Espionagem protege os cidadãos, diz secretário dos EUA

Do Estadão

Kerry diz que programas de espionagem dos EUA protegem os cidadãos

Em visita ao Brasil, secretário de Estado americano afirma que coleta de informações é permitida por lei do país

Ricardo Della Coletta e Rafael Moraes Moura

BRASÍLIA – Sem comentar “detalhes operacionais” do programa de espionagem promovido pela Agência Nacional de Segurança (NSA, na sigla em inglês), o secretário de Estado americano, John Kerry, defendeu a coleta de informações pela inteligência de seu país. “Os EUA adotam a inteligência, assim como todas as nações, para proteger os nossos cidadãos.”

Em visita ao Brasil, Kerry falou sobre as denúncias divulgadas com base em informações vazadas pelo ex-analista da NSA Edward Snowden, segundo as quais os americanos monitoram telefonemas e uso da internet, inclusive de cidadãos brasileiros. “Estamos convencidos que a nossa coleta de informação ajudou a proteger a nossa nação de uma série de ameaças e que também protegeu brasileiros”, disse o chefe da diplomacia americana.

Segundo Kerry, a atuação dos americanos está baseada em lei aprovada após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 e conta com a supervisão do judiciário. O secretário de Estado também disse que os Estados Unidos vão atender aos questionamentos levantados pelo governo brasileiro sobre os métodos para a obtenção das informações.

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Antonio Patriota, confirmou que o País pediu esclarecimentos sobre o caso e pediu transparência dos EUA. “Consideramos que os EUA não encontrarão melhor parceiro no combate ao terrorismo, na medida em que elas (informações) sejam levadas a cabo de forma transparente.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora