Revista GGN

Assine

Presidente ou presidenta?

Nassif

Recebi ontem esta correspondência do pessoal da Lexikon que mantém o dicionário Aulete Digital (www.aulete.com.br)
" Palavra do Dia Especial

PRESIDENTE (OU PRESIDENTA?)

Durante toda a campanha, a cadidata eleita Dilma Rousseff usava em seus discursos o termopresidenta, como forma feminina de presidente. Na verdade, os substantivos e adjetivos de dois gêneros terminados em -ente não apresentam flexão de gênero feminino (e nem masculino, afinal, são de dois gêneros) terminado em -a. Por esse motivo, não se diz "a gerenta", "a pacienta", "a clienta" etc. Caso fosse correto o uso de "a presidenta", por coerência, diríamos que "a presidenta está contenta" e "o presidente está contento"?

A Lexikon saúda Dilma Rousseff como primeira mulher presidente eleita do Brasil, e deseja sucesso em seu governo, para desenvolvimento do Brasil e dos brasileiros.

>> Definição do iDicionário Aulete:

(pre.si.den.te)

s2g.

1. Pessoa que chefia conselho, tribunal, assembleia etc.: presidente da Câmara dos Deputados.

2. O chefe de Estado de um país que adota o presidencialismo (presidente da República)

3. Pessoa que preside a um ato, concurso, empresa etc.: presidente da banca examinadora.

a2g.

4. Que preside, que dirige

[Tb. se usa a presidente.]

[F.: Do lat. praesidens,entis]

Presidente da República
1 Pol. No sistema republicano presidencialista, o chefe do governo e chefe de Estado. "

 

Média: 3.2 (5 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
+127 comentários

O que deve prevalecer: Presidente, Presidenta ou Presidento

Ao analisar a questão posta, faz-se necessário, inicialmente, salientar que a forma PresidentA consta no volp - vocabulário da língua portuguesa,  e não pode ser considerada errada.

Contudo, acreditamos que não seja a mais adequada, visto que nós não falamos PresidentO, assim, não precisamos falar PresidentA.

PresidentE é uma palavra neutra, quem afirma o gênero é o artigo que antecede a palavra. Assim, podemos falar Presidente Dilma e também Presidente Lula.
Se falássemos PresidentO Lula, haveria justificativa para falar PresidentA Dilma.

Pessoalmente, creio que chamar de PresidentA, faz soar até que ela seja uma figura autoritária, além de doer no ouvido.

Lembro ainda, que já existe várias mulheres que já foram presidentEs no Brasil (presidentE de associações, conselhos, turmas e câmaras judiciais) e no exterior (presidentE da Argentina e do Chile) e ninguém nunca as chamou de presidentAs.

Inclusive, a primeira mulher presidente de um poder no Brasil foi a Ministra Ellen Gracie, como PresidentE do Poder Judiciário do Brasil, o Supremo Tribunal Federal. Para se fazer política não é necessário estuprar o idioma.

Importante salientar, que não vejo ninguém questionando o fato dos homens serem chamados de poetAs, ou um movimento para que passemos a chamá-los de poetOs.

Por outro lado, o governo feminino deve tomar cuidado para buscar a igualdade entre os sexos e não a superação do homem pela mulher. Em alguns setores do serviço público existe um feminismo exacerbado, com profissionais masculinos sendo discriminados em razão do sexo e já existem repartições públicas cujos banheiros são reservados para o uso exclusivo dos servidores do sexo feminino, sem que haja um equivalente para o uso dos servidores masculinos.

Assim, acreditamos que o governo deve tomar cuidado com gestos que possam ser considerados agressivos pelos homens. Afinal, já somos os únicos obrigados a ir à guerra ou a servir um ano de nossas vidas à nação, além de termos que trabalhar 5 anos a mais para nos aposentar, apesar de termos uma espectativa de vida menor, entre outras desigualdades. Isso não é pouca coisa.

Dessa forma, acreditamos que a palavra presidentE, por ser neutra, atende plenamente  e melhor aos dois sexo, indicando que o cago pode e deve ser ocupado tanto por homens como por mulheres.

Adoro nossa presidentE e acho que fará o melhor governo da história do Brasil, mas acredito que foi infeliz quando preferiu ver seu nome antecedido da palavra presidentA.

 

Então está bem. Jacaré-Jacaroa. É de uma infeliz idéia e pensmanento muito pequeno querer "extrupar¨  à palavra; Presidente (Dois genêros), cara Presidente Dilma. Parece que o que importa e que as Mulhres chegaram ao poder e tudo podem, incluindo mudar um titulo simplesmnete para fazer com que fique com escrita feminina. Governar é o que importa , tanto faz Homen ou Mulher o que interessa é fazer um bom Governo. 

 

Concordo em dizer q usar a expressao presidenta fique realmente pedante. Acredito e acho muito

mais bonito escrever, A Presidente...

Me desculpem, mas Presidenta, ficou terrível!!!!

Att,

Malu

 

 

Estou ha dois dias pesquisando a maneira correta de se usar a palavra PRESIDENTE, TA. Ja vi de tudo e mais um pouco aqui na net e cheguei a minha propria conclusão.

É obvio q durante a campanha eleitoral, usar-se a palavra no feminino enfatizou a condição da candidata como mulher e a aproximou de uma maneira mais carinhosa e informal aos seus eleitores ( puro jogo político), mas gramaticalmente falando acredito q a maneira correta seja como consta no dicionario:

PRESIDENTE,TA =

1. Adj. invariavel no genero

Ex: Dilma é a presidente do Brasil.

2. Substantivo

Ex: A presidenta foi eleita.

Particularmente falando vou usar a palavra como comum de dois generos (a presidente).  Conhecem os vícios de linguagem?? Pois é, depois dessa nova regra ortográfica, conclui-se q nossa lingua varia de acordo com a população. Daqui a pouco o MESMO será MERMO e assim vai...

Quando se trata de politica prefiro ser o mais imparcial possível, ate quanto minha condição de mulher.

 

Alguém aí já ouviu falar em neologismo? rsrsrsrsrs... pois é, infelizmente não se aplica ao caso, pois a palavra "presidenta" já consta no Houaiss! Se não constasse, ainda assim seria reflexo da nossa língua viva! E viva a nova presidenta do Brasil!

 

Srª Presidente...elegante, não?

 

O Michaelis tem Presidenta:

http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues...

 

Problema desse Aulete aí que nunca ouvi falar.

 

A forma como a maioria dos comentários foi colocada denota um grau intenso de euforia e talvez uma vontade enorme de demonstrar a felicidade por uma vitória, porém há de se convir que, os tempos estão mudando sim e se tudo der certo para melhor, mas não sirvam de pretextos para eulouquecimento e deterioração da cultura, porque senão ao invés de andarmos para frente caminharemos para trás. É de se pensar nessas colocações. Parabéns a Dilma nossa Presidente da República.

 

Se me permitem um pitaco, e se quiserem, vejam esse texto que postei no dia primeiro, sobre minha escolha pessoal por presidenta - que, como muitos já apontaram por aqui, é sim autorizado, gramaticalmente falando: http://lifega.wordpress.com/2010/11/01/presidenta/

Abraços,

 

 

Presidente, porque:

Como diz bem o Aulete, é um substantivo comum de dois gêneros; se eu não digo presidento, não digo presidenta; se eu não digo estudanto, eu não digo estudanta.

É uma simples questão de lógica - e pra que desrespeitar a lógica quando ela é tão simples?

 

Outra, Nassif:

Dicionário não "diz o que está certo", muito menos o adequado. Apenas reconhece a existência, conforme o filólogo responsável. E "reconhecer a existência" não significa legitimar, pois, se o "menas" grassar, o dicionarista terá o dever de registrar, e cada um que use conforme o seu ouvido. Em suma: não dá pra respeitar quem justifica no dicionário seu mau gosto...

 

       Presidente ou Presidenta - tanto faz... o importante é que ELA está LÁ!  Sra Presidente, Presidenta Dilma

 

Convenhamos que "presidenta" é muito feio! Melhor "presidente" mesmo.

 

Gente, numa boa, vão estudar matemática, funções, lógica, linguística (todas relacionadas, pra quem não sabe). Não vi um dos engraçadinhos responder se Dilma é uma mulher decenta ou se o voto nela foi inteligento.

Quem quer explicar essa violência de mexer na língua por decreto pelo velho e bom "a língua é viva", ignora a evolução, acha que a vida nasce por decreto, ou por brotamento. Ou estou sendo incoerento?

Aliás, a regra que vcs defendem é EXATAMENTE aquela que ampara a criação do MENAS. Nada contra, mas assumam que gostam, que faz bem ao ouvido de vcs.

Presidenta... melhor ler isso que ser cego.

DILMA PRESIDENTE. Simples e racional, como nela votar. E me poupem.

 

 

Há controvérsias: http://www.dicionariodoaurelio.com/Presidenta

 

Agora, cá entre nós, o cara tem de ser meio tolinho para achar que ela não consultou alguém antes de dizer estas palavras, não acha, não? 

 

 

http://falabonito.wordpress.com/2007/01/06/presidente-ou-presidenta/

Presidente ou Presidenta?
Postado  6 janeiro, 2007
Filed under: Dúvidas, Gramática, Miscelânea |
 O Dicionário Aurélio ensina que o feminino de presidente é presidenta. É isso mesmo, com o “a” no final. Talvez seja um pouco estranho ao ouvido por falta de costume.
Sobre o assunto o Prof. Hélio Consolaro explica:
A predominância do masculino na língua reflete o machismo. Se houver numa sala 39 mulheres e um homem, o orador deverá usar o masculino na sua invocação: prezados senhores… No máximo, falará: prezadas senhoras e prezado senhor. Ofenderia o macho presente se o orador generalizar pelo feminino e dissesse apenas: prezadas senhoras.Assim, em passado recente, não havia feminino de presidente e nem de hóspede. Agora, depois da luta das mulheres na sociedade, os dicionários já registram e a gramática aceita os femininos: presidenta, hóspeda.
Por que isso não acontece na hierarquia da Polícia Militar? Na entrevista desta Folha, edição de 1.º/6, Katia Damasceno Sabino foi tratada por soldado, nada de soldada.
Nenhum dicionário registra o feminino “soldada” e tampouco “sargenta”, apenas Luiz Antonio Sacconi em sua “Nossa Gramática – Teoria e Prática”, Editora Atual, admite tais flexões.
Na verdade, a Polícia Militar, com a presença da mulher em suas fileiras, mantém a estrutura machista, segura a feminização das patentes na divulgação de seus documentos oficiais. E gramáticos e jornalistas concordam com isso.
Não se sabe como as soldadas se sentem sendo tratadas como homens, mas há mulheres que escrevem versos e não gostam de ser chamadas de poetisas, querem ser tratadas de poetas, acham que o feminino as desvaloriza. Isso também é machismo, e pior, machismo do feminino.
Talvez seja apenas preocupação de um professor de Português e os soldados femininos estejam gostando desse tratamento.
fonte:Hélio Consolaro é professor do Ensino Médio e jornalista
 
http://falabonito.wordpress.com/2007/01/06/presidente-ou-presidenta/
 
 
 
mais:portal da globo
 
http://g1.globo.com/platb/portugues/2010/11/01/a-presidente-ou-presidenta/
 
A PRESIDENTE ou PRESIDENTA
seg, 01/11/10
por Sérgio Nogueira |
categoria Dicas
Tanto faz. As duas formas, linguisticamente, são corretas e plenamente aceitáveis.
A forma PRESIDENTA segue a tendência natural de criarmos a forma feminina com o uso da desinência “a”: menino e menina, árbitro e árbitra, brasileiro e brasileira, elefante e elefanta, pintor e pintora, espanhol e espanhola, português e portuguesa.
Na língua portuguesa, temos também a opção da forma comum aos dois gêneros: o artista e a artista, o jornalista e a jornalista, o atleta e a atleta, o jovem e a jovem, o estudante e a estudante, o gerente e a gerente, o tenente e a tenente.
Há palavras que aceitam as duas possibilidades: o chefe e A CHEFE ou o chefe e A CHEFA; o parente e A PARENTE ou o parente e A PARENTA; o presidente e A PRESIDENTE ou o presidente e A PRESIDENTA…
O problema deixa, portanto, de ser uma dúvida simplista de certo ou errado, e passa a ser uma questão de preferência ou de padronização. No Brasil, é fácil constatar a preferência pela forma comum aos dois gêneros: a parente, a chefe e a presidente. É bom lembrar que a acadêmica Nélida Piñon, quando eleita, sempre se apresentou como a primeira PRESIDENTE da Academia Brasileira de Letras. Patrícia Amorim, desde sua eleição, sempre foi tratada como a presidente do Flamengo.
É interessante observar também que formas como CHEFA e PARENTA ganharam no português do Brasil uma carga pejorativa.
É possível, porém, que a nossa Dilma prefira ser chamada de PRESIDENTA seguindo nossa vizinha Cristina, que gosta de chamada na Argentina de LA PRESIDENTA.
 

 

O dicionário do Laudelino Freira registra: Presidenta - Mulher que preside. Assim, é Presidenta mesmo. Ademais, se não fosse por isso, porque usamos "deletar" e não apagar? A língua portuguesa, como qualquer idioma, é viva e aceita novas formas adotadas pelo povo. VIVA A PRESIDENTA DILMA. 

 

O mesmo Caldas Aulete registra "personagem" como de dois gêneros. Não existe "o coragem", "o viagem", "o clonagem" - seria somente "a personagem". Mas é claro que essa lógica não funciona. Podemos perfeitamente dizer "o personagem" para se referir a um masculino e reservar "a personagem" para um feminino.

Apenas porque o modelo geral é que termos em -ente: "contente", "sapiente", "recitente", etc. não apresenta formas "contenta", "sapienta", "reticenta", etc. não quer dizer que não se possa criar a forma "presidenta" - que, aliás, não está apenas dicionarizado em outros dicionários tão conceituados como Aulete: como o Houaiss, mas no próprio VOLP é registrado "presidenta".

[]s,

Roberto Takata

 

Simplesmente a palavra presidente, como é comum para os substantivos terminados em "e", não varia. Porque não existe presidento.

o cliente e a cliente

o amante e a amante

o ajudante e a ajudante

A Dilma andou usando a forma presidenta com o intuito de enfatizar o fator "mulher" na campanha.

Sensato seria que os jornalistas dessem preferência a forma culta, e coerente com o idioma, a adotar uma variação de cunho casuístico para a eleição.

 

Algo está errado. O verbete presidenta consta do dicionário Aulete digital que tenho instalado em meu computador, programa que tem a base de dados online, além de aparecer no sistema de busca do site aulete.uol.com.br.

 

Mais uma discussão inútil. Engraçado é que, apesar do "manifesto" do Lexicon, o próprio Aulete, versão online, registra o verbete "presidenta", sem ressalvas. O mesmo acontece com o Houaiss e, sobretudo, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras.

Mó falta do que fazer isso...

 

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:"Tabela normal";
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:"";
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:"Calibri","sans-serif";
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:"Times New Roman";
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;}

DICIONÁRIO AURÉLIO

Significado de Presidenta

s.f. Mulher que exerce função de presidente.

 

MICHAELIS UOL

presidenta
pre.si.den.ta
sf (fem de presidente) 1 Esposa do presidente. 2 Mulher que preside.

 

Para o professor Pasquale

A presidente ou presidenta?

 

O feminino não é obrigatório, mas pode ser usado

 

 

 

 

 

 

E no caso de Primeira-Dama? como fica?

 

Primeiro-cavaleiro ? ou" primeiro-damo"?

 

esse não iremos saber tão cedo... só quando elegermos a segunda mulher presidenta!

 

:D

 

Feliz um POVO que discute sobre como denominar a primeira mulher a presidir o Brasil!

As trevas se dissiparam varridas pelos bons ventos e augúrios que sopram a nós, brasileiros de alma levada.

Paz na web aos brasas de boa postagem.

 

Quando Dom João VI aportou nesta terra trouxe várias novidades. Para as mulheres, abriu a primeira possibilidade que elas trabalhassem. Havia os mestres e as mulheres, que passaram a poder dar aulas, seriam as "MESTRAS". Depois, foram aparecendo as enfermeirAS, as médicAS, etc...

 

então...nunca antes neste país, uma mulher havia chegado ao cargo maior da República. O cargo é masculino. Já a qualificação dele por uma mulher passa a reger o substantivo pelo final "a", na língua portuguesa.

 agora, desejo que a Dilma seja a melhor a PRESIDENTA que este país já viu

 

ABS!

 

Amigos,

com o risco de estar chovendo no molhado, transcrevo abaixo os verbetes de quatro dos nossos principais dicionários.

Inicialmente notemos, que todos, inclusive o AULETE, apresentam o verbete Presidenta. Assim, as duas grafias estão corretas.

Porém, apenas por questão de gosto ou estética, prefiro PRESIDENTE, pois sinto presidenta soar esquisito, como seriam doenta, contenta, alegra, serventa...

Neste aspecto, concordo com a posição do Lexikon e continuarei usando Presidente Dilma.

É isso.

 

AULETE 

Presidenta

s. f. (fam.) || mulher que preside; esposa de um presidente.   F. Presidente.

 

Presidente

(pre.si.den.te)

s2g.

  1  Pessoa que chefia conselho, tribunal, assembleia etc.: presidente da Câmara dos Deputados.

  2  O chefe de Estado de um país que adota o presidencialismo (presidente da República)

  3  Pessoa que preside a um ato, concurso, empresa etc.: presidente da banca examinadora.

 

 [ Fem.: presidenta. Tb. se usa a presidente.]

 

a2g.

  4  Que preside, que dirige

 

 [F.: Do lat. praesidens,entis]

 

Presidente da República  

1         Pol.  No sistema republicano presidencialista, o chefe do governo e chefe de Estado.

 

===

 

AURÉLIO

 

Presidenta

S. f.

 1.    Mulher que preside.

 2.    Mulher de um presidente. 

 

Presidente

 

[Do lat. praesidente.]

S. 2 g.

 1.    Pessoa que preside.

 2.    Pessoa que dirige os trabalhos duma assembléia ou corporação deliberativa. 

S. m.

 3.    O presidente da República. 

Adj. 2 g.

 4.    Bras. Ant. Governador de Estado. 

 

u Presidente da República

 1.    Chefe de Estado republicano.

 

===

 

HOUAISS

 

Presidenta

 substantivo feminino

1   mulher que se elege para a presidência de um país

Ex.: a p. da Nicarágua

2   mulher que exerce o cargo de presidente de uma instituição

Ex.: a p. da Academia de Letras

3   mulher que preside (algo)

Ex.: a p. da sessão do congresso

4   Estatística: pouco usado.

esposa do presidente

 

Presidente

 substantivo de dois gêneros

indivíduo que preside (algo)

1   indivíduo que dirige os trabalhos numa assembléia, congresso, conselho, tribunal etc.

2   título oficial do chefe do governo no regime presidencialista

3   título oficial do chefe da nação nas repúblicas parlamentaristas

4   título que às vezes se dá ao dono ou ao diretor-geral de uma empresa, clube, banco etc.

 adjetivo de dois gêneros (1664)

5      que preside, que dirige

 

No rodapé:

fem.: presidenta (mas a presidente tb. é us.)

 

 

===

 

MICHAELLIS

Presidenta
pre.si.den.ta
sf (fem de presidente) 1 Esposa do presidente. 2 Mulher que preside.

Presidente
pre.si.den.te
adj e s m+f (lat praesidente) Que, ou pessoa que preside ou dirige as discussões ou deliberações de uma assembléia, de um conselho, de um tribunal etc. sm 1 Título oficial do chefe do Poder Executivo e comandante de todas as forças armadas de um país. 2 Aquele que preside a um ato, a um concurso, a uma tese, a um exame. Fem: presidenta.

 

 

O que importa é que a Dilma ganhou.

Isso é IMEXÍVEL!!

hehehe

 

A Presidente fica mais elegante.

 

Dilma é mais popular, usa o Aurélio, que prevê presidente, comum de dois gêneros, e também presidenta, feminino de presidente. Só não é certo, em se usando presidenta, dizer que Dilma é a primeira, porque presidenta é também a mulher do presidente, então já tivemos dezenas. Sempre segundo o popular Aurélio. Então, que cada um use a forma que considera melhor, e a Presidência da República que escolha a que preferir. Ou não: que use as duas formas... Eu, que acho presidenta uma palavra feia, usarei presidente. Questão de gosto.

 

Presidenta.

Para ela está bom. Para mim está excelente.

 

Na dúvida, aprendi que se deve optar pela forma que soe melhor para os ouvidos.

Para mim, independente do que possam dizer os professores, vou usar sempre a expressão

"A Presidente da República" quando me referir a Dilma, mesmo que outras formas possam também estar corretas, mas me soam mal.

Sua Excelência Dilma Rousef, a Presidente do Brasil, com muito orgulho.

 

Interessante é que eu tenho o Dicionário Aulete instalado no meu computador e veja o que consta:

"Presidenta

s. f. (fam.) || mulher que preside; esposa de um presidente.   F. Presidente. "

 

Apesar do Aulete indicar presidenta como correta, recebi no meu e-mail e mensagem postada "Palavra do Dia". Faltou postar o final do e-mail que talvez nos ajude a compreender melhor o estranho evento:

"www.aulete.com.br

Gostaria de sugerir uma palavra? Envie um email para [email protected]

____

A Palavra do dia é um serviço oferecido gratuitamente para os usuários cadastrados do Aulete Digital.

Para cancelar o recebimento ,envie um email para [email protected]

____

A Palavra do dia agora pode ser ouvida pelo site da Rádio Globo: www.radioglobo.com.br

Palavra do Dia: uma parceria da Lexikon Editora Digital com a Rádio Globo. "

 Irei solicitar o cancelamento de palavra do dia, já que estou com a impressão que resolveram "tucanar" o dicionário. É brincadeira?

 

HOUAISS

presidenta
presidenta

Acepções
■ substantivo feminino
1    mulher que se elege para a presidência de um país
Ex.: a p. da Nicarágua
2    mulher que exerce o cargo de presidente de uma instituição
Ex.: a p. da Academia de Letras
3    mulher que preside (algo)
Ex.: a p. da sessão do congresso
4    Estatística: pouco usado.
     esposa do presidente

MICHAELIS

presidenta
pre.si.den.ta
sf (fem de presidente) 1 Esposa do presidente. 2 Mulher que preside.

 

 

Talvez isso explica a dissonancia entre o aulete que tenho instalado e o texto publicado.

"Os 86 mil verbetes atualizados para o universo léxico contemporâneo, ainda em fase de ampliação e de correção, inclusive com a colaboração dos usuários. Este segundo módulo estará em permanente atualização, à medida que for corrigido, ampliado, acrescido de novos verbetes e/ou novos significados e informações, e essas atualizações irão sendo incorporadas ao dicionário em seu servidor de internet, de modo que uma nova palavra, um novo significado, uma nova informação, uma correção de erro ou de omissão, estarão automaticamente disponíveis. Este é o conceito revolucionário de um dicionário de crescimento infinito, sempre atualizado, sempre em interação com o uso da língua"

Fonte:http://aulete.uol.com.br/o_que_e.php

O certo é que as duas grafias estão corretas (conforme o próprio Aulete veja link http://aulete.uol.com.br/site.php?mdl=aulete_digital  também o Houaiss

presidenta IMPRIMIR presidenta

Acepções
■ substantivo feminino
1    mulher que se elege para a presidência de um país
Ex.: a p. da Nicarágua
2    mulher que exerce o cargo de presidente de uma instituição
Ex.: a p. da Academia de Letras
3    mulher que preside (algo)
Ex.: a p. da sessão do congresso
4    Estatística: pouco usado.
     esposa do presidente

, sendo a de presidente para ambos os gêneros a mais popular.

link:http://houaiss.uol.com.br/busca.jhtm?verbete=presidenta&x=0&y=0&stype=k ,

ou o MICHAELIS:

presidenta
pre.si.den.ta
sf (fem de presidente) 1 Esposa do presidente. 2 Mulher que preside.

no link: http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=presidenta

 

Resumindo, esta discussão está bastante estranha. Será que estão se aproveitando do Aulete possuir uma parte baseada na web 2.0 para criar uma certa confusão? Será que o texto não foi retirado do fórum de discussão do Aulete? Pois existe o Aulete Digital que possuo instalado e que aceita a grafia de presidenta como correta, temos o iAulete que também reconhece a grafia, mas existe o "Nosso Aulete - interativo que é omisso, talvez estejam discutindo isso e está criando este mal entendido.

 

Muito bom podermos estar discutindo isso! :)))

 

 

O que verdadeiramente importa é que é Dilma e não Zé Bolinha de Papier dirigindo o Brasil.

Se a nossa Dilminha preferir presidenta, assim será. Ela merece.

 

Orlando

 

Que me desculpe o pessoal do Aulete mas tá lá no Houaiss, tanto  na primeira edição quanto na segunda, com a nova ortografia:  Presidenta- substantivo feminino.

 

Que me desculpe o pessoal do Aulete mas tá lá no Houaiss, tanto  na primeira edição quanto na segunda, com a nova ortografia:  Presidenta- substantivo feminino.

 

Que me desculpe o pessoal do Aulete mas tá lá no Houaiss, tanto  na primeira edição quanto na segunda, com a nova ortografia:  Presidenta- substantivo feminino.

 

Palavras terminadas em E e em consoante no Português, quando de origem latina, vêm da terceira conjugação, que incluía tanto nomes femininos quanto masculinos. Mas, na passagem para o Português, uma boa parte dessas palavras (praticamente todas as terminadas em consoante) ganharam um feminino em A, por ex., elefante, elefanta, professor, professora (diferentemente do Francês, em que professeur é sempre palavra masculina, mesmo quando se refere a uma mulher, o que aliás causa certos problemas sintáticos). É a tendência da língua, e, com o tempo, tende a incluir mais palavras. O uso faz a língua, dicionários apenas a registram.

 

Nassif

Pra quem pensava ao contrário, o programa mais você da apresentadora Ana Maria Braga também é cultura. Ela já havia antecipado essa discussão em uma  conversa com o filósofo e mestre em Educação Mário Sérgio Cortella

Veja link abaixo, onde ela aborda essa preocupação: Presidente ou Presidenta. Incrível, simplesmente isso não tem a menor importância.

http://maisvoce.globo.com/videos/v/voce-acha-que-entende-de-politica/1366699/#/programas/20101101/page/1

 

 

 Dicionário Houaiss 

Presidenta

Acepções

substantivo feminino

1. mulher que se elege para a presidência de um país

2. mulher que exerce o cargo de uma instituição

3. mulher que preside (algo)

4. Estatística: pouco usado.

Etimologia fem. de presidente 

 

 

Ao longo dos tempos a língua vai se enriquecendo com novas palavras (neologismo). Creio que nesse momento histórico e num país tão preconceituoso, a modificação é altamente benvinda. Viva a nossa Presidenta!

 

O que  o pano esconde é só um detalhe, PRESIDENTE Dilma!!!

 

Estas en la diabla metiejo kien mi ŝatas labori.

Como esse termo 'presidenta' nunca me soou bem e, nas minhas atividades, jamais o vi aplicado à nenhuma mulher ocupante dos cargos de presidente por onde passei, só consigo escrever e pronunciar presidente

 

Provocaçóes:

O primeiro grande debate sexo-politico-ideológico pós eleitoral está posto:

Para a esquerda, para o povo e, principalmente, para as mulheres, PRESIDENTA;

para os demais, o que quiserem: presidente, poste, fantoche etc etc etc.

 

No novíssimo Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras, aparece a palavra "presidenta", substantivo feminino, enquanto a palavra "presidente" é listada como substantivo masculino. O pessoal do Aulete me perdoe, mas para nós, escritores e professores, o Vocabulário da Academia é o documento básico para dirimir essas dúvidas.

 

Presidenta é valido, sim, mas soa para a maioria da população como uma coisa pedante (por isso nunca foi usado em campanha nem pelas emissoras de TV, que criam um produto que atinge, melhor do que ninguém, à todas as camadas da população), diferente da palavra "bispa", por exemplo, que se tornou uma forma mais fácil para ser o feminino de bispo do que a original, "episcopisa".

E, diga-se a verdade, essa dúvida parece coisa de feminista nojenta e de esquerdista que quer valorizar mais o fato de uma mulher ter sido eleita presidente da República do que as qualidades da que colocou o governo Lula nos eixos em seu segundo mandato (o que muita gente se esquece): Dilma Roussef está sendo mais valorizada por ser mulher do que pela competente assessora e administradora que foi em todos os cargos que ocupou.

E isso é mais prova do nosso machismo latente do que todas as bobagens que serão ditas sobre a nossa presidente.

 

"Presidenta é valido, sim, mas soa para a maioria da população como uma coisa pedante"

poderia nos passar o link dessa pesquisa ou estudo, em âmbito nacional? 


"(por isso nunca foi usado em campanha nem pelas emissoras de TV, que criam um produto que atinge, melhor do que ninguém, à todas as camadas da população)"

Devo ter tido alucinações, porque ouvi e li "presidenta" muitas vezes na campanha oficial e na mídia e na boca de jornalistas, analistas, comentaristas, na boca da Dilma, inclusive


"E, diga-se a verdade, essa dúvida parece coisa de feminista nojenta"

Já que você tocou no assunto, a rejeição tão vigorosa e sem sentido a uma palavra unicamente por estar no feminino me parece coisa de "machista nojento" capaz de rotular feministas de nojentas assim, do nada.

Sem ofensa, claro.