Xadrez de como o TRF4 desmoralizou a Justiça brasileira, por Luis Nassif

Atualizado às 12:20

João Pedro Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor Luiz dos Santos Laus, os três desembargadores do TRF4 que julgaram Lula, provavelmente entrarão para a história do direito penal brasileiro.

A sentença proferida, as ginásticas processuais, expuseram de forma definitiva o poder de manipulação de juízes descomprometido com a seriedade da profissão. E, assim como receberam uma batata quente das mãos do colega Sérgio Mouro, entregarão aos tribunais superiores – que irão analisar sua sentença – um frankestein legal, capaz de consumar a desmoralização final dos operadores de direito brasileiros perante a comunidade jurídica internacional.

Partiu do ex-juiz federal, e atual governador do Maranhão Flávio Dino, as análises mais objetivas sobre a pantomima de Porto Alegre.

Diz ele que milhares de páginas de direito penal foram rasgadas.

Peça 1 – os crimes indeterminados

Na falta de provas, o juiz Sérgio Moro havia criado, para criminalizar Lula, a figura do ato de ofício indeterminado – isto é, algum ato que Lula tomou, não se sabe como, onde, mas que existiu, existiu, e não se fala mais nisso.

Seus colegas do TRF4 ampliaram a criatividade e criaram a figura do “crime de corrupção complexo”, do qual ninguém sabe a data, o local, as circunstâncias, mas que existiu, existiu.

Peça 2 – a lavagem de dinheiro

A Lava Jato conseguiu uma criatividade inédita na caracterização do crime de lavagem de dinheiro, diz Flávio Dino: a OAS lava dinheiro dela mesma. Ou seja, para disfarçar a propriedade do tríplex, mantêm-no em seu próprio nome. Moro criou; o TRF bancou.

Peça 3 – o crime de solicitar

Como não se conseguiu provar que houve qualquer espécie de recebimento, mudou-se o núcleo do crime de “receber” para “solicitar”. Para “receber” teria que haver provas da transferência do bem. Para “solicitar”, bastou a palavra do delator Léo Pinheiro, cuja pena foi reduzida de 16 anos para 3 anos por conta da contribuição ao processo.

Peça 4 – a tal teoria do fato

De seus tempos de juiz, Flávio Dino se recorda de várias acusações contra magistrados, indicando que assessores negociavam sentenças em salas ao lado da sala do titular. Todos foram absolvidos sob o argumento de que não podiam adivinhar o que ocorria na sala ao lado com auxiliares corruptos.

Leia também:  A queda expressiva no saldo comercial brasileiro, por Luis Nassif

 No entanto considerou-se que um presidente da República, de um país das dimensões do Brasil, tinha que saber o que ocorria com os contratos de uma das estatais.

Peça 5 – a competência da Lava Jato

Não havia suporte para a competência da Vara de Curitiba e do TRF4. Afinal, o apartamento em questão está em Guarujá e não havia correlação nítida com nenhum ato ligado à Petrobras.

Para garantir o controle de Sérgio Moro, os procuradores ligaram o tríplex a três contratos da OAS com a Petrobras.

Na sentença, Sérgio Moro diz explicitamente que não havia relação com os três contratos. Seus colegas do TRF4 colocam a Petrobras de volta no contrato, mostrando inconsistência generalizada das acusações.

 

Peça 6 – as sentenças ampliadas

Aqui se entra na parte mais bizarra da sentença, mostrando como um erro inicial, para ser mantido exige mais erros nas instâncias superiores.

Confira a malha em que se enredaram os quatro juízes – Sérgio Moro e os três desembargadores, mais os procuradores da Lava Jato.

Passo 1 –  enquadraram Lula no crime de corrupção passiva.

Depois, se deram conta do engano. Corrupção passiva só se aplica a funcionário público, ou a quem estiver exercendo cargo público. Todas as acusações – tríplex, reforma no sítio de Atibaia etc – foram em cima de fatos ocorridos depois que Lula deixou a presidência.

Para corrigir o cochilo, os procuradores puxaram as denúncias para antes de 2010. E Sérgio Moro convalidou.

Passo 2 – as prescrições

Ocorre que o artigo 109 do Código Penal diz o seguinte, a respeito de prescrições de penas:

Art. 109. A prescrição, antes de transitar em julgado a sentença final, salvo o disposto no § 1o do art. 110 deste Código, regula-se pelo máximo da pena privativa de liberdade cominada ao crime, verificando-se:                (Redação dada pela Lei nº 12.234, de 2010).

Leia também:  A queda expressiva no saldo comercial brasileiro, por Luis Nassif

I – em vinte anos, se o máximo da pena é superior a doze;

II – em dezesseis anos, se o máximo da pena é superior a oito anos e não excede a doze;

III – em doze anos, se o máximo da pena é superior a quatro anos e não excede a oito;

IV – em oito anos, se o máximo da pena é superior a dois anos e não excede a quatro;

V – em quatro anos, se o máximo da pena é igual a um ano ou, sendo superior, não excede a dois;

Significa o seguinte: se a pena máxima é superior a oito anos e não excede a doze (como era a pena aplicada por Moro no item corrupção passiva há prescrição se o prazo entre o malfeito e a sentença final superar 16 anos.

Mas há uma cláusula que não foi considerada pela brilhantíssima equipe da Lava Jato. Para réus com mais de 70 anos, o prazo de prescrição cai pela metade, ou oito anos.

Como a Lava Jato imputou a Lula fatos ocorridos em 2009, com mais oito anos dá 2017. E a pena estaria prescrita.

Foi por isso que os três desembargadores fecharam questão em torno da pena de 12 anos e um mês, comprovando definitivamente a marmelada. Com a variedade de itens a serem consideradas na dosimetria (o cálculo da pena) a probabilidade dos três fecharem questão em torno do mesmo valor seria mínima.

Passo 3 – das penas máximas

O crime de corrupção passiva é de 2 a 12 anos. Como réu primário e de bons antecedentes, não se poderia dar acima da pena mínima. O Código Penal tem requisitos e STF (Superior Tribunal de Justiça) e o STF (Supremo Tribunal Federal) já disseram várias vezes que, para se afastar o réu primário da pena mínima, tem que apresentar fatos específicos.

No entanto, os três desembargadores se afastaram da mínima, quase chegando à máxima de 12 anos, para impedir a prescrição, sem apresentar nenhum fato específico.

Leia também:  A queda expressiva no saldo comercial brasileiro, por Luis Nassif

Peça 7 – os tribunais superiores

Para Flávio Dino, na força bruta empregada pelos três desembargadores reside a fraqueza maior da decisão.

Diz Dino que na comunidade dos intérpretes das leis e constituições reina maioria avassaladora que considera que o julgamento foi “atípico”.

A única exceção são aqueles que acham que foi “atípico” porque os colegas precisavam preservar Sérgio Moro. A intenção, para estes, não seria condenar Lula, mas absolver Moro das excentricidades de sua sentença. Dino considera que trata-se de leitura equivocada: o alvo era Lula, mesmo.

Segundo Dino, o julgamento significou um retrocesso de 300 anos no direito, porque assumindo feição inquisitorial, remetendo aos tempos da Inquisição, nos quais definia-se primeiro a culpa, para depois encontrar o crime.

Independentemente da linha política em jogo, Dino considera que os tribunais superiores terão que dizer se garantem ou não dois direitos fundamentais:

1.     Permitir a prisão de Lula enquanto tramitam recursos contra a decisão do TRF4. É preciso sublinhar diariamente, diz Dino: prisão antecipada tem que ser justificada com razões concretas.

2.     Buscar a aplicação da Lei da Ficha Limpa. Ela não definiu de modo absoluto que qualquer julgamento colegiado induz à inelegibilidade. Quando o direito de concorrer for plausível, com demonstrações de parcialidade das instâncias inferiores, os tribunais superiores deverão conceder liminar, por haver dano irreparável se a pessoa não concorrer.

Sejam quais forem as consequências, Gebran, Paulsen e Laus entram para a história política e do direito brasileiro, como três magistrados que sacrificaram os princípios do direito, o respeito às leis e à sua profissão, em favor de objetivos menores.

A informação do procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, de que não será possível abrir o sistema Drousy, da Odebrecht, é o ponto final na pantomima da Lava Jato.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

136 comentários

  1. Não Tá Fácil Segurarem o Golpe, Sem Deixarem as Bundas de Fora

    Quem diria, o TRF-4 é o Waterloo em slow-motion, da operação golpista lavajateira. A cada dia que passa a farsa jurídica fica cada vez mais escancarada e olha que Tácla Duran e o ‘Drousy’ da Odebrecht, sequer apresentados foram ainda, como se deve, a desinformada plateia ‘amarela CBF’ brasileira.

    E quarta-feira tem mais, OFF terá que dar nó em pingo d’água na Folha/UOL e os Marinho no JN, para esconderem a pesquisa que apressadamente pensaram útil (será que tentarão frauda-la?) aos inconfessos, porém escancarados, desejos, no caso do OFF, desde que Lula, em 2002, deixou-o engasgado no pudim e com a colher de sobremesa à mão, sob olhar perplexo e boca aberta do solidário Clóvis, no almoço oferecido pelo pai a Lula, acompanhado na ocasião por, Zé Alencar e Ricardo Kotscho. 

  2. Prescrição – considerações técnicas do comentário de Flávio Dino

    O delito imputado a Lula esta prescrito conforme a tipificação dada pelo TRF4

    A divergência, que vem a acarretar a ocorrência da prescrição  esta no fato que o Juiz Sérgio Moro, apesar de definir que o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva é culpado do delito de corrupção passiva, em razão da existência de um esquema geral de fraudes, acerca do qual deteria o domínio, o problema é que, não obstante tal fundamentação – ele (Moro)não define que a corrupção tem início por ocasião do acerto de tal esquema, mas sim que esta teria início nos atos de exaurimento, ou seja, transfere – sem motivo algum – a consumação do crime de corrupção passiva para fato superveniente, no caso, por ocasião da efetivação de contratos oriundos das referidas tratativa.  

    Ora, a consumação do delito é essencial para definir o lapso prescricional. Se for por ocasião das tratativas, que se definiram em 2007, está prescrito.

    Em outros termos, a sentença e o voto (a conferir) deixam claro que o delito que é imputado ao ex-Presidente Lula se daria através de um esquema de arrecadação de propinas, de onde sairiam os recursos para irrigar as contas do partido dos trabalhadores e, no caso, do próprio  ex-Presidente – o que teria ocorrido no tríplex.

    Corrupção passiva –  núcleo solicitar – delito formal

    Assim, conforme tal definição, estaria configurado o crime de corrupção passiva que tem como núcleo solicitar, sendo delito formal, bastando a ocorrência do acerto, da solicitação, não necessitando haver o recebimento.

    Na forma acima delineada, o recebimento é considerado mero exaurimento, uma vez que o delito se consuma quando das tratativas, o que teria ocorrido em 2007. Conforme depoimento de Léo Pinheiro, neste sentido:

    520. Declarou, em síntese, que a Construtora OAS passou a participar de ajustes fraudulentos de licitação por volta de 2007 ou 2008 e que o Grupo OAS participou do esquema criminoso que vitimou a Petrobrás, tendo pago, de maneira frequerente, vantagem indevida aos Diretores da Petrobras, inclusive nos contratos da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (REPAR) e da Refinaria do Nordeste Abreu e Lima (RNEST). Também declarou que parte dos pagamentos era direcionada a agentes ou partidos políticos. Afirma que, quanto ao contrato na Refinaria do Nordeste Abreu e Lima (RNEST), teria sido procurado diretamente por João Vaccari Neto para pagamento de 1% do valor do contrato para o Partido dos Trabalhadores. Afirmou não se recordar especificamente se o mesmo ocorreu no contrato na Refinaria Presidente Getúlio Vargas (REPAR).

    Desta forma, o delito de corrupção passiva, no que tange aos contratos mencionados na inicial acusatória, se consuma, no que tange a referida empresa, quando a OAS adentra ao esquema, ainda que nesse momento ainda não tenha recebido nem pago nenhuma propina.

    Assim, conforme o acima exposto, a realização de contratos é mero exaurimento do delito.

    De outra banda, ainda que se considere que não há prova do delito no que tange ao aspecto formal, do acerto da OAS com o “esquema do governo Lula”, tal situação ficaria consolidada já na primeira participação da OAS, na licitação da REPAR, em 2007, pois desde então já se sabia quem ia vencer e quais as obrigações do vencedor.

    Trata-se a contratação e pagamento de valores supervenientemente, de mero exaurimento do delito de corrupção passiva, os quais, segundo jurisprudência pacífica, não precisavam nem mesmo se concretizarem.

    Reitere-se, a contratação para as obras, tanto REPAR como RENEST, ou contratações supervenientes, são mero exaurimento de um só delito de corrupção, consubstanciado no acerto previamente realizado.

    E, nesse caso, a data do delito passa ser o ano de 2007, o que conduz ao reconhecimento da prescrição, ainda que considerada a exacerbação posta pelo TRF4.

    Esta discussão toda esta presente na AP 470, essencial para fundamentação da tese. Ministra Rosa Weber, AP 470,  1085 a 1086 paginas

    ….. Explico: a distinção entre crimes materiais e formais, todos sabemos, exige a análise do núcleo do tipo. Se a conduta somente se realiza com o advento do resultado, o crime é material. Se o comportamento opera a consumação do delito, independentemente do resultado material, o crime qualifica-se como formal. Assim, v.g., no homicídio somente a morte implica a consumação do crime. Já na injúria verbal, a palavra com potencialidade lesiva basta para consumar o delito.

    Os crimes de corrupção passiva e corrupção ativa (artigos 317 e 333 do Código Penal) imputados aos réus são tipos penais plúrimos, ou seja, tipos com mais de um núcleo, evidenciando a preocupação do legislador de conferir maior abrangência à regra de proibição.

    Na corrupção passiva três são os núcleos: solicitar ou receber vantagem indevida e, ainda, aceitar promessa de vantagem indevida.

    Na corrupção ativa, apenas dois: oferecer ou prometer. Na corrupção ativa ambos os núcleos importam o reconhecimento do crime formal. Então, nesse delito, a percepção da vantagem pelo corrompido constitui exaurimento do delito.

    Já na corrupção passiva, sob a forma solicitar, o crime é formal; mas sob a forma receber – e aqui peço vênia, pela primeira vez a me manifestar sobre o tema nesta Casa, para não perfilhar a orientação jurisprudencial nela dominante -, o crime é material. No primeiro núcleo, basta a solicitação para realizar o tipo; no segundo, todavia, pressupõe-se o efetivo recebimento da propina por não se esgotar, o tipo, na mera aceitação de vantagem indevida.

    Logo, em se tratando do núcleo solicitar, o efetivo recebimento da propina constitui exaurimento do crime; no caso do núcleo receber, a percepção da vantagem integra a fase consumativa do delito.

    Colho o magistério de Cezar Roberto Bitencourt: “A corrupção passiva consiste em solicitar, receber ou aceitar promessa de vantagem indevida, para si ou para outrem, em razão da função pública exercida pelo agente, mesmo que fora dela, ou antes de assumi-la, mas, de qualquer sorte, em razão da mesma.

    Solicitar, no sentido do texto legal, quer dizer pedir, direta ou indiretamente, para si ou para outrem, o que envolve conduta ativa, um agir, e nessa medida crime formal, de simples atividade, que se consuma com a mera solicitação.

    Receber significa obter, direta ou indiretamente, para si ou para outrem, a vantagem indevida. A iniciativa aqui parte do corruptor, a quem o funcionário público adere, isto é, não apenas aceita como também recebe a oferta.”

    Nessa linha, a utilização de um terceiro para receber a propina – com vista a ocultar ou dissimular o ato, seu objetivo e real beneficiário-, integra a própria fase consumativa do crime de corrupção passiva, núcleo receber, e qualifica-se como exaurimento do crime de corrupção ativa.

     E, a considerar tal definição, o crime teria ocorrido a partir de 2007.

    Para fins de análise da prescrição, esta data é essencial, pois, neste caso, mesmo se considerarmos o aumento da pena levado a cabo pelo TRF4, na análise da prescrição pela pena in concreto (definidas no caso, no acórdão, não havendo mais recurso pelo MPF), a pena aplicada estaria prescrita, e deste modo extinta a punibilidade.

    No caso, o cálculo do início da prescrição se deslocaria da data em que teria havido o acordo para recebimento do tríplex, para a data em que teria havido, em tese o acordo com a OAS para participar de licitações fraudulentas mediante contraprestação de vantagens.

    Assim, se considerarmos o termo inicial como sendo 2007, teriam decorrido mais de oito anos até setembro de 2016, data do recebimento da denúncia e, portanto, estaria prescrita a pretensão punitiva.

    O delito de corrupção passiva é referente ao núcleo solicitar,  é crime formal, e a percepção da vantagem é mero exaurimento, podendo ser considerado, como efetivamente o foi,  crime autônomo de lavagem de dinheiro.

    O delito de corrupção passiva é o referente ao núcleo receber, é crime material, e, neste caso, o ato de receber constitui-se na consumação do delito, sendo, por outro lado, incompatível com a concomitância da lavagem de dinheiro (eventual forma dissimulada faz parte do tipo, que somente se consuma quando do recebimento final).

     

     

    • Ou seja:

      Nesse primor de comentário, Lula teria que ADMITIR ter cometido os crimes que lhe foram imputados…

      Mas a coisa é pior, vejam:

      No debate sobre a prescrição, a falência do jus puniendi estatal, eu digo: O processo é válido, as provas são válidas, enfim, se debato a pena (assessório), assumo como verdadeiro o seu principal, a CULPA!!!!

      Alguém pode calar o Flávio Dino, por favor!!!!

      A cada comentário dele (Dino) se revela como funciona o estamento judiciário…Eles não conseguem, apesar de ele ser um governador, um político, se afastar da lógica formalista do processo e sua visão anti-política da lei…

       

       

      • MDS… Caro Hydra???
        Quando

        MDS… Caro Hydra???

        Quando se analisa a prescrição, não se perquire do mérito, ela é uma prejudicial de mérito, não há reconhecimento do delito, mas sim de que não há mais objeto para a persecução penal…

  3. Nassif, Nassif, esse pessoal
    Nassif, Nassif, esse pessoal nao esta nem ai pra esse papo de “Historia”. Nao sabem, nao querem saber e têm raiva de quem sabe dessas coisas. Pra eles Historia é coisa de comunista. Nao existe essa de “julgamento da Historia” pra esse pessoal. Vão se orgulhar de terem prendido o Lula e aguardar homenagens Brasil adentro.

    Ora, até hoje afirmam que depuseram um Presidente constitucional, fazendeiro para evitar a “ditadura comunista”; suspenderam habeas corpus para “garantir a liberdade”; achataram o salário “pro bem do trabalhador”..

    E por aí vai…

    “Historia”…

    • Claro

      Claro, Lucinei. Não sei como não cai a ficha de todos sobre isso.

      Muitos falam isso, de que esses canalhas do Judiciário vão se sujar para a história, e coisas do gênero.

      Blá-blá-blá. Esses canalhas golpistas não estão nem aí para isso. Formam um clube que gravita em torno da plutocracia, para ganhar dinheiro e poder, e só pensam em estar sintonizados entre si. Não estão nem aí para “povo”, “justiça social”, essas coisas de “comunista”.

      Gente golpista é a escória da política. Considerando que a política é a arte do diálogo para encontrar soluções consensuais, ela só pode existir se houver regras que regulem esse diálogo. Logo, ser golpista é negar a política no seu fundamento essencial.

      Esse pessoal não está nem aí para essas coisas. 

      • Pois é

        Pois é, Claudio Freire. Tenho comentado aqui há anos: são uns valentões de butiquim que embarcaram tolamente nas “tiorias” politicas e morais de jornais e revistas.

        E nem precisam aparecer em bate boca de internet nem em foto portando fuzil pra demonstrar isso.

        É um tremendo erro ficar tratando esse pessoal “à cavalheiro”. São novos ricos tipicos, personagens de ópera bufa de Offenbach.

    • De fato, Lucinei, a história

      De fato, Lucinei, a história pode ser revertida em favor algozes e não é novidade que criminosos de ontem, hoje são heróis. Um exemplo disso, na Ucrânia, país hoje sob governo fascista, um criminoso de guerra, Stepan Bandera, responsável pela perseguição e morte de mais de 100 mil judeus durante a 2ª grande guerra, hoje tem estátuas em praça pública, sendo elevado a herói nacional. 

      • É isso.

        É isso.

        E acusar no outro o que eles próprios fazem é sempre um procedimento padrão nessas inversões.

        Todo mundo na praça dos tres poderes e nas redações sabe que as campanhas eleitorais custam muito. A diferença básica é o que é declarado e o que não é.

        Mas a fascistada e a trouxinhada, incluídos aí esses agentes da área do direito, não querem nem saber de nada: embarcaram na “tioria” do “sinistro projeto de poder petralha” pra queimar um lado inteiro do espectro polítco como bruxa na praça, pra jogá-los no rio como bois de piranha e o resto da boiada toda passar.

  4. Rasgaram também a Lei de

    Rasgaram também a Lei de Registros Públicos,

     

    não vale o que está declarado em cartório, simplesmente jogaram fora o único meio de segurança juridica nas transações, o que está escrito nos documentos não vale nada, se um juiz assim quiser decidir, mas isso só vale pra Lula? Ah bom………que alívio……..então podem leiloar o triplex que não é de ninguém…

  5. Não pode estar acima da vontade popular

    É o povo quem faz as suas Leis, refletindo os seus desejos e as suas normas de conduta cívica e penal. O Juiz é apenas um empregado do povo. Devemos manter o estado de descontentamento com o golpe e o apoio popular ao Lula. Tudo isso será revertido, quando o povo compreenda e assuma o seu poder de mudar as coisas. A apresentação pela TV do julgamento do TRF4 foi apenas para isso, para tentar convencer o povo, com fala mansa e mentirosa, principalmente o último desembargador, que achou que estava falando para deficientes mentais.

    • Infelizmente em todo esse

      Infelizmente em todo esse xadrez que o Nassif desenvolve, Alexis, em nenhum momento a peça chamada Povo entrou no tabuleiro. E acho que talvez – e eu reforço o talvez – ela entre apenas se ver Lula na cadeia, com todo o circo midiático que ficará em cima desse golpe final . Por isso até uma figura abominável como Reianaldo Azevedo (rs), tomado por uma conversão que deixa a de Paulo no caminho de damasco no chinelo (rs),  deixa claro que pra ele Lula já está inelegível (ou seja, não disputa 2018) mas que é absurdo prendê-lo. E esse fdp defende a não prisão do Lula não porque não seja injusta, um processo a la Kafka escrito por Chalita (rs), mas porque ele sabe que a prisão de Lula pode ser a única coisa que reverte o 7×1 que os golpistas estão aplicando no país desde que tomaram o poder – uma situação parecida com 54, quando após os suicídio de Vargas muitos golpistas da época (tendo como cabeça principal Carlos LaMerda) comemoraram sem perceber que aquele gesto extremo fez o povo tomar as ruas e perceber o valor de Getúlio. Eu diria que a briga que come solta agora entre os golpistas no judiciário é a parte que não quer Lula preso e a que quer vê-lo preso ontem. 

      Agora, se Lula for preso e a reação for feita pelos mesmos de sempre e o povo se portar como público (na definição de Lima Barreto = não temos um povo, mas só um público ), aí entraremos de vez num tunel sem luz que levará o povo ao abismo. 

  6. Quem se importa com as

    Quem se importa com as asneiras que os Três Patetas externaram? A coxinhada tá delirando de felicidade e pouco se importa com argumentos racionais. Se não der pela razão vai pela irazão, mesmo.

    É o país dos imbecis. Eles se uniram e dominaram tudo, confirmando o que já profetizava Nelson Rodrigues: “Os imbecis vão dominar o mundo, não pela qualidade. Pela quantidade, afinal eles são muitos”.

    Com sempre digo: no Brasil a burrice ganhou estatus de ciência exata. Só falta o Nobel.

  7. As incríveis coincidências

    Aragão já rinha levantado a bola: dos 3 juízes cjuos sobrenomes são respectivamente: Laus, Gebran e Pulsen , têm-se a tradução do nome de origem:

    Paulsen: do inglês disponível

    Laus: do alemão Piolho

    E do aportuguesado Gebran, cuja origem é Gebrantt.  Em holandês: Queimado. Ou  Gebrand: usado.

    A Justiça brasileira não merece tanto.

    Os 3 patetas a serviço das teses de Moro: Disponível, Piolho e Usado.

    .

     

  8. Pantomima da lava a jato.
    Qual a novidade? Kkkkkkk. Até o nome da operação está errado. Exijo, aqui, meu direito a indenização por erro de português. Não é LAVA A JATO (Ou seria? ironia) que significa: Lava-se com rapidez. E, com rapidez destroem um país. Felizmente, com culpa (não comprovada) ou sem culpa, Luiz Inácio Lula da Silva é canditadissímo.
    O nome correto seria: LAVA À JATO. O a com crase. Se erraram nisso esperar o quê? (Comentário irônico)

  9. Entregaram as listas
    Entregaram as listas criptografadas ao dep. de estado dos EUA….para chantagear os políticos ladrões….e materem esse judissiario corrupto com poder politico. E o único politico que não encontaram nada querem arrancar à forceps das eleições..mas terão o merecido castigo. Haverá um tribunal popular de Nuremberg….preparem-se..não haverá anistia.

  10. Eles recebem muito acima do

    Eles recebem muito acima do teto constitucional. Eles tém 2 meses de férias por ano. Eles são punidos com aposentadoria compulsória se comenterem um crime.  A justiça brasileira já estava desmoralizada antes dessa pataquada. Os três patetas corresponderam perfeitamente às minhas expectativas.

  11. com supremo, com tudo!

    “os três desembargadores do TRF4” 

    zumzumzum, está faltando um!

    Cadê o Grande irmão minuncioso, irrepreensível, irretocável Flores, que foi ao Supremo (presidento Carmen Lúcia, sim senhora) para se garantir e aos seus comandados?

    Aphinal o golpe é com… supremo com tudo, conforme arquitetou o Grande Jucá (essa poha)!

  12. Dizem que a Inteligência

    Dizem que a Inteligência Artificial irá acabar com diversas profissões com muita rapidez e, em especial, citam advocacia e a Justiça de modo em geral, como estando entre as primeiras. O bom é que, no caso destes senhores e suas proles, a sociedade acabará por sair ganhando; não repassarão por genes, a estupidez que hoje nossos Tres Patetas primam em transparecer.

  13. não precisam muitos miolos
    Não sejamos hipócritas … esperar o que do cartel, da corporação, … da casta dos juízes brasileiros? “De onde não se espera é de onde não sai mesmo”. É uma total perda de tempo e um sinal da nossa hipocrisia todas essas análises encima do trabalho sujo dessa gente vaidosa e corrupta.

  14. Mais uma prova da “estatura” moral dos moralizadores……

    ou talvez deva disser “morolizadores”…

    Bretas, o do duplo auxílio-moradia, aluga imóvel ao Bradesco por por R$ 10 mil

    Pelo “padrão lavajato de acusação/condenação”, me parece que tem-se fortes indicios de corrupção passiva e/ou lavagem de dinheiro………O nobre juiz-casal, compra um imovel de um Banco e o aluga a esse mesmo banco….esquisito toda essa historia…e olha que ele e o verdadeiro dono…de papel passado…..

    http://www.tijolaco.com.br/blog/cara-de-pau-do-juiz-bretas-nao-e-dele-e-da-magistratura/

  15. “Apequenar-se”

    Depois de apoiar o golpe e continuar apoiando as iniciativas ilegitimas dos golpistas, intervir, para enfim restabelecer o regime de direito, abandonado por tribunais inferiores, significa “apequenar-se”,  segundo a presidente do STF.  Para que serve o Supremo?

  16. É HORA DE SE SER CLARO –
    É HORA DE SE SER CLARO – atualizado

    A Lava Jato é instrumento, peça e mecanismo do maior assalto ocorrido no país.

    Lava Jato, um breve resumo do assalto:
    – indústria da delações
    – balcão de benefícios penais e pecuniários
    – lavagem de dinheiro sujo
    – honorários fabulosos
    – prevaricação: aos comparsas, “nada a ver”
    – corrupção da Constituição Federal, do Direito, das leis (materiais e processuais)
    – indústria das indenizações (ex. acordo da Petrobrás nos EUA de mais de 9,6 bilhões de reais)
    – desvalorização dos ativos e valores da empresas denunciadas
    – ataque à soberania nacional
    – privatizações
    – Temer e entourage

    Um mega golpe bem superior ao golpes financeiros do assim chamados chamados Encilhamentos (quando da passagem da monarquia para a república e da implementação e execução do plano real).

    Superior ao dos golpes do Banestado (desvios de dinheiro e evasões de divisas que atingiram – segundo Requião- a cifra de 124 bilhões de dólares, ao do Sudan, ao das privatizações…

    1 – É o que se pode deduzir da vastíssima publicação de matérias, fatos, narrativas, artigos e entrevistas produzidos por autores sérios e responsáveis das mais diversas correntes.

    2 – Máfia. Não se olvide, outrossim (nessa análise confluente), o sabido e conhecido modelo básico piramidal de constituição e organização de grupos mafiosos, como por exemplo o da Máfia Siciliana (Gamorra):

    a. Base composta por criminosos comuns (como assaltantes, pistoleiros, sequestradores, extorquidores, corruptores, etc). Os “soldati”.

    b. No andar logo acima, os homens de (aparente) honra composta por criminosos engravatados infiltrados em Instituições, Organizações e Empresas tanto Públicas como Privadas, encarregados de darem proteção e legitimidade às organizações, ações e grupos mafiosos (como sacerdotes, pastores, religiosos, professores, comerciantes, industriais, empresários da mídia, jornalistas, Juízes/Magistrados, Procuradores/Promotores Públicos, Delegados/Agentes Policiais, Advogados, militares, Políticos, Parlamentares, Governantes e outros tantos infiltrados). Os “uomini d’onore”.

    – fanno relazione con la politica, con la economia, con la chiesa, con i giornalisti… fanno relazione con tutti…un mondo di relazione… I’ uomini d’onore è il centro di un piccolo universo

    c. Acima, ainda, os comissários mandatários regionais e de circunscrição, que se submetem ao chefe geral normalmente escolhido por eles. “Comissione”: cúpula do comando nas regiões.

    d. Por último, o grande Chefe. O “il capo”.

    – una decina di uomini d’onore forma una famiglia
    – diversi famiglie formano un mandamento [ circunscrição ]
    – più mandamenti eleggono un capo della cupola o comissione

  17. Caro Nassif
    Não existem erros

    Caro Nassif

    Não existem erros no lava jato, existe um projeto, que eles vão adequando, de acordo com as necessidades do momento.

    Quanto ao fator da História, já ouvi várias vezes de coxinhas golpistas, que isso é coisa de museu, o interessante é viver o momento, isso veio de professores.

    A História é coisa de comunista.

    Dura Lex Sede Lex, o interessante é prender o Lula por causa do Triplex.

    O golpe continua.

    Alguns podem até estar despertando, mas dai a uma Revolução, com muitos tiros e forcas, a distância é medida em anos luz.

     Saudações

    • depende

      marx dizia impossível uma revolução russa … na rússia.

      o ‘fator humano’, a decadência …. o desespero, juntos com soldados armados e esfomeados ….

      a pseudo-esquerda brasileira é tão medíocre que recusa ao povo as armas que o faz temido.

      pior: a direita, na retórica, apresenta-se a favor delas, as armas ´para as pessoas de bem”, e acusa a esquerda de impedir esse ‘direito sagrado do povo’, como se realmente quisessem o povo armado.

      a pseudo-esquerda, ainda pior que a direita, acredita na sinceridade dessa arenga da tal ‘bancada da bala’.

      quando a pseudo-esquerda for botinada do debate a coisa vai.

  18. Algumas considerações ou piora a Síndrome de Brian!

    01- Flávio Dino, o juiz, não tem a menor “moral” para questionar isso ou aquilo…É da lavra dele um dos instrumentos peculiares do lawfare nacional: A lei de ficha limpa, um entulho fascista clássico! Aliás, sancionada pelo “republicano” Lula, o “ingênuo”…

    02- O trf4 não desmoralizou NADA…a justiça brasileira nunca teve moral, ou melhor, sua moral sempre esteve determinada: prender pobres, pretos e putas, a questão é que agora seu alcance incluiu determinados partidos e personagens políticos, mas a “moral” seletiva sempre foi a mesa!!!

    Mais uma vez, talvez a milésima, Nassif tenta nos incutir a noção de que, em algum tempo ou circunstância da nossa História, a justiça funcionou como um instrumento do Estado de Direito…

    Sequer ainda experimentamos um Estado de Direito nas periferias do capital…quiçá, Democracia que valha a pena ser chamada por esse nome!!!!

     

     

     

    • Muito grato pelos

      Muito grato pelos ensinamentos. Agora sei que Flavio Dino é um fascista e que Lula foi um “sancionador” do fascismo. Também, só tenho uma cabeça, jamais poderia saber o que nove sabem.

      • Meia cabeça basta…

        Infelizmente, faltou “meia-cabeça” a social-democracia alemã para enxergar o que Hitler planejava, deu no que deu, e eles nem são mais digos desse nome até hoje…

        Neville (o Chamberlain) também imaginou que havia uma saída polida para a crise na Europa…

        Faltou taambém “meia-cabeça” para entender que nem só fascistas contribuem para a escalada do fascismo…essa escalada, geralmente, é patrocinada mais pelos sofistas, os eduardos, os outros e tipos de sub-cabeças ou meias-cabeças…

        Aquilo que chamamos de “republicanos”…

        Nem uma, nem nove, meia já bastava…

         

         

        • Rendo-me, pago propina, faço

          Rendo-me, pago propina, faço o que achar necessário que eu faça, mas por favor, não divulgue que sou um contribuidor para a escalada do fascismo. Nunca imaginei que alguém fosse descobrir isso, que sou um infiltrado. Se mais alguém tomar conhecimento terei que ingerir uma cápsula de cianeto.

          • O samba do Albert Camus e Schoppenhaeur doidos…

            Ele nos disse: “O suicídio é o único problema filosoficamente sério”…

            Então, não faça por medo de ser pego e/ou descoberto, faça por amor próprio…

            Eu sou capaz de conviver com qualquer defeito meu, menos a burrice…bem, se bem que os burros nem tem consciência de que o são, felizes que são…

            Pois é, dilema intrigante…mas acredito que você vivo é uma importante referência: como devemos evitar a idiotia, apesar de que o ato de pensar nos traga tanta dor e infelicidade (como nos ensina Schoppenhaeur e tantos outros)…

            Mas se por acaso, descobrires alguma sombra de reflexão na sua não-cabeça, corte uma de suas não-orelhas…já basta para que o deintifiquemos entre os seus pares (os muares, viu, até rimou?)! 

      • Mas Dudu,voce vai perder seu
        Mas Dudu,voce vai perder seu tempo discutindo com essa Hydra paraguaya?Nao sei se pertence ao seu tempo,mas Ary Toledo fez um puta sucesso no final dos anos 60 com a musica Pau de Arara.Essa Hydra ai era a comedora de Gillette.Cada cabeca comia uma duzia por dia.

  19. Julgamento encenação é

    Julgamento encenação é frequente quando a elite branca e europeia quer condenar um inimigo político de qualquer maneira, fatos idênticos ocorreram contra Mandela, Ghandi, lideranças negras dos EUA….e, agora, com Lula.

    Os três patetas apenas cumpriram o roteiro escrito pelo golpe, não esqueçam da máxima histórica que diz NÃO EXISTE MEIO GOLPE DE ESTADO, sacrificando os direitos individuais, a lei e a constituição federal.

    O TRF4 que já tinha dito que divulgar as conversas da presidente da república não é crime porque vivemos num regime de exceção confirmou sua tradição golpista e persecutória à esquerda e seus membros num ‘espetáculo’ grotesco de manipulação, um teatro com atores canastrões que aniquilou de vez a pouca credibilidade que ainda restava ao judiciário brasileiro.

      

  20. Ou é amadorismo extremo destes magistrados o só querem mostrar

    mesmo que o objetivo é afastar Lula das eleições de 2018, já que qualque tribunal de esquina mais adiante vai inocentá-lo. É preciso ficar repetindo, compartilhando textos como estes para provar para estes magistrados de baixa estatura e estrutura estão sob os olhares de gente que sabem quais são suas jogadas tortas e suas letras mortas.

  21. São golpistas e só isso

    Muitos falam que esses operadores do Judiciário que estão condenando Lula vão se sujar para a história, e coisas do gênero.

    Blá-blá-blá. Esses sujeitos não estão nem aí para isso. Formam um clube que gravita em torno da plutocracia, para ganhar dinheiro e prestígio junto a seus pares, e só pensam em estar sintonizados entre si, trocando favores. Fazem parte de um clubinho, e não estão nem aí para “povo”, “justiça social”, essas coisas de “comunista”.

    Gente golpista (ou que apóia movimentos golpistas) é a escória da política. Considerando que a política é a arte do diálogo para encontrar soluções negociadas, ela só pode existir se houver regras que regulem esse diálogo. Logo, ser golpista é negar a política no seu fundamento essencial.

    Esse pessoal é golpista. Não está nem aí para essas coisas. O povo para eles é simplesmente desprezado. Casa grande e senzala.

  22. Esqueçam o Judiciário!

    Ou somos muito ingênuos, ou somos trouxas mesmo. Desde do início as ações do judiciário tem um objetivo, com ou sem crime, condenar Lula.

    Fizeram malabarismos, sim e farão outros mais, achar que os Tribunais Superiores terão dificuldade  para ratificar as sentenças é muito purismo. Acreditar nesse Judiciário que é elitista que somente atende aos reclames da elite predatória que infesta o Brasil é uma grande ingenuidade política.

    Vão prender Lula, com absoluta certeza e é bom nos preparamos para isso. Chega de tapar o sol com a peneira, vamos ser realistas e discutir sobre essa questão prática: A prisão de Lula.

    Decaração da Magnânima Exma Presidente Minsitra Carmem Lúcia: “Não creio que um caso específico geraria uma pauta diferente. Isso seria realmente apequenar o STF”. Como se ele já não fosse minúsculo.

    Precisamos parar de discutir as questões jurídicas sobre a condenação de Lula, isso é perda de tempo e energia, como diria Camões; “Inês é morta”. Esse tipo de disussão, apenas faz com que pessoas acreditem na hipótese de reversão jurídica do caso, o que não ocorrerá.

    Temos que nos mobilizar de outras formas e deixar para o Zanin se virar com recursos e outras ações jurídicas, que não darão em nada.

    ” 

  23. Eu vou dizer quantas vezes

    Eu vou dizer quantas vezes for necessário, até vocês se darem conta:

    Para restaurar a democracia brasileira, vocês terão que prender ou liquidar o “juíz” Moro e todos os comparsas dele. Não há como ter um sistema judicial funcional quando se têm criminosos desse porte atuando como juízes.

    E de uma vez por todas, vocês também não vão conseguir resolver isso “por meis legais”,  os bandidos controlam os meios legais!

    • E por aí …
      Muitos ainda não

      E por aí …

      Muitos ainda não entenderam que a saída institucional não existe mais, que vivemos a barbarie.

      Não foi à toa que Erdogan foi pra cima de um monte de juízes turcos após o golpe frustrado na Turquia (se bem que ele teve sucesso porque as FAs turcas são sim nacionalistas e obedecem ao país).

  24. Flávio Dino, um coxinha com recheio de mortadela?

    O debate sobre a prescrição (falência do jus puniendi estatal) é de chorar!!!!

    Então, Lula deve admitir a culpa para afastar a PENA????

    Então, o processo é válido, as provas idem…Uau…

    Olha, antes dessa celeuma toda no trf4, eu teria indicado Flávio Dino para presidente da república, quem sabe ele tivesse acalado o Cérbero Togado (o trf4 tem o formato do cão de Hades, que guarda as portas do mundo inferior)?

     

  25. Xadrez do TRF4
    Prezado Nassif
    Não é o Myweb… que está com problema? Não foi dele que o procuradores dizem que perderam a chave de validação, talvez muito convenientemente. Afinal a quem interessa essa perda de informações?

  26. A polícia bateu na porta do

    A polícia bateu na porta do Zé e anunciou:

    – O senhor está preso!

    – Por que? – indagou o Zé.

    – Por um ato de ofício indeterminado.

  27. Quem está por trás do golpe?

    Que tudo não passa de um golpe de estado não resta dúvida, o que se tem de perguntar é, “quem está por trás desse golpe”? Os três desembargadores, os procuradores e o inquisidor mór, Moro, não agiram sozinhos. Foi um golpe bem articulado, primeiro tiraram uma presidenta através de acusações que nem de longe configuravam crimes de responsabilidade, depois, uma perseguição implacável ao PT e seus dirigentes, esquecendo-se dos demais partidos, a não ser os peixes pequenos do PP, que não refletiam nada no quadro eleitoral. O alvo sempre foi Lula e o PT. Agora, resta saber quem está por trás desse golpe, os latifundiários não resta dúvida, sempre apoiaram, a elite empresarial também, Wall Street, com toda certeza e o departamento de estado americano, é a grande suspeita. Se esse último participou do golpe e os golpistas tinham ligações explícitas com ele, então não se trata mais de desmoralização da justiça e sim de um crime muito mais grave, traição à pátria. Não é novidade, já tivemos isso no passado.

  28. Discordo. Nenhum tribunal

    Discordo. Nenhum tribunal pode desmoralizar aquilo que nunca teve moral.Aliás,acredito,todos estes “desacertos” são provocados por uma chantagem maior,da mão invisível do golpe,justamente por saber que os moralistas sem moral estariam encrencados,muito encrencados,caso não aprovassem aquilo que lhes foi designado fazer.

    Flavio Dino toca de leve no assunto quando diz que juizes corruptos vendiam sentenças através de assessores. Não de graça,o castigo para os togados pegos com a mão na botija é a aposentadoria com os proventos integrais.

    Dá para desmoralizar mais a nossa “justiça”?

  29. Artigo do Nassif sobre o julgamento do caso Lula pelo TRF4

    Na verdade, a novidade da condenação não foi o enquadramento criminal da ação “solicitar”, verbo que está expresso no art. 317 do Código Penal.

     

    A inovação parece ter sido a condenação pelo ato de “destinar”, ação que não poderia ser atribuída a Lula, mas sim à OAS. E o verbo “destinar” não se encontra na descrição do crime de corrupção passiva (art. 317: solicitar ou receber vantagem indevida).

  30. NA MINHA OPINIÃO , AS

    NA MINHA OPINIÃO , AS ESQUERDAS TEM QUE LUTAR PARA VOLTAR AO PODER E NUNCA ESQUECER DESSA COVARDIA DA JUSTIÇA BRASILEIRA , REDE GLOBO , OS IRMÃOS MARINHOS , E TODOS QUE PARTICIPARAM DO GOLPE , ESTANDO NO PODER , DEIXAR DE LADO A JUSTIÇA , E AI TRATA-LOS DA MESMA FORMA , PELA JUSTIÇA QUE ELES CRIARAM AGORA , FAZE-LOS PAGAR PELO GOLPE SEM DÓ E SEM PIEDADE , TOMAR TUDO QUE ESTÃO ROUBANDO E O QUE JÁ TINHAM PARA PAGAR O GOLPE QUE DERAM NO BRASIL .

  31. A manutenção da condenação do Lula perante as cortes “supremas”,

    A manutenção da condenação do Lula perante as cortes “supremas”, como o STF e TSE, é tão previsível quanto o que foi decidido pelo TRF4. O Lula não conseguirá se contrapor a estrutura montada pelos juízes golpistas. A correlação de forças dentro do judiciário, que controla todo o processo de perseguição ao ex-presidente, é completamente desfavorável. Não há nas instâncias das corporações públicas ligadas ao sistema de justiça profissionais legalistas capazes de se contraporem aos fascistas que aparelharam as instituições.

    A alternativa mais viável no momento é o Lula se apresentar como candidato tendo como vice o Roberto Requião. Diante da provável inabilitação do Lula, o Requião assumiria a campanha e daria continuidade à resistência ao golpe. O papel do Requião seria algo semelhante ao do Marechal Lott que garantiu a posse de JK e Jango. 

    E se for o caso do Requião ser eleito presidente no lugar do Lula, será uma alternativa à altura do ex-presidente. Na atual conjuntura, o Requião é o quadro da esquerda que mais se aproxima da dimensão do Lula. O senador do Paraná é um grande orador e um político tarimbado capaz de gerir crises políticas devido a seu amplo conhecimento dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

    Além do mais, a trajetória do senador Requião é impecável. Sempre coerente e leal aos seus princípios e seus eleitores. Se eventualmente ele se tornar presidente seria uma consequência justa a alguém que possui todas as credenciais para o cargo.

    • Requião e a vacina
       

      Impecável o seu raciocínio tanto quanto a trajetória do Requião, com uma ressalva: Requião provém de fonte contaminada.

      É como a vacina fracionada contra a febre amarela. Conforme o organismo onde ela é aplicada, em vez de proteger, mata.

    • Eu também acho Requião uma

      Eu também acho Requião uma ótima opção.

      O único problema, nesses nossos tempos de “direito criativo” é que com a inabilitação de Lula, não duvido que consigam um jeito de cassar toda a chapa, ou seja, nao haveria 13 na urna. Alguém duvida?

  32. Isso não é xadrez

    Pelo primitivismo e VULGARIDADE da sentença, no máximo é porrinha ou jogo de varetas

    em tempo ..Não consta nos autos nenhum relatório da Policia Federal, Ministério Publico, TCU, Corregedoria, Controladoria, Ministério da Fazenda, Justiça, Energia ou Forças Armadas, de auditorias nacionais ou estrangeiras, públicas ou privadas, independentes, da ABIN ou de Sergio Moro, de empresários ou banqueiros, de òrgãos Internacionais, denunciando o caso de CORRUPÇÂO de funcionáriios e direcionamento de licitações endereçados a LULA  ..mesmo assim, dizem, ele sabia

    • um dos MAL_gistrados, em voz

      um dos MAL_gistrados, em voz empostada, disse no julgamento que o TRF4 julgava “fatos”, não pessoas  ..pois bem  ..noticia-se agora que o mesmo TRF4 passou o caso do DOUTOR LUIZ INACIO LULA da SILVA na frente de 257 outros “fatos” (ups, casos)

  33. Não são objetivos menores, caro Nassif

    “…como três magistrados que sacrificaram os princípios do direito, o respeito às leis e à sua profissão, em favor de objetivos menores.”

     

    A frase acima resume o equívoco do campo progressista na condução da resistência ao dito Golpe. As “instituições ” não são isonômicas ou imparciais, elas são feitas por pessoas e para pessoas. Confiar nos mecanismos jurídicos para se defender da própria justiça é ingenuidade ou má fé mesmo. O “golpe” é irreversível, nos resta recomeçar em outras bases, mudar o paradigma republicano legalista que só atende aos interesses de quem domina os mecanismos. Lula entra para história, ótimo pra ele. Mas a casa grande está se lixando pra isso, seus objetivos não são menores, caro Nassif, são na verdade os maiores que existem: a exclusão do povo da cena política, econômica e cultural. Aqui em baixo as leis são diferentes, diz a música chata, mas é pura verdade.

  34. DISCORDO

    O texto está muito bom, MAS DISCORDO da “peça 3”, pos o crime de SOLICITAR EXISTE: “Corrupção passiva

    Art. 317 – SOLICITAR ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem:

            Pena – reclusão, de 2 (dois) a 12 (doze) anos, e multa.”

    Entretanto não ficou claro nas decisões onde, quando e que circunstâncias o presidente Lula solicitou tal vantagem.

    • Pois é. A Lava Jato nunca

      Pois é. A Lava Jato nunca apresentou qualquer prova de que Lula teria solicitado o triplex. Não tem grampo, gravação, e-mail, vídeo, nada. Apenas o rumor de que o apartamento estaria “reservado” ao casal, rumor esse que, provavelmente já vinha desde a época da Bancoop, afinal de contas é super comum você pagar um consórcio de um veículo 1.0 e quando recebe a carta de crédito, paga a diferença para pegar um modelo 1.6.

      O que eles apresentaram como prova, foi o depoimento de Leo Pinheiro, afirmando que conversou com Vaccari e que este conversou com Lula e teria ficado combinado que a reforma seria retirada da tal “conta corrente” de propina do PT na OAS.

      Só que Vaccari nunca foi ouvido nessa questão, ou seja, não confirmou ou negou que a conversa com Leo Pinheiro tenha mesmo ocorrido. Moro assumiu a palavra da co-réu como verdade absoluta. Mesmo que Vaccari tivesse confirmado que as conversas com Leo Pinheiro e também com Lula tivessem mesmo acontecido (ele não foi ouvido, pois certamente negaria, jogando toda a história no lixo), seria o que se qualifica como “ouvir dizer”, ouseja, duas pessoas confirmando a participação de um terceiro sem qualquer prova de que essa participação realmente ocorreu.

      De qualquer forma, existe um “pequeno” problema nessa história toda: A tal conversa e a reforma só aconteceram após Lula sair da presidência, ou seja, não tem como imputar corrupção passiva pela solicitação de uma vantagem indevida quando o acusado não é mais agente público.

    • Pois é
       

      D. Marisa pagou as cotas, não recebeu o apartamento e nem o dinheiro de volta.

      O espólio de Lula teria o legítimo direito ao triplex até, se concordasse em recebê-lo e pagasse a diferença entre a unidade anteriormente escolhida e o tal triplex.

      Nossos julgadores são um portento.

  35. A sentença guarda muita

    A sentença guarda muita semelhança com o caso do mensalão: malabarismo processual e penal para enquadrar alguem de qq jeito. Isso foi feito há mais de cinco no dito mensalão, quando o governo era do pt. Tiveram oportunidade de sobra para nomear aliados para os cargos estratégico para tribunais e pgr, mas não fizeram nada disso, apesar de inumeros alertas de todos os lados. No inicio do mensalão ate ser impechmada dilma nomeou mais tres ministros do stf, não escolheu um que preste. Agora não adianta fazer mais nada, inês é morta.

    E a cassada não parar só no lula, vai até a extinção total do partido. Podem escrever isso.

  36. Se Lula fosse um corrupto

    Se Lula fosse um corrupto comprovado, com provas claras, conta na Suiça, dólares guardados em isopor num compartimento secreto do triplex, Friboi em nome do Lulinha, e mais uns 10 etcs., ainda esse julgamento teria sido suspeito e parcial. E os outros ? perguntaria o Eremildo. Há necessidade de nominar quem são “os outros” ? Mais do que claro que o Judiciário, pelo menos o representado pelos desembargadores do TRF4, tem lado, objetivos bem definidos, está comprometido com o golpe e vai continuar assim independente de qualquer base jurídica e se lixando para o julgamento da História, que também claramente será inexorável. Percebe-se (ou é apenas desejo de perceber ?) algum barulho, melhor, um zumbido, no STF, que talvez possa ser provocado por alguma ficha caindo. Não adianta a presidenta dizer que não é o tempo disso ou daquilo, ela terá que enfrentar o plenário. E mais pequeno do que é não poderá vir a ser, deixando uma tênue esperança de crescimento pairando no ar. Bem, tudo pura bobagem, Lula vai ter sua condenação confirmada, seus direitos políticos alijados, será preso, seus bens confiscados, mais outros 10 etcs. Ficará por isso mesmo ? Pateticamente passaremos o dia e a noite também falando de 3 patetas ? Carpideiras lamentando a morte da Democracia assassinada e bovinamente comentaremos e votaremos numa “eleição” sem Lula ? Com tantas hienas banqueteando, assumiremos o papel de leões, melhor, de leoas, ou de gazela ? Precisamos conversar sobre interrogações.

  37. Terão que usar o Plano B

    Plano A: incriminar Lula e impedí-lo de se candidatar. 

    Acharam que conseguuiriam com muito menos bizarrices jurídicas. Não conseguiram. Deixaram muito cocô na primeira e segunda instância…

    Acho eu que terão que lançar mão do plano B.

    Resta descobrir qual é o Plano B da CIA/NSA.

    – Parlamentarismo?

    – adiamento das eleições para 2040?

    – criação de um novo estado federativo de nome Brazil?

    – mudança constitucional exigindo que todo candidato a presidente tenha obrigatoriamente 5 dedos em cada mão?

     

  38. Os petistas estão atacando o

    Os petistas estão atacando o judiciario em todos os niveis, isso pode pior o que já está ruim. Até nisso eles são burros. Depois que fizeram as besteiras infantis de nomeações de ministros e pgr, agora partem para agredir o inimigo sem arma ou bala na agulha para atirar. Ou são loucos ou são imbecis.

  39. Os petistas estão atacando o

    Os petistas estão atacando o judiciario em todos os niveis, isso pode pior o que já está ruim. Até nisso eles são burros. Depois que fizeram as besteiras infantis de nomeações de ministros e pgr, agora partem para agredir o inimigo sem arma ou bala na agulha para atirar. Ou são loucos ou são burros.

      • Você sabe da amizade que lhe

        Você sabe da amizade que lhe tenho.Agora,nessa discordância que abriu com o cadastrado não estrelado azevedobsb você não tem a minima chance.Zero.Inclusive,para acabar definitivamente suas pretenções agumentatorias,a cadastrada estreladissima lenita,afirmou peremptoriamente que Lula e Dilma apenas “referendavam” os escolhidos pelos proprios colegas?,os Ministros da mais alta corte de juistiça do País,recebendo de mim,imediatamente,o honroso titulo da nova engenheira das obars prontas do Blog.Eu verbero esse troço há mais de 5 anos atrás.Como amigo,aconselho-o,nesse caso, a ficar caladinho.

    • Ou seriam honestos ?

      Pq quem sempre escolheu os ministros do STF, foram seus próprios colegas. O presidente Lula e Dilma, apenas referendaram os escolhidos, imaginando que a justiça fosse séria. E que os 300 picaretas existissem somente no legislativo.

       

      • Se referendou a escolha dos

        Se referendou a escolha dos outros não usou a CF e não sabe o que é poder, por isso estão pagando o pato da infantilidade.

        O poder não é para amadores. Poder para usar o poder, do contrário, cai fora, vai para sacristia.

      • A cada dia eu aprendo mais

        A cada dia eu aprendo mais nesta tal de blogosfera.Algumas de cair o queixo,se é que ainda tenho..As mais altas autoridades do País,apenasmente “referendam” os escolhidos por seus proprios colegas?,para a mais alta corte de justiça do País.Acredito eu,que Mister Colby levou isto em consideração quando deu sua verdadeira e prestimosa declaração sobre o Solo Consolidado Pátrio.

  40. Xadrez de como o TRF4 desmoralizou a Justiça brasileira

    o principal objetivo do setor dominante, sócio minoritário dos mega interesses globalizados, é a selvagem reformatação do Brasil como uma neo-colônia semi-escravocrata, combinando plataforma de valorização do capital financeiro com porto concentrador de exportação de commodities.

    um modelo no qual resta espaço apenas para uma residual industrialização, um pequeno mercado interno e um baixo índice populacional.

    como reduzir e simplificar uma sociedade complexa, com mais de 200 milhões de habitantes e enorme diversidade sócio-cultural, para se encaixar numa moldura de tamanha restrição em tão curto intervalo de tempo?

    – a Direita não tem candidato viável. nem terá. ainda assim, Joaquim Barbosa é a carta escondida na manga?

    – BolsoNazi, o comedor de gente e de galinhas, não se sustenta;

    – o fechamento do regime segue uma lógica incontornável;

    – a nova Ditadura não será capaz de recuperar a economia, superar a crise e minimamente manter alguma estabilidade social.

    vídeo: Momento do Tiroteio na Tijuca – RJ

    [video: https://www.youtube.com/watch?v=_1fPgR5d52I%5D

    .

    • arkx,encareço de um favor

      arkx,encareço de um favor seu.Assim como resgatou meu comentario sobre Tacla Duran,se puder,faça o mesmo em um comentario da minha lavra:O CASO DE VEJA NA VISÃO DE UM NÃO CADASTRADO.Não tenho ideia de como você pode fazer isso,mas terá minha gratidão.Você é a cópia fiel do meu amigo Petronio Araujo.Amanhã se Lula subir no Datafalha,eu conto mais uma dele.Obrigado.

    • arkx,encareço de um favor

      arkx,encareço de um favor seu.Assim como resgatou meu comentario sobre Tacla Duran,se puder,faça o mesmo em um comentario da minha lavra:O CASO DE VEJA NA VISÃO DE UM NÃO CADASTRADO.Não tenho ideia de como você pode fazer isso,mas terá minha gratidão.Você é a cópia fiel do meu amigo Petronio Araujo.Amanhã se Lula subir no Datafalha,eu conto mais uma dele.Obrigado.

  41. Explicação jurídica

    Sobre a peça 3 (do crime de solicitar), o qual diz que o núcleo “solicitar” não consta no Código Penal, peço maiores detalhes sobre o assunto, tendo em vista que o texto do Código Penal traz o verbo referido:

    “Corrupção passiva: Art. 317 – Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem.”

    A pergunta é sincera, não uma provocação. Se alguém souber falar do assunto, agradeceria.

    • ” Detalhes tão pequenos #&#”

      Saulo

       Voce se apegou ao termo solicitar– que deveria a principio ter alguma evidência ou prova da solicitação. Mas se vamos trabalhar no regime de que provas não são necessárias, como diz a liturgia da Lava Jato, vamos   nos ater ao parágrafo  a qual você se remete: o paragrafo inicia com”   Corrupção passiva—- que deveria estar então associada a algum ato de ofício de funcionário público associado ao cargo,   mesmo que fora “ANTES” de assumi-lo ” O ANTES é um detalhe importante, pois não se pode jamais provar ou afirmar sem provas que  algo foi solicitado  em troca de algum ato de ofício se voce já não esta num cargo que  possibilite tal ato de ofício. Portanto todos sabemos  do que estamos falando. O termo solicitar foi mais uma criação do power point e não das leis.

      • Obrigado, sabra. Não é que eu

        Obrigado, sabra. Não é que eu me apeguei ao termo, mas eu achei estranho colocar que o verbo não tá no código penal, se ele consta lá expressamente. Sou da área jurídica, mas não trabalho com Direito Penal. Então eu conhecia a letra da da lei, mas não acompanho os entendimentos doutrinários e jurisprudenciais sobre o assunto, por isso perguntei. Não tô nem pensando no caso Lula. A dúvida é jurídica mesmo, porque já vi outros argumentando nesse sentido.

  42. Achoque que o julgamento

    Achoque que o julgamento criou a figura do “ter disponibilizado para si”, pois o julgamento não conseguiu precisar o suposto momento da solicitação da vantagem indevida.

    • Um motivo só !

      lembra que o amigo do traficante e esposo da ladra, gravou com auxilio dos eua, Dilma e Lula ????

       

      Esses pedaços de papel higienico usados do stf, estão todos gravados e foram informados disto.

    • Acho que o medo deles tem

      Acho que o medo deles tem outro nome.

      $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

      O Joaquim Barbosa já mostrou o documento bancário de transfrência de dinheiro internacional para pagar o apartamento em Miami?

      Ele já comprovou que foi ele mesmo que pagou as taxas de transferência do imóvel?

      Não?

      Não!

       

  43. E o stf?

    Mas há uma constituição e ela é clara contra todas estas ilegalidades, todas. Nem o juiz G Robertson foi inedito acusando tantas falhas por que a constituição de 88 veda todas estas barbaridades, como não deixa acorrentar preso, prender reitor coercitivamente, etc, etc, etc.

    O stf, supremo tribunal federal, fique bem claro, não cumpre a sua obrigação e dever de garantir a constituição e os direitos humanos. Ele é o grande responsável pela desgraça e vergonha que abate sobre todos nós.

    Apontemos estas mil falhas e violências contra a leim mas é impossível esquecer que nós temos um constituição que nega e impede tudo isso; se não está sendo cumprido só há um responsável: o stf.

    Eu peço e espero que o pt, os juristas e aqueles que se preocupam com o país façam um pedido oficial ao stf que ele próprio renuncie em bloco. Este se o primeiro e essencial passo para que a cf 88 volte a vigorar.

    Antes da renúncia ele poderia anular o grosseiro e inconstitucional golpe de 2016.

     

  44. Nomeações de ministros de 2005 para cá

    Um dos leitores já falou sobre isso e concordo com ele pois desde a AP470, em 2005, ficou clara a posição antipetista do “çupremo”, entretanto Lula e Dilma continuaram nomeando juristas inimigos para as vagas que foram criadas até 2014. 

    O presidente estadunidense Franklin Delano Roosevelt só conseguiu governar depois de ter maioria de sua estrita confiança na suprema corte dos EUA. Será que a lição não foi aprendida?

  45. Já que esses processos todos

    Já que esses processos todos não são jurídicos mas politicos, a luta tem que ser no campo da politica. Certo.

    Lula está fazerndo bem sua parte. Politizou o processo; posicionou-se bem no embate com Moro. Partiu para as caravanas. Ótimo.

    Mas tem problemas com os movimentos que vao às ruas. A começar pela cor. O vermelho hoje, no século XXI, não é mais o símbolo da luta dos excluídos como foi nos séculos passados, mas o símbolo do fisiologismo e da corrupção. O que vale tanto para as antigas repúblicas soviéticas e diferentes governos ao redor do mundo, como para as bandeiras vermelhas do PT, do PCdoB no Brasil. Fizeram e fazem bons governos, mas as máquinas partidárias se transformaram em agremiações fisiológicas, distantes da população. Por isso, entre outros motivos, foi tão fácil derrubar Dilma.

    Se queremos ampliar a resistência, há que levantar bandeiras que vão além da defesa da estrela vermelha do PT e da foice e o martelo vermelho do PCdoB. Que busquem outra cor símbolo. Pode ser o branco, a síntese de todas as cores, levando uma mensagem de paz. E uma plataforma que contenha, além de uma agenda desenvolvimentista, um Projeto Nacional de Combate à Violência. 

    Se, como Lula bem reafirma, está em questão a defesa do porvo, e não a pessoa dele, então é urgente que se estruture uma frente com uma plataforma capaz de agregar,  empolgar e organizar grandes segemntos da população. Não vejo as frentes existentes desempenhando bem esse papel. 

    • Caçaram o meu voto e a

      Caçaram o meu voto e a presidenta honesta que eu escolhi e que venceu as eleições. Agora inventaram provas falsas, caçaram e vão prender o candidato honesto que eu escolhi para votar nas proximas eleições e você quer que eu me vista de branco? Não.

      A cor vermelha é de desafio e ao longo da história foi usada em castelos e cidades indicando resistência. O branco no país brutal e sem lei em que vivemos significa rendição. Vermelho não é símbolo de fisiologismo e corrupção, o amarelo dos patos e da seleção brasileira é que é o símbolo da corrupção e do fisiologismo. 

      E a cassação da presidente não se deu pela agremiação fisiológica, se deu por uma aliança entre o Judiciário, a imprensa, a elite brutal brasileira, as corporações financeiras e o governo americano. 

      • Tenha certeza que sua

        Tenha certeza que sua indignação não é compartilhada pela grande maioria da população. O apoio a Lula ainda é menor, ou no máximo empata, que a rejeição contra ele. Fiz pesquisa recentmente na Região Metropolitana de Goiânia que comprova isso. A intenção de voto espontâneo em Lula, 21,6% (Bolsonaro, 16,1%). Rejeição a Lula, espontâneo, 29,3% (Bolsonaro 16,2%). É uma tendência, já que a margem de erro é 4%, mas os dados estão postos. 

        Nada contra as bandeiras vermelhas. Que se organizem movimentos sociais em torno dela. Que sejamos livres para levantar a cor da nossa preferência. Vermelho, preto, verde, verde amarelo, arco iris.  Se voce não gosta de branco, defenda a variedade de cores. Mas fazer do vermelho a cor símbolo da resistência contra o golpe é fracasso na certa. 

        • Não importa se há apoio ou não

          O que importa é que houve um golpe judicial e isto que temos de mostrar ao povo brasileiro e ao mundo. Que o Brasil de nação cordata se mostra a nação besta fera que persegue inocentes pela convicção política. Se parte do povo é contra Lula, ela vai ser até para incriminar politicamente o Lula não importa o veredito final. Que venha as urnas para mostrar se o povo quer ou não Lula novamente. Mas oportunidades raramente vem duas vezes há um povo. Na década de 30 o EUA eram o Brasil de 2001, quebrado, desempregado, faminto. Roosevelt assumiu o governo e criou o programa Neal Deal. Com a ajuda da 2º guerra que acelerou o crescimento, o EUA virou a próspera nação mundial. Mas mesmo sem guerra o EUA já tinha virado a página da miséria muito bem descrita em vários livros ( As Vinhas da Ira, Ratos e Homens, A comédia Humana sobre meu xará Ulisses Macauley) e Roosevelt virou herói dos EUA. Em 2003 Lula pegou um pais quebrado, desempregado e faminto. Em menos de 10 anos o havia transformado em 6º nação do mundo, criado milhões de empregos, reativado indústria naval, tecnológica e militar e tínhamos empresas campeãs em engenharia e tecnologia. E deaí? Lula virou herói? Se o povo não gosta do Lula tudo bem, é da democracia. Cada povo tem o governo que merece, até mesmo ser governado por ladrões que tiram o emprego e aposentadoria do povo. Se o povo quiser!

           

    • Margot
       

      Você tem razão.

       O que tem construido e derrubado governos são os símbolos.

      Mais precisamente, os arquétipos.

      Diretos ou subliminares, são amplamente utilizados na propaganda e na política como forma de manipular as mentes humanas.

      O PT e a Dilma foram vencidos pelos arquétipos e pela propaganda subliminar.

      Quem, em sã consciência, vai sair uniformizado, gritando histericamente palavras de ordem, atrás de um imenso pato amarelo pedindo a destruição de um governo mesmo  sabendo que o pato é representação do mais imbecil dos animais?

      Que pais mata seu símbolo diante do mundo numa cerimônia pública como o Brasil matou a onça, símbolo do país, nas olimpíadas?

      Símbolos devem ser respeitados, estudados e modificados na medida de interesses e necessidades.

      A quem se interessar, uma pitada do assunto:

      https://www.youtube.com/watch?v=APDPbjKnN3Y

      https://eduardolbm.files.wordpress.com/2014/10/marketing-e-arquetipos-e-book.pdf

       

       

  46. *

    (..)

    É uma pena que os desembargadores do TRF4 não frequentem a maravilhosa e confortável biblioteca que têm a sua disposição. Ou pelo menos não parecem ter notado que, nela, há alguns livros que merecem ser examinados com mais atenção, como os que o Cafezinho citou hoje.

    E se alguém achar que o Cafezinho deveria temer a ira dos juízes que, porventura, derem com as vistas nos textos publicados por aqui, eu me escudo, mais uma vez, em Beccaria.

    Ao falar dos juízes,  a quem chama de “déspotas subalternos”, Beccaria, alerta que eles podem se sentir incomodados com os princípios expostos em seu livro, porque eles sentem prazer em esmagar seus inferiores com o “peso da tirania que sustentam”. Num trecho irônico (coisa rara em seu livro, geralmente escrito num tom severo, quase triste), Beccaria explica, porém, que não precisa temê-los (aos juízes), porque “tiranos não lêem”.

     

    https://www.ocafezinho.com/2018/01/29/o-dia-em-que-invadi-o-trf4-para-ler-cesare-beccaria/

     

  47. Um pouco fora do contexto…mais nem tanto…..

    Bretas, o do duplo auxílio-moradia, aluga imóvel ao Bradesco por R$ 10 mil……..

    Pelo “padrão lavajateiro de acusação/condenação”, me parece ,que talvez ; ) ….  tenha-se  indicios de corrupão passiva e/ou lavagem de dinheiro, não afirmo, apenas cogito………O nobre juiz-casal, compra um imovel de um Banco e o aluga a esse mesmo banco….esquisito toda essa historia…e olha que ele é o verdadeiro dono…de papel passado…..

    http://www.tijolaco.com.br/blog/cara-de-pau-do-juiz-bretas-nao-e-dele-e-da-magistratura/

  48. Condenação de Lula
    Se tivesse mais espaço, com certeza que conseguiria rebater a argumentação deste comentário infeliz e sem fundamentação. Aguardo oportunidade. Com certeza é consewuencia de recalque.

  49. STF ameaça PT por criticas ao
    STF ameaça PT por criticas ao judiciario golpista.

    será uma senha da Globo pra tornar o PT proscrito…

    O que se sabe é que os EUA não dormem no ponto e, claro, como ocorreu em paises assolados pelas tais Primaveras, procuraram extinguir o partido inimigo do sistema e assassinato dos seus quadros…por aqui usam a lawfere para prende los….eh o pre sal, amigo..

  50. O que vem pela frente

    Eh importante demonstrar a nulidade tanto da sentença contra Lula na primeira intância quanto a da segunda instância. Mas o que fazer agora? Lula deve continuar candidato protestando contra as sentenças arbitrarias e o que preocupa também é para onde vai o Pais neste 2018? Olhando realisticamente para a situação muito provavelmente sera cassada a chapa de Lula e ai? Nos vamos a pé, vamos de bonde ou vamos de avião?

  51. RIOCENTRO

    Esses 3 elementos estão tão preocupados se vão desmoralizar a Justiça quanto aquele outro sujeito que topou fazer o inquérito do RIOCENTRO . 

    • “Cara de palhaço/Pinta de

      “Cara de palhaço/Pinta de palhaço/Roupa de palhaço/Foi esse meu amargo fim;/Cara de gaiato/Pinta de gaiato/Roupa de gaiato/Foi o que eu arranjei pra mim”.Seu gosto é discutivel.Miltinho caia bem melhor.Deve ser um dos motivos d’eu ainda não ter me cadastrado. 

  52. Está uma palhaçada mesmo a
    Está uma palhaçada mesmo a condenação do Lula na SENTENÇA MALUCA,já tucanos vivem voando por aí pq são os bandidos preferidos do Judiciário Brasileiro,Gilmar Mendes consolidou os seus herdeiros no Brasil !
    Obs: Cada vez mais se torna claro o “nós contra eles!”,ruptura inevitável!
    Obs2:Blogs independentes assumiram a dianteira das pautas no Brasil,vide a Lavajato dar conta do pq q as coisas no caso da Odebrecht (tucanos) não foram à frente,fora tb a Carmen Lúcia rebater críticas sobre o judiciário!
    Obs3:Escárnio a Carmen jantar com representantes das petroleiras, é ou não é o JUDICIÁRIO EMPRESARIAL LTDA,assumam todos, eu estava certo,q milagre q faz convites para palestras por empresas privadas a membros do MP e Judiciário, como Gilmar Mendes contaminou toda uma categoria, ele realmente é um Pelé do Judiciário (q faz gol impedido e até de mão!)

  53. Quem viu aquele powerpoint

    Quem viu aquele powerpoint sabia o que os procuradores queriam ouvir. O juiz Sergio Moro viu anormalidades no negócio da OAS como indicios contra Lula e decidiu condenar confiando na palavra do delator, mas agora a anormalidade se tornou jurídica, já se viu alguém ser laranja e ao mesmo tempo ser condenado por corrupção. Um prometeu e escondeu, e o outro acreditou e condenou, tão complexo que nunca se viu. O Juiz se declarou imparcial no processo, só não vê quem não quer, o funcionamento normal das cortes brasileiras.

  54. O Moreno Vivo nos seus

    O Moreno Vivo nos seus melhores momentos.Quem não conhece bulufas do Caso de Veja,aí está um simples aperitivo do que reputo o maior trabalho já feito por um jornalista dessas plagas.Ninguem aqui teve ou tem a menor noção que o Caso de Veja,Nassifão(ninguem merece),escreveu-o com a alma na ponta dos dedos.

    • Aliás peço a devida vênia ao

      Aliás peço a devida vênia ao Editor para fazer um registro.Há uns dois meses atrás,o acima assinado escreveu um texto:O CASO DE VEJA NA VISÃO DE UM NÃO CADASTRADO.Na opinião só minha,foi o escrito mais importante que fiz no Blog,desde quando aqui cheguei.Como não salvei(não sei e nunca me preocupei com esses detalhes),peço a arkx que se puder,resgate-o para mim.

      • Xadrez de como o TRF4 desmoralizou a Justiça brasileira

        a este hora costumo estar no meu 3o. REM. mas como os tempos estão tumultuosos, e Churchill não para de teatralizar na minha frente nas vésperas do DIA D…

        Inacreditavel,inaceitavel e

        seg, 18/12/2017 – 17:02

        Junior 5 Estrelas

        Inacreditavel,inaceitavel e impensável ler um artigo desse.Não é possivel,incluindo todas as alternativas de engano ou auto-engano,que os governos petistas não tivessem a mais insignificante informação do carater de Joaquim Barbosa,Carmen Lucia e Luiz Roberto Barroso.É simplemente chocante,perverso,de cortar o coração e valioso para a historia o que nos acaba de relatar o mais digno e brilhante jornalista de sua geração,Luis Nassif,sobre os bastidores da prisão do cidadão José Genoino Guimarães Neto.Até em seu Blog não é reconhecido como o grande jornalista que él.Afora o acima assinado,eu nunca li  de qualquer dos componentes do que eu identifico como ACCEBLON-Associação dos Comentaristas Cadastrados Estrelados do Blog do Nassif,um elogio maior,o respeito devido,a contribuição fundamental,a coragem sem limites,que Nasssif nos brindou com O Caso de Veja.Aqui e ali,uma palida lembrança,uma nota no pé de pagina.Reconhecimento digno,nada,nadica de nada.A Editora Abril,a Revista Veja,a menina dos olhos verdes da marginal Pinheiros,teve seu Atestado de Óbito assinado,no primeiro Capitulo da seriie que Nassif editou.E acho que muito pouco cadastrado ou cadasstrada daqui conhece por inteiro O Caso de Veja na sua intregralidade,daí ficam

        sem as menores condições de levar um debate comigo adiante.Haja estrelas.

        .

        • Obrigado arkx,mas esse foi na
          Obrigado arkx,mas esse foi na minha solitaria opiniao o segundo grande texto que produzir.O primero,insisto foi O CASO DE VEJA NA VISAO DE UM NAO CADASTRADO.Esta assim em letra de forma.Amanha antes de tomar seu primeiro gardenal,de uma pesquisada.Alem de lembrar-me Petronio Araujo meu inesquecivel amigo de altos paus e redondoros bois,sua figura me lembra o Papai indiscutivel genio da raca.Ela diria exatamente isso sobre voce:Esse arkx e meio tumultuado,mas um excelente sujeito.

          • Xadrez de como o TRF4 desmoralizou a Justiça brasileira

            -> antes de tomar seu primeiro gardenal

            -> Esse arkx e meio tumultuado

            pô! mas eu não preciso de tarja-preta… quando era ainda bem criança, fiquei por longos minutos preso num fio de energia elétrica. talvez tenha mesmo me deixado um tanto tumultuado…

             

            Junior 5 Estrelas

            O Dr.Clever Mendes de

            ter, 14/11/2017 – 18:12

            O Dr.Clever Mendes de Oliveira(andas sumido Dr.Clever,apareça),mineiro de boa cepa,e um dos amigos que encontrei por aqui,aconselhou-me,devido a qualidade dos meus comentários,que os fizesse sempre em cima do Post do Dia,fosse que assunto fosse.Peço vênia a Nassif para atende-lo.

            O CASO DE VEJA NA VISÃO DE UM NÃO CADASTRADO.

            Tão logo terminou a CPI do Mensalão,também conhecida como a CPI do Fim do Mundo,a Editora Abril esperou que Lula se espatifasse,tamanho o estrago politico que produziu,inclusive com queda do cerebro do governo,o Chefe da Casa Civil José Dirceu de Oliveira e Silva.

            Sem duvidas,o ar deixava transparecer um semblante de fim de festa. A Editora Abril,que já apresentava visiveis sinais de debilidade financeira,esfregou às maõs.

            O regozijo não duraria muito,com uma recuperação  politica espetacular de Lula,iimpulsionada pelo benfazejo economico dos ventos internacionais.

            Quero dizer,a Abril estava no mato sem cachorro,e seu poderio escorria pelos dedos.O Capo Robert Chhiivita,um cretino de pouca inteligêcia,mas  bem assessorado,partiu para o tudo ou nada,na maior reviravolta que o carro chefe da Editora,no caso a Revista Veja,tomou em toda sua existêcia,desde quando começou a circular em 1968 sob a direção de Mino Carta.

            Derrubaria Lula e o governo,custasse o que custasse.Procurou um Diretor de fachada,acho que Euripedes Alcantara,por que a regia nunca saiu das mãos dele(esqueçam Policarpo,o negocio é Robert Chhiivita),e como uma agulha no palheiro,foi buscar jornalistas que nunca se importaram com a etica,a moral e os bons costumes.

            Reinaldo Azevedo,falido com a quebra da revista Primeira Leitura,deixado com a brocha nas maõs pelos irmãos Mendoça de Barros foi o primeiro escolhido.

            Intelectualmente preparado.Diogo Mainardi,marcado pela vida,não tem respeito  por ele mesmo,que dirá os outros.Escreve com uma agressividade impar.

            Augusto Nunes,no ostracismo desde que foi flagrado em um sanitario do Grupo Zero Hora em Porto Alegre,fazendo o que Aécio Neves faz até hoje,rodado em todas as redações do Solo Consolidado Patrio.

            A ordem do Capo,era atirar entre as sobrancelhas de quem se mexesse.De quem oussasse questionar o objetivo maior da Editora Abril:A queda do governo.

            Do outro lado da Marginal Pinheiro,foram escolhidos a dedo os alvos:

            – Mino Carta,o maior jornalista que o Brasil tem,pela idade avançada,não tinha mais saúde para uma empreitada dessa magnitude, entrou na linha de tiro.

            – Paulo Henrique Amorim,irreverente,sagaz e destemido,queimava e queima suas lanças mais pontiagudas contra o império Global.Também na Linha de tiro.

            – Luis Nassif,escolhido a dedo pelo Capo da Abril.Nassif já distinguia-se sobre os demais,pela competencia e conhecimento de temas economicos,politicos e sociais.Criou seu Blog,adquiriu visibilidade,ocupou seu espaço a esquerda,e tornou-se uma das vigas mestras do jornalismo em defesa do governo Lula.

            Nassif era o alvo preferencial a ser abatido.Nenhum jornalista brasileiro,a qualquer tempo,foi caçado como Nassif pelo Capo da Abril e seus cães de guarda.Teve ele e sua familia,a vida devassada,virada pelo averso.Me parece que uma de suas filhas,acho que a Dodó,sofreu bullying na escola.

            A melhor defesa é o ataque,reza a lenda.Foi o que Nassif fez.Magistralmente e artesanalmente produziu o maior trabalho jornalistico contemporaneo,O Caso de Veja.

            Não conto as vezes,que madruagada adentro,ficava esperando mais um texto da serie.Ali,Nassif não só se consagrou como o mais brilhante jornalista de sua geração,e se firmou como homem,corajoso,valente e correto.E eu,me liguei a ele para o todo e sempre,e a ex toda poderosa Editora Abril sofre o mesmo castigo que a historia reservou para Sodoma e Gomorra.

            .

  55. Em consonância com minha

    Em consonância com minha percepção e meu faro privilegiado,respeitando todos os comentarios feitos até agora,isto é,93, sou da opinião de que nenhum deles estão dentro da otica real.Desde a canalhice perpetrada contra Lula,inclusive presenciada pelo o acima assinado,resta-nos apenas uma unica,solitaria e emblemática solução:AS RUAS.Nada,absolutamente nada mais interessa,incluso a perda de tempo.Até onde sei,comunga com minha opinião o cientista e pensador politico portugues Boaventura de Souza Santos.

  56. É deixar de bobagem
    recurso é

    É deixar de bobagem

    recurso é só para dar imagem de legitimidade

    só há um caminho, é longo mas tem que ser iniciado.

  57. Até quando ficar no campo golpista?

    O grande equívoco que sérios analistas e bem intencionados como Nassif e também de amplos setores da esquerda e do Direito-não da Direita-é continuar pensando que,ao tratar o golpe no âmbito da discursividade jurídica e sua lógica,mudará alguma coisa.

    O que é URGENTE,é acabar com a ilusão de que a luta neste terreno pode mudar algo.NÃO VAI.Hoje na sociedade do espetáculo que debord já previu em 1967,não importam mais argumentos e sim a sanção da imagem.

    è hora,e já é até tarde das Esquerads e dos que vêem com clareza o momento atual de sair de vez deste denuncismo das práticas arbitr´rias da “Justiça” já que o golpe no país desde o início teve o judiciárioo como um de seus agentes aliados ao Grande capital financeiros e às cerca de 70 mil famílias brasileiras que não suportam sequer um capitalismo,digamos mais distributivo.

    Não há lugar para Lula na agenda neoliberal vigente no continente.E ficar perdendo tempo em mostrar a parcialidade da justiça daqui,não tem a menor efetividade.

    Somente uma ampla mobilização popular que vá às ruas e ainda sim,que dÊ MEDO á essas elites é que pode reverter tal quadro.

    Todo o resto é louvável,porém inútil no presente histórico do Brasil.

    Sou filósofo.Phd em Psicologia.Pós-doutorando em Políticas Públicas e Formaçõa Humana na Uerj.Pesquisador.Autor de “Prelúdio à uma Psicanálise do Futuro.Freud e Nietzsche”

  58. ela so fica brava na hora de
    ela so fica brava na hora de fuzilar petês

    Carmem Lúcia brava e disposta a guilhotinar Lula na segunda instância

    o imperio quer Temer livre e solto para completar o entreguismo

    a ordem eh a mesma dada no Iraque e só não ver quem quer: destruir o partido vencido..

    guerra eh suja mesmo e aos EUA, que estao no comando disso, sabem que no frigir dos ovos vāo por a mão no tesouro: petroleo…gas…agua….base de alcantara….soja
    …industria farmaceutica

  59. “Um galo sozinho não tece a manhã”

    Não tenho dúvidas de que os três embagadores da verdade entrarão para a História como cúmplices da maior farsa jurídica ocorrida em solo brasileiro. Há muito tempo isso está bastante claro para mim e para milhares de pessoas que não são analfabetos políticos, não são fascistas e também não se deixaram hipnotizar pela falsa narrativa da luta contra a corrupção, emblematicamente representada pela “Farsa a Jato”. Agora, de nada adiantarão grandes análises, por mais corretas, justas ou precisas que sejam, se continuarmos a falar para nós mesmos que já temos um grau de consciência considerável sobre  situação de descalabro da “Justiça” do país, a serviço do golpe contra a democracia. A minha pergunta é: nesse preciso momento, o que estão fazendo os juristas, os historiadores, os escritores, os filósofos, os ativistas libertários e os democratas de todos os matizes? Estão falando com as pessoas que ainda não se deram conta do que ocorre no país, estão procurando os pares para produzir manifestos para serem debatidos nas redes sociais, estão construindo grupos de discussão pela democracia, estão expondo suas posições publicamente nos locais de trabalho ou apenas se limitam a dialogar com quem já faz oposição ao golpe contra a democracia? Tenho certeza de que somos muitos e eles são poucos, mas estão ganhando todas as batalhas porque a maioria do time da Democracia ainda não entrou em campo. “Um galo sozinho não tece a manhã” ( João Cabral de Melo Neto)

  60. “Na sentença, Sérgio Moro diz

    “Na sentença, Sérgio Moro diz explicitamente que não havia relação com os três contratos.”

     

    Acho que foi num despacho em resposta a um embargo declaratório da defesa.

     

  61. e a cereja do bolo foi tia

    e a cereja do bolo foi tia carminha num jantar com quem está nos jantando. Desmoralizar mais é impossível

  62. Sugiro

    Sugiro ao nassif ou qualquer outro jornalista interessado que procure um especialista em leitura corporal e analise o desempenho dos três juizes que repetiram o moro.

    Vi a leitura das incríveis sentenças e penso que ali há. Não conheço o assunto a fundo, mas  do que vi …

    É claro que a análise pode até ser positiva, e se for que se publique também.

  63. Delenda Lula

    Se havia alguma dúvida, ficou escancarada agora a participação ativa do Judiciário na delenda Lula. A fragilidade moral de nossos magistrados é uma coisa estarrecedora.

  64. Chega de travar a luta no terreno do inimigo

    Muito importante e esclarecedora toda essa reflexão sobre o comportamento do judiciário. Mas tem um problema em tudo isso :temos um golpe em andamento! !!não é isso? O judiciário é um dos operadores do golpe! !!não é isso? Então, como é que se perde tempo e energia centralizando todas as iniciativas e esperanças no próprio judiciário? Tinha gente escrevendo aqui que o TRF4 iria mudar a sentença! !! Agora, a brilhante presidente do PT, concedeu uma entrevista à FSP, logo depois do referido publicar editorial comemorando a decisão do TRF4 e afirmando qual deve ser o papel da esquerda agora: disputar eleições e ficar pequenas fatias de governos para dar legitimidade ao regime. O que a senadora diz? O STF VAI CORRIGIR ISSO! !???

    Realmente é uma tragédia.

    A discussão não é, e não pode ser jurídica. Esse é o terreno que eles querem circunscrever o debate, o jogo. Interessa aos golpistas travar a luta neste terreno. O que interessa aos trabalhadores, aos progressistas em geral, a essa coisa que se transformou o PT, dominado por vaidades, interesses pessoais, pensamentos estreitos, e ao próprio Lula, o que interessa e virar o jogo. E só temos um caminho para fazer isso que eu é a luta política de massa, sem tréguas, sem vacilação, atacando o touro pelo chifre. O que é isso? 1 – É dizer para o povo quem fez e porque fizerem o golpe; 2- bater até a exaustão no ataque aos direitos sociais, na entrega do patrimônio nacional, na perda de soberania. ..; 3 – construir uma plataforma para as eleições que diga de forma direta que: 3.1 AJUSTE DE CONTAS PÚBLICAS DEVE SER FEITO EM CIMA DOS 45% DO ORÇAMENTO QUE OS ABUTRES DO MERCADO FINANCEIRO LEVAM, 3.2 QUE VAMOS ANULAR A LEI DE EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO E TODAS AS OUTRAS MEDIDAS QUE TOMARAM PARA ENTREGAR O PATRIMÔNIO NACIONAL; 3.3 OS DIREITOS SOCIAIS SERÃO MANTIDOS E AMPLIADOS; 3.4 REFORMA TRIBUTÁRIA PARA APLICAR TAXAÇÃO DAS GRANDES FORTUNAS; 3.5 ESTADO FINANCIANDO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO COM CRÉDITO PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS, COOPERATIVAS E ASSOCIAÇÕES DE PRODUÇÃO, RETOMANDO COM VIGOR A POLÍTICA DE CONTEÚDO LOCAL; 3.6 IGUALMENTE RETOMAR POLÍTICA DE INCENTIVO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO; 3.7 REFORMA DO ESTADO PATRIARCAL, AUTORITÁRIO, CONSERVADOR, MACHISTA, RACISTA E ASSASSINO desmontando as corporações, as regras especiais e privilégios de salários extras, férias e recessos diferentes dos demais cidadãos, verbas indenizatórias de toda espécie, o poder de legislar sobre seu próprio funcionamento e remuneração,… e começar isso pelo congresso, depois o executivo e ..finalmente ele, a trupe do convento! !! …. Cada item desse deve ser desdobrado, outros itens acrescentados.
    Tudo isso tendo como centro o combate contra todas as formas de desigualdade e discriminação.

    O essencial é ter um programa para enfrentar os abutres. A experiência em curso já foi o bastante para tirar as ilusões de quem acreditava e apostava tudo na conciliação. O comportamento da FSP é emblemático : fazem campanha para desmoralizar as teses progressistas, prender Lula e inviabilizar qualquer chance de partidos de esquerda ganhar eleição. Diz abertamente o que a esquerda deve ser : aceitar o papel de legitimadora do sistema. E ameaça, não pensem em aventuras! !! E no dia seguinte tem gente brilhante que vai lá cumprir esse papel! !!

    A nós não cabe nem a rendição nem aventura. O caminho é retomar a luta de massa (e quem melhor do que Lula para liderar isso, esteja ele onde estiver? ). A participação nas próximas eleições deve ser vista como oportunidade de debater isso com a população : denunciar o golpe e massificar o programa pedindo voto para fazer bancada pela transformação. Tudo isso sem perder de vista que a centralidade de toda a ação é a mobilização e auto-organização popular e a construção de meios próprios de ação, como veículos de comunicação sem os quais não iremos longe …

    Qual foi o resultado do julgamento mesmo? Kkkkkk

    Temos que sair da armadilha de travar o combate no terreno e no tempo definido pelo inimigo. (A menos , é lógico, que alguém brilhante ache que não temos inimigos, que são apenas alguns loucos desviados desrespeitando as leis, as regras. ..!! E como temos gente brilhante por aí. ….)

    Não custa insistir: Os abutres estão em guerra contra nós. Ou lutamos ou vamos perecer. Só resta lutar e fazer isso em nossos termos. Vamos travar o combate em nosso campo, em nosso tempo, com nossas bandeiras. Quem sabe assim viramos o jogo

  65. Xadrez de como o TRF4 desmoralizou a Justiça brasileira.

    Acredito que o ex-Presidente Lula enquanto líder da nossa nação, deveria tomar uma atitude consciente, libertária, madura e transformadora das relações sociais em nosso país. O capital que está aí vigente, tem total rechaço à pessoa e por que não falar ao seu partido. Penso que a grande maioria dos brasileiros, embora maioria, em uma situação de eleição democrática do ex-Presidente Lula, será a mais afetada. A Venezuela que me corrija. A abdicação em concorrer a eleição se faz necessário para que isso não ocorra no país. A condição que o capital instalado tenha a atitude ética de pagamentos de todos os impostos, que são e foram sonegados (É de bom tom dar um prazo) e que o capital que se associa aos diferentes níveis da esfera pública (Federal, Estadual, Municipal), exclua de suas ações a chamada “corrupção ativa”. Caso isso não ocorra o Estado deverá intervir para restabelecer o acordo realizado.

    Parece-me que as questões jurídicas, não sou entendedor, mas leio, indica que houve várias contradições e outras mazelas, assim como, traduziram em identificações de crimes contra o patrimônio público. Que todos os culpados sejam de fato punidos. Para evitar injustiça que se eleja um conselho jurídico nacional (formados por juristas competentes de toda nação), com objetivo de analisar os prós e os contras (o princípio de uma democracia de fato) e façam a conclusão dos culpados e dos inocentes. Aqui se inclui o ex-Presidente Lula.

    Dado a deterioração histórica da estrutura política, econômica, social e cultural de nosso país, é de se esperar em torno de 20 (vinte) anos para essa situação se estabelecer em sua totalidade. Brasil com ética, e educação a todo vapor.

    José Claro Alves Baptista

  66. Site jurídico MIGALHAS em Editorial sobre Carmen Lucia

    DO SITE MIGALHAS

    Editorial

    Quarta-feira, 31/1/2018

     

     

     

    Circulou ontem, gostosamente, a lista de nomes dos convivas que dividiram a mesa com a ministra Cármen Lúcia, símbolo maior da vestalidade pátria (plim, plim). Na pândega, onde S. Exa. não se avexou de falar acerca de casos que estão sub judice, lobrigavam-se presidentes de empresas como a Shell e Siemens, além de representantes institucionais de outras, como da Souza Cruz, que por acaso tem um caso importantíssimo na pauta de amanhã do Supremo, e que afeta sobremaneira a indústria tabagista como um todo. Sobre o inusitado convescote, cabem duas observações. 

    Do lado da ministra, difícil engolir essa história, ainda mais vindo de quem constantemente “joga para a plateia”. Vide o caso Cristiane Brasil, no qual deu uma não-decisão. Com efeito, disse que suspenderia a posse porque não tinha a decisão impugnada. Faça-nos um favor. É subestimar a inteligência alheia. Se não há decisão impugnada, nega-se. Ou, querendo decidir, deveria pegar o telefone e pedir ao magistrado que a prolatou, que está num prédio a 500 metros de distância, para enviá-la. Quanto ao caso da prisão em 2ª instância, talvez não o pautar é que seja casuísmo. De fato, há muito a situação é premente, com decisões que dependem da sorte de qual relator vai cair. Não se pode viver assim, e ela, não pautando, alimenta essa insegurança. Mas o pior de tudo é a pregação de moralidade que se quer passar, e às esconsas sentar-se num restaurante com empresários. A pergunta que a srta. ministra deveria fazer é: quem paga a conta? Por fim, uma farpa imprescindível: convidada para inúmeros eventos jurídicos pelo Brasil, a ministra confirma a presença e, invariavelmente, falta (querendo, temos um rosário de casos para ilustrar o quanto dito). No dia seguinte, quando não no mesmo, ei-la num evento da emissora preferida. 

    Do lado dos presentes, é preciso perguntar aos empresários: “- Em que século os srs. vivem?” Não é possível que não tenha alguém ponderado no board para alertar o deslumbrado convidado que “isso vai dar m…”. Sabendo que suas empresas têm inúmeros interesses em pauta no Judiciário, deveriam ter, se a autoridade infelizmente não teve, desconfiomêtro para ver que boa coisa não se extrai de um encontro desses. Aliás, espera-se que a ministra não se dê por impedida nas causas das empresas que tinham assento na festança. Caso contrário, aí sim se dirá: aí tem coisa.

  67. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome