve pela Internet.

Adaptando Che, há que ser duro, porém sem perder o humor.

——————————————————————————–

Pessoa, andei suprimindo alguns comentários meio ofensivos à Dora. Ela é uma grande jornalista, que tem suas preferência e as exerce de forma clara e legítima.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora