Jean Wyllys: “Você mentiu a todos nós e brincou com a esperança de milhões de pessoas”

Jean Wyllys, via Facebook

Em “nota de esclarecimento”, Marina Silva desmente seu próprio programa de governo e afirma que não apoia o casamento civil igualitário, mas uma lei segregacionista de “união civil”. Vocês já imaginaram um candidato presidencial dizendo que é contra o direito dos negros ao casamento civil, mas apoiaria uma “lei de união de negros”? A nova política da Marina é tão velha que lembra os argumentos dos racistas americanos de meados do século XX. Contudo, o pior é que ela brincou com as esperanças de milhões de pessoas! E isso é cruel, Marina!

Bastaram quatro tuites do pastor Malafaia para que, em apenas 24 horas, a candidata se esquecesse dos compromissos de ontem, anunciados em um ato público transmitido por televisão, e desmentisse seu próprio programa de governo, impresso em cores e divulgado pelas redes. Marina também retirou do programa o compromisso com a aprovação da lei João Nery, a elaboração de materiais didáticos sobre diversidade sexual, a criminalização da homofobia e da transfobia e outras propostas. Só deixou frases bonitas, mas deletou todas as propostas realmente importantes. E ela ainda nem se elegeu! O que esperar então dela se eleita presidenta quando a bancada fundamentalista, a bancada ruralista e outros grupos de pressão começarem a condicionar o apoio a seu governo? Tem políticos que renunciam a seus compromissos de campanha e descumprem suas promessas depois de eleitos. Marina já fez isso mais de um mês antes do primeiro turno. Que medo!

Leia também:  São Paulo - Eleições

Como todos sabem, minha candidata presidencial é Luciana Genro. Ela SEMPRE defendeu todos os direitos da comunidade LGBT e foi a primeira candidata na história do Brasil que teve a coragem de pautar esses temas no debate presidencial da Band. Contudo, ontem, quando consultado pela imprensa, apesar da minha desconfiança com relação à Marina, elogiei o programa apresentado pelo PSB (apenas no que dizia respeito aos direitos da população LGBT, já que discordo profundamente de muitas outras propostas neoliberais e regressivas nele contidas). Fiz isso porque acho que os posicionamentos corretos devem ser reconhecidos, mesmo que provenham de um/a adversário/a.

É com essa autoridade, de quem agiu de boa fé, que agora digo: Marina, você não merece a confiança do povo brasileiro! Você mentiu a todos nós e brincou com a esperança de milhões de pessoas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

167 comentários

  1. Filiado do PSB contesta conteúdo do “Marina de Verdade”.

     

    Publicado em 30/08/2014

    Professor desmonta conteúdo
    do site “Marina de Verdade”

    Gustavo Castañon, filiado ao PSB, contesta informações sobre a Bláblárina.

    Compartilhe

     

    Ilustração originária do Marineitor

     

     

     

    O Conversa Afiada reproduz artigo do professor Gustavo Castañon, extraído do Viomundo:

     

    Filiado ao PSB contesta conteúdo do “Marina de Verdade”

    por Gustavo Castañon

    Candidata Marina Silva, meu nome é Gustavo Castañon. Sou, entre outras coisas, filiado há mais de dez anos ao PSB, partido que hoje a senhora usa para se candidatar, professor na Universidade Federal de Juiz de Fora e um cristão convicto, como acredito que a Senhora também seja, do seu jeito.

    Investida de seu eterno papel de vítima, sua campanha lançou um site na internet chamado “Marina de Verdade” (com V maiúsculo mesmo) para combater supostas “mentiras” espalhadas contra a senhora na internet. Vou aqui responder uma a uma as afirmações de seus marqueteiros no site citado, oferecendo os links de fontes das minhas afirmações.

    1 – Não Marina, você não sofre preconceito por ser evangélica.
    Você é que acredita que todos aqueles que não compartilham de suas crenças queimarão eternamente no fogo do inferno. É o que está claramente descrito no credo (credo 14) de sua agremiação religiosa. Que nome podemos dar a isso? Certamente é um nome mais assustador do que intolerância ou preconceito. Talvez essa seja a origem de seu maniqueísmo, já que separa o mundo entre os bons, que apoiarão seu possível governo, e os maus, que lhe fariam oposição, como eu. O seu problema não é ser protestante. É ser da Assembleia de Deus, associação pentecostal de vários ramos que interpreta literalmente o Antigo Testamento, e que tem entre seus pastores Marcos Feliciano, que vende curas a paraplégicos, e Silas Malafaia, este homem que hoje defende da “cura gay” à teologia da prosperidade e vende bênçãos de Deus. Eu me pergunto: o que alguém que faz parte de uma organização que faz comércio com a palavra de Cristo é capaz de fazer na vida política? Qual o nível de inteligência que pode possuir alguém que faz interpretações tão rasteiras do significado da Bíblia? Essas são perguntas legítimas que as pessoas se fazem, e não por preconceito, mas por conceito.

    2 – Não Marina, o Estado Laico deve intervir nas práticas religiosas quando são fora da lei.
    Se uma religião resolve reinstituir o sacrifício de virgens dos Astecas ou a amputação de clitóris comum em alguns países muçulmanos hoje, o estado tem que observar inerte essas práticas em nome da liberdade religiosa e do laicismo? Não, candidata. Nenhuma organização está acima da lei num Estado Laico.

    3 – Não Marina, você não é moderna, você é uma fundamentalista mesmo.
    O fundamentalismo religioso não é a negação do Estado Laico, essa é só uma espécie de fundamentalismo, o teocrático. O fundamentalismo se caracteriza pela crença de que algum texto ou preceito religioso seja infalível, e deva ser interpretado literalmente, tanto em suas afirmações históricas como comportamentais ou doutrinárias. E o ataque ao Estado Laico pode vir também pela incorporação de leis, que desrespeitem as minorias religiosas ou não religiosas, impondo um valor comportamental de determinada religião a todos os cidadãos. Isso faz da senhora uma fundamentalista (Assembleista) que compartilha das crenças de Feliciano e Malafaia, e uma adversária, se não do Estado Laico, do laicismo que deveria orientar todas as nossas leis, pois defende plebiscitos sobre esses temas para impor a vontade das maiorias religiosas sobre as minorias em questões comportamentais.

    4 – Não Marina, você é, sim, contra o casamento gay.
    Você agora diz que está sofrendo ataques mentirosos na internet sobre o tema, mas sempre se colocou abertamente contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, defendendo somente a união civil nesse caso. E não adianta simular que o que o movimento gay está reivindicando casamento religioso. O casamento é também uma instituição civil. Você só defende união de bens, sem todos os outros direitos que o casamento confere às pessoas. O vídeo acima e mais esse vídeo aqui provam esse fato de conhecimento público.

    PS: Hoje, dia 29/08/2014, ao lançar seu programa de governo, a candidata mudou uma posição defendida por toda vida, faltando um mês para a eleição. Por que?

    5 – Realmente Marina, você não é petista.
    Você abandonou o partido que ajudou inestimavelmente a construir sua vida política, ao qual você deve todos os mandatos e o único cargo que ocupou até hoje, porque não tinha espaço para sua candidatura à presidência. Hoje, você busca se associar, sem qualquer pudor ou remorso, a inimigos ideológicos históricos do partido, repetindo as práticas que supostamente condena no PT e chama de “velha política”. Só que faz isso somente para chegar ao poder e construindo um projeto oposto àquilo a que defendeu toda a vida.

    6 – Realmente Marina, você não é tucana. Mas sua equipe econômica é.
    Sua equipe econômica conta com André Lara Resende e Eduardo Giannetti, ex-integrantes da equipe econômica do governo FHC, além de seu coordenador Walter Feldman, que fez toda sua história no PSDB. Suas propostas econômicas são as mesmas do PSDB. Agora, de fato, o que nem o PSDB jamais teve coragem de ter é uma banqueira como porta voz de sua política econômica… Você não quer alianças com governos atuais de nenhuma agremiação, como o de Alckmin, exatamente para manter sua imagem de anti-tudo-o-que-está-aí. Mas não se sente constrangida em ter o vice de Alckmin na coordenação financeira de sua campanha, nem de convidar o “bom” representante de sua “nova política” José Serra para seu governo…

    7 – Não Marina. Você defendeu, sim, Marcos Feliciano.
    Você afirmou que ele era perseguido na CDH não por causa de suas posições políticas, mas por ser evangélico. Disse que isso era insuflar o preconceito religioso. Não, candidata. Você está falando de seu companheiro de Assembleia de Deus, um homem processado por estelionato, que pede senha de cartão de crédito de seus fiéis, que defende que os gays são doentes e os descendentes de africanos amaldiçoados. Recentemente, esse homem que você afirma ser vítima do mesmo preconceito que você sofreria, afirmou à revista Veja: “Eu não disse que os africanos são todos amaldiçoados. Até porque o continente africano é grande demais. Não tem só negros. A África do Sul tem brancos”. Ao usar essa estratégia de defesa pra ele e para você, você reforça os preconceitos da sociedade e o comportamento de grande parte dos pentecostais de blindar qualquer satanás que clame “Senhor, Senhor” em suas Igrejas.

    8 – Não Marina. Você não é só financiada por banqueiros. Eles coordenam seu programa!
    Neca Setúbal, herdeira do Itaú, não é só sua doadora como pessoa física. Ela é a coordenadora de seu programa de governo e sua porta-voz, e já declarou que você se comprometeu a dar “independência” (do povo e do governo) ao Banco Central, que fixa os juros que remuneram os rendimentos dela. Da mesma forma, o banqueiro André Lara Resende, um dos responsáveis pelo confisco da poupança na era Collor e assessor especial de FHC, é o formulador de sua política econômica.

    9 – Não Marina, você é desagregadora e vilipendia a classe política. Seu governo será o caos.
    Você é divisionista e maniqueísta e implodiu meu partido em uma semana de candidatura. Vai deixar seus escombros para trás quando chegar ao poder, como sabemos e já anunciou, para delírio daqueles que criminalizam a política. Seu partido é nanico, e se não o criar com distribuição de cargos, continuará nanico. Com a oposição certa do PT, terá que governar com a mídia e os bancos, que cobrarão o apoio com juros. Precisará do PMDB, que você acusa de fisiologismo, e do PSDB e o DEM, que lhe exigirão não só cargos, empresas públicas e ministérios, mas também a volta das privatizações. A única base congressual que lhe será fiel é a bancada evangélica, que cobrará seu preço com sua pauta de controle dos costumes e seu fisiologismo extremo. Resultado, você vai entregar a alguém o trabalho sujo do fisiologismo ou mergulhará o país no caos.

    10 – Não Marina, seu marido foi sim acusado de contrabando de madeira.
    E não só isso, foi acusado pelo TCU de doação de madeira clandestina. A senhora usou sua força política de Ministra para impedir que o caso fosse investigado, como sempre fazem na “velha política”. Mais tarde o MP arquivou, como fazem com todas as denúncias contra membros da oposição. Mais uma vez, fato bem comum na “velha política”. Nada é investigado.

    11 – Não Marina, Chico Mendes não era da elite. A elite é que o matou.
    Em mais uma tergiversação semântica demagógica, num vilipêndio à memória de seu companheiro, a senhora tomou o termo “elite” pelo sentido de elite moral, para acusar de “divisionismo” os que lutam contra a elite econômica brasileira. Essa mesma elite que mantém o Brasil como um dos dez países mais desiguais do mundo e que hoje está acastelada no seu programa de governo e campanha. Seu discurso despolitizante busca mascarar a terrível e perversa divisão de classes no Brasil e é um insulto aos seus ex companheiros de luta. Seu uso demonstra bem à qual elite você serve hoje, e nós dois sabemos que não é à elite moral. A elite moral desse país está lutando contra a elite econômica para diminuir nossa terrível e cruel desigualdade social. E você, Marina, não é mais parte dela.

     

  2. Pai do Céu, se esta classe

    Pai do Céu, se esta classe média esclarecida acreditou nesta lorota, imagina o resto da população.

    Tem um ditado italiano que diz, mais vale uma pitada de discernimento do que montanhas de conhecimento. No caso da eleição de um presidente, poderíamos adaptar para mais vale uma pitadinha de discernimento do que acreditar em frases de efeito sob medida para minorias.

  3. Quem acredita em papai noel

    Quem acredita em papai noel acreditava que Marina era a favor do casamento civil igualitário. 

     

    Acho Putin menos homofóbico que Marina. Os fatos vão mostrando isso.

  4. Desrazões para votar em Marina Silva

    “Que características mais aprecio em Marina? Acho que a principal é a credibilidade, confiabilidade. Ela já deu mostras de que não cede a algumas coisas por convicção, não por teimosia.”

    Um prestigioso comentarista do blog ao expor suas razões para escolher Marina Silva começou com esse exato parágrafo, de certa forma ele tem razão, sempre podemos confiar na incoerência do saco de vento acreano.

    • É isso que acontece quando,

      É isso que acontece quando, ao invés de observar a história, pensar e analisar, você “sente”. 

    • Célio, quando o Gunter escreveu isso

      mostrei que a frase valia para qualquer político radical… Bolsonaro, por exemplo…

      Pelo visto não vale pra Marina…

    • Das duas uma:

      Ou ele está desesperado tentando marcar um atendimento de emergência com o seu psicanalista (possivelmente via feicebúki) ou vai fazer como sua mentora e mudar de ideia, saindo do armário e anunciando voto no Aécio Neves. Ou na Luciana Genro. Ou em alguém. Coerência é isso aí!

    • O fato de misturar Religião e

      O fato de misturar Religião e Política é algo que fere as noções básicas do Cristianismo, de sua praxis, aí está a fraude, o resto é decorrência.

      Paulo é bem claro sobre o apartidarismo. No cristianismo primitivo não se recomendava nem mesmo, diante de uma injustiça, se procurasse os meios legais, basta ver os textos do grande orador João Crisóstomo. E em Cristo, adaptado aos dias de hoje, se alguém quer lhe tomar a camisa, lhe dê também a calça. Ou seja, o aspirante a cristão,deve praticar a não violência antes de alcançar o estágio da mansidão.

      Este princípio cristão e outros são o oposto da atividade políitca, é quase impossível fazer política partidária e ser cristão. Este é o grande exemplo da Paixão de Cristo, a mansidão, estágio superior da não violência. A política é um estágio muito distante da não violência, na prática é uma violência pelo Poder, ainda que no discurso nem tanto.

       

  5. “Somente se surpreende quem não se informa”, disse um fã seu

        É iss aí Jeanh Whyllyyysys, vocês sempre procurando um pote de ouro onde alguém pinta um arco-íris.

    s.ó. q.u.e. n.ã.o

     

    é um mico atrás do outro, qual será a próxima miragem que vocês vão seguir ?

  6. Essa mulher é louca! O

    Essa mulher é louca! O pessoal, obviamente, faz campanha em cima das propostas… Quem vai imaginar que, em menos de 24h a pessoa vá fazer uma palhaçada dessas? É o mesmo que chegar na Petrobrás, amanhã e dizer que vai deixar o etanol em segundo plano….

    Pior coisa que pode acontecer a um militante é o candidato puxar seu tapete no meio da campanha. Por isso que o cabeça da chapa era o Eduardo Campos; quem é que vai se arriscar a fazer qq tipo de acordo com uma pessoa dessas? Depois que fizeram todos os acordos com o Eduardo Campos, deram um jeito e ela entrou para trazer os votos.Nojento isso.

    • Que isso, Cristiana, não é

      Que isso, Cristiana, não é nojento. é só a Nova Política!

      (quando penso como fomos massacrados aqui no ano passado, quando chamávamos a atenção pro “contra tudo isso que está aí” e o discurso perigoso que estava atrás disso… affff)

      • Pois é… Que situação…

        Pois é… Que situação… Tenho lido coisas no FB que assustam, do tipo, o PT só fala em trabalho; nada de diversão, cultura, drogas, sexo e rock ‘n roll… Caramba…  aí complica pq quem trabalha quer salário digno, redução de jornada, segurança no emprego e no desemprego… quero ver qdo esse pessoal começar a trabalhar  e tiver que encarar um emprego sem a segurança das conquistas trabalhistas. E, o mais bizarro é que para simbolizar esse mundo de alegria e liberdade, escolhem a Marina Silva! Aí vai Marina presidente e os deputados e senadores, provavelmente de esquerda; ou seja, votam de modo que a coisa continue engessada. Pq votam em posições antagônicas e depois acusam os parlamentares ou o governo de não fazerem nada. 

    • Pelo menos ela voltou atras

      Pelo menos ela voltou atras por uma pessoa que professa sua ideologia. E o Lula que voltou atras no programa do PT instado pelo sistema financeiro.

  7. Já começou o derretimento, é

    Já começou o derretimento, é muita maquiagem, não vai aguentar este calor todo….

    Do pó vieste e ao pó retornaras.

  8. Jean Wyllys perde o foco e exagera na crítica

    “Em “nota de esclarecimento”, Marina Silva desmente seu próprio programa de governo e afirma que não apoia o casamento civil igualitário, mas uma lei segregacionista de “união civil”. Vocês já imaginaram um candidato presidencial dizendo que é contra o direito dos negros ao casamento civil, mas apoiaria uma “lei de união de negros”? A nova política da Marina é tão velha que lembra os argumentos dos racistas americanos de meados do século XX. Contudo, o pior é que ela brincou com as esperanças de milhões de pessoas! E isso é cruel, Marina!”

    Na verdade, a mudança de posicionamento é mais eleitoreira do que eficaz, pois quem apoia a união estável, apoia, necessariamente, a possibilidade do casamento, pois a união estável, por lei vigente no Brasil, pode ser convertida em casamento. No mínimo, aponta para uma falta de segurança e solidez nos posicionamentos políticos de Marina SIlva.

    O que está dito aí por Jean Wyllys, que teria sido dito por Marina na referida “nota de esclarecimento”, não faz o menor sentido jurídico. Não se pode criar uma lei “segregacionista” que apenas contemple a união civil entre pessoas do mesmo sexo, mas não o casamento. Com o advento do que decidiu o STF sobre a matéria, qualquer lei desse tipo seria claramente inconstitucional por infringência ao princípio da igualdade. Em suma, se os homossexuais podem firmar união estável (união civil, como fala Jean Wyllys), podem, obviamente, se casar. Isso decorre diretamente do entendimento do STF sobre o assunto.

    Marina está apenas deixando de falar expressamente sobre isso, tudo para não perder os votos dos evangélicos mais conservadores e radicais. É uma estratégia eleitoral.

    • Argolo, primeiramente quero

      Argolo, primeiramente quero reconhecer o debatedor de bom nível que vc se mostra aqui, sempre acompanho seus posts.

      Agora, essa questão não é analisada somente na perspectiva jurídica, como você mesmo diz, o ‘povão’ não vai enveredar pela perspectiva que vc coloca o enfoque, certo!

       

      Abraço!

    • E a propostas de equiparar

      E a propostas de equiparar homofobia a racismo e material didático anti-homofobia nas escolas, que ela também retirou? Também é trivial do ponto de vista da teoria jurídica?

       

        • Você é advogado mesmo? Já

          Você é advogado mesmo? Já experimentou argumentar assim na frente do juiz, misturando alhos com bugalhos?

          Em primeiro lugar, Haddad não concorreu à presidência. Não apresentou proposta de governo à nação.

          Em segundo lugar, o plano apresentado por Dilma não incluía kit anti-homofobia.

          Em terceiro lugar, o assunto aqui é Marina, e não Dilma e nem Haddad.

          Cresça, rapaz.

           

          • A minha pergunta foi retórica

            Com uma finalidade muito clara: quem é o PT para falar em recuar em relação a políticas anti-homofobia?

            O fato de Haddad não ser candidato a presidente é irrelevante. O que importa para o meu ponto é que ele foi ministro de educação do PT e, portanto, representa a posição política do Governo Dilma em relação ao assunto.

            O Governo Dilma, por meio do seu então ministro da educação, recuou neste ponto. Com que moral pode criticar a eventual desistência de Marina?

            Dilma não é nem capaz de defender abertamente o aborto, por motivos eleitorais.

            Aliás, o Governo do PT nunca revisou os critérios do INCRA usados para apurar as áreas de terras improdutivas. Sempre prometeu revisar, mas nunca fez isso, contrariando as reivindicações dos sem terra.

            O Governo Dilma só assentou uma média de 22 mil famílias por ano, muito abaixo do que assentaram FHC e Lula. De 1995 para cá, o Governo Dilma responde por apenas 2% dos assentamentos.

             

          • A sua pergunta foi retórica

            A sua pergunta foi retórica com a finalidade clara de desviar a atenção da sua argumentação pobre e para destilar o seu ódio cego anti-PT travestido de olhar crítico.

            Vá estudar mais um pouco o incentivo à agricultura familiar e o crédito aos pequenos produtores no governo Dilma antes de atacar a falta de assentamentos. Tente explicar porque o número de invasões de terra  no governo Dilma foi o menor de todos os tempos. Antes do PT, nem sequer existia a discussão sobre homofobia no Brasil. Porcure conhecer as atuações mais amplas do programa Brasil Sem Homofobia, não só esse assunto do kit. O PL 122 foi apresentado pelo PT e ainda está tramitando. A Marina ou qualquer outro partido teria coragem de apresentar esse projeto?

             

  9. Jean Wyllys: “Você mentiu a todos nós e brincou com a esperança

    Depois dessa a Marina está empatada com a Luciana Genro em Campinas e Pelotas…

  10. Sozinha

    Nassif,

    Marina Silva demonstra não precisar de ajuda prá se arrebentar, ela é capaz de fazer tudo sozinha.

    São pouco mais de 30 dias pela frente, tempo mais do que suficiente para enterrar de vez algumas possibilidades alucinantes, uma delas a de vermos esta figuraça chamada Silas Malafaia de braços dados com a acreana no Palácio da Alvorada. 

    • É óbvio isto Alfredo, só não

      É óbvio isto Alfredo, só não vê quem não quer a confusão e contradições desta candidatura.

      Já cantei este jogo ao Gunter que a Marina se desconstrói sozinha…

      🙂

      • Dia ingrato

        Sergio,

        Tudo bom?

        Este sábado, definitivamente não está sendo o dia da acreana.

        Silas Malafaia, Jean Wyllys, energia nuclear e, agora, o parecer do PGR a respeito da maracutaia do avião que não é de ninguém.

        Um abraço

        Do Tijolaço,

         

        Parecer de Janot detona desculpas do “recibos no final”. A lei é clara: recibo tem de ser imediato

        30 de agosto de 2014 | 16:56 Autor: Fernando Brito

        Embora eu entenda que, hoje, todos estão chocados com a chantagem explícita feita pelo senhor Silas Malafaia, que obrigou a candidata Marina Silva a mudar seu programa de governo um dia depois de divulgado oficialmente, num espetáculo de servilismo e humilhação que jamais pensei em ver em um candidato, penso que há outra questão que compromete já não do ponto de vista moral, mas aos olhos da lei. Refiro-me às desculpas que vem sendo usadas pelo PSB para explicar o avião que empresários teriam “doado” para que ela e Eduardo Campos fizessem campanha.

        Embora a fundamentação do Procurador Geral da República esteja calcada nos termos da lei com os quais este blog explicou as ilegalidades da operação, há algo que me passou e que o procurador levanta logo ao início das conclusões de seu parecer, e é de fundamental importância.

        É o artigo 10 da Resolução 23.406, do Tribunal Superior Eleitoral:

        Art. 10.  Deverá ser emitido recibo eleitoral de toda e qualquer arrecadação de recursos para a campanha eleitoral, financeiros ou estimáveis em dinheiro, inclusive quando se tratar de recursos próprios.

        Parágrafo único.  Os recibos eleitorais deverão ser emitidos concomitantemente ao recebimento da doação, ainda que estimável em dinheiro.

        Concomitantemente, isto é, no mesmo momento.

        É um golpe fatal nas explicações do PSB de que pretendia fazer o recibo “ao final da campanha”.

        A menos que use documentos falsificados, isso é incompatível com a versão que o partido sustentou por uma semana, agora substituída pela de “doação” do avião à campanha.

        É um escândalo de proporções gigantescas, e não é admissível que esteja sendo tratado com tamanha leniência.

        Estamos nos aproximando de revelações terríveis sobre a promiscuidade envolvida na compra deste avião e no forjar de “explicações” sobre isso.

        As pessoas honestas e de bem da direção do PSB deixarão de sê-lo se coonestarem esta montagem.

        Tornar-se-ão criminosos, mesmo que não tenham participado da atividade ilegal envolvendo a cessão do avião.

        É tudo muito grave e podemos estar na iminência de uma situação que será um verdadeiro terremoto eleitoral.

         

         

         

         

         

        • Tudo bem sim, Alfredo, e com

          Tudo bem sim, Alfredo, e com vc?

          A coisa tá feia… E na área ambiental ela já deu vários bolas foras para agradar o agronegócio.

          A contradição começa na própria pessoa da Marina: como pode uma pessoa tão inteligente e que se pretende “de vanguarda” ser evangélica até a espinha? Ambientalistas são todos 100% evolucionistas…

        • Isso é um jornalista que não sabe de nada

          Sabe nem o que é doação. Marina falou em empréstimo. Se esse jornalista incompetente soubesse que empréstimo não é doação, não estaria passando vergonha na Internet. Ele deve é se preocupar em acompanhar a apuração do “Mensalet”, que vem por aí, breve, breve.

          • PGR e avião fantasma

            Alessandre,

            Tudo bom?

            Você concorda que o comportamento do PSB, leia-se Marcio França e Beto Albuquerque, foram perfeitas confissões de culpa.

            Também parece não haver dúvida que o dono do avião é um contrabandista chamado Apolo, se o PT e PF não se mexem, é outra história..

            Segue o parecer do PGR.

            Um abraço 

             

             

            Parecer do PGR sobre jatinho sem dono from Miguel Rosario

             

          • Qual explicação é pior,

            Qual explicação é pior, empréstimo ou doação? André Vargas caiu porque pegou emprestado um jatinho. E faz sentido que seja condenado, porque não existe nada de graça. O empréstimo teria que ser retribuído e sabemos que foi, pois ele intermediou os interesses do Youssef no Ministério da Saúde.

            É por isso que doação tem que ser declarada no ato, para que fique claro qem está financiando o candidato e a população possa escolher com base nisso. Um empréstimo não difere em nada dessa consideração. Portanto, você está aplicando uma tecnicalidade jurídica (ou uma chicana, como diria Joaquim Barbosa, o maior chicaneiro do Brasil) que foge ao espírito da lei.

             

  11. Sua vigarista, não se diga secularista só para angariar votos

    APÓS RECUAR SOBRE GAYS, MARINA NEGA TER RECUADO

     

    Colocada numa saia justa, por ter revisado seu programa de governo no que tange ao casamento gay após receber um ultimato do pastor Silas Malafaia, a candidata Marina Silva tentou encontrar uma saída;  “Na parte LGBT, o texto que foi para redação foi a parte apresentada pelos movimentos sociais. Todos os movimentos sociais apresentaram propostas e se contemplou tanto quanto possível as propostas”, disse ela; a realidade, no entanto, é outra; o apoio ao casamento gay constava do programa e foi retirado após a pressão de Malafaia; para o deputado Jean Wyllys, Marina enganou eleitores “e não merece a confiança dos brasileiros”; nas redes sociais, ela virou piada com a hashtag #MarinaVoltaAtras

     

    30 DE AGOSTO DE 2014 ÀS 17:10

     

     

    247 – A ex-senadora Marina Silva, candidata à presidência da República pelo PSB, virou piada neste sábado nas redes sociais e se tornou um dos temas mais comentados no Twitter, com a hashtag #MarinaVoltaAtras. O motivo é o recuo dela no apoio ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, depois que foi pressionada pelo pastor evangélico Silas Malafaia. A sinalização positiva aos direitos dos homossexuais, que constava do seu programa de governo, lançado ontem, foi retirada menos de 24 horas depois, depois que Malafaia ameaçou se pronunciar contra Marina (leiaaqui).

    Neste sábado, em campanha na Favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, Marina negou ter recuado em relação aos gays e também no tema da energia nuclear – outro tema em que ela também mudou sua posição. “Não foi uma revisão. Na verdade nos tivemos dois problemas no programa. Um em relação a questão nuclear, que era da parte Ciência e Tecnologia, uma questão não havia sido acordada com Eduardo. Na parte LGBT, o texto que foi para redação foi a parte apresentada pelos movimentos sociais. Todos os movimentos sociais apresentaram propostas e se contemplou tanto quanto possível as propostas”, disse a candidata. “O texto que foi publicado não é o que havia sido acordado. O que fizemos é apenas retornar ao texto da mediação, da mesma forma que aconteceu na questão nuclear. Os próprios coordenadores fizeram a revisão”, disse.

    O fato, no entanto, é que seu programa de governo, lançado ontem, foi amplamente divulgado. Era conservador na economia – tanto que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) a acusou de plagiá-lo – e liberal nos costumes. Era. Mudou após a pressão de Malafaia, provocando a indignação do deputado Jean Wyllys (Psol-RJ). “Você mentiu a todos nós e não merece a confiança do povo brasileiro”, disse o parlamentar (leia aqui).

    Nas redes sociais, eis alguns tuítes com a hashtag #MarinaVoltaAtras:

     27 min

    Não vamos desistir do Malafaia. Não vamos desistir dos usineiros. 

     21 min

    : Marina volta atrás e diz que arroz é debaixo do feijão mesmo” 

     15 min

     e diz q nunca participava do Você Decide da Globo por não saber do que ter certeza.

     13 min

     e diz que o Fluminense foi rebaixado.

     57 min

     e diz que Chico Mendes é da elite…

     58 min

    Marina volta atrás e diz que engordou 3 quilos apesar da dieta transgênica que adotou por orientação de Neca Itaú.

     

  12.   De fato, foi uma recuada

      De fato, foi uma recuada feia. O pastor ameaçou, tudo alterado. E antes do prazo dado por ele.

      No caso da outra errata, que trata da energia nuclear, há uma curiosidade. A informação de um leitor do Tijolaço, indicando (com link, inclusive) que o conteúdo das páginas 144/5 do programa foi retirado de um trabalho oriundo de  seminário no MEC (2010), que apresentava recomendações para a matriz energética. Os formuladores do programa da Marina nesse particular apenas procederam  adaptações naquele trabalho, para ajustá-lo às posições ambientais da candidata. A referência à energia nuclear possivelmente escapou dos cortes no texto original.

    • Na verdade, o “pulo do gato” é outro

      Marina fez, politicamente, o que o STF fez juridicamente. Apoiou expressamente a união estável, mas nada falou sobre casamento. Simplesmente porque não é preciso. Ela apenas repetiu a posição do STF, que também nada disse sobre casamento, porque não era preciso. Isso veio de bônus, exatamente como a decisão sobre o anencéfalo, no meu entendimento pessoal, também abriu as portas para o aborto legal no Brasil, em qualquer situação (o argumento fixou o entendimento de que a vida começa com a formação do córtex cerebral ou do SNC, algo assim, logo, sem isso, não há vida a ser protegida, o que implica, por consequência lógica,a admissão de aborto em qualquer hipótese onde não haja vida por ausência de SNC ou de córtex cerebral, o que se forma depois de um certo tempo de gestação, em qualquer caso, e, durante esse tempo, não há vida a ser protegida).

      Agora, me diga: os LGBTs vão realmente ficar chateados com isso? Não me parece que vão, pois a posição de Marina não muda nada para eles, na prática. O que vale é o que o STF decidiu sobre o assunto e Marina apenas repetiu a ideia.

      Marina optou pela posição menos comprometedora para ela em termos eleitorais. Pode analisar se não foi isso o que ela fez.

      Jean Wyllys está errado. Ele também só discursa eleitoralmente, para queimar a candidatura Marina em prol de sua candidata, a confusa Luciana Genro. Deu xilique político-eleitoral.

      • Nada a ver

        A parceria civil já existe há muito tempo, o avanço seria o casamento e foi o que Marina prometeu ou pelo menos ontem foi isso que rolou nos meios de comunicação de massa: Marina defende casamento gay. 

        • Existe a partir da decisão do STF

          Antes, não existia o reconhecimento legal da situação. O entendimento era o de que a união homoafetiva não estava prevista em lei e, por isso, não formava família, existindo uma jurisprudência nada homogênea sobre isso. Alguns juízes reconheciam, outros não reconheciam. Foi preciso o STF vir e dizer que a união estável homoafetiva era albergada pela Constituição Federal.

          Portanto, o “avanço” a que você se refere já existe desde a decisão do STF, isto é, a partir daquela decisão, os homossexuais podem também se casar entre si, pois é uma consequência lógica do reconhecimento da validade jurídica da união estável. Marina só reafirmou isso, de acordo com Jean Wyllys (eu não li a “nota de esclarecimento”).

          Você falar em “avanço”, como se os homossexuais não pudessem se casar entre si, é uma ideia falsa. Isso é consagrado no Brasil desde que o STF decidiu pela validade da união estável homoafetiva. Não há que se falar em “avanço”, portanto. Avanço seria se isso já não fosse legalizado no Brasil, como é, existindo várias resoluções de Tribunais espalhados pelo Brasil que disciplinam os procedimentos cartorários para o casamento homoafetivo.

          • Adoro quando usam deste

            Adoro quando usam deste contorcionismo verbal para tentar “explicar” uma posição que está absolutamente clara para todos. Me perdoe. Não adianta tentar torturar as palavras e nem tergiversar. Ela desddisse o que havia dito pela simples pressão de um grupo. Este é o fato. Coincidentemente, neste caso (até porque já há uma errata sobre outro assunto) é com um assunto que vem ganhando notoriedade no blog devido à posição do Gunter sobre o assunto. Queria muito que ele viesse a “público” comentar. Espero que sem este contorcionismo todo que você está usando.

    • É exatamente isto: quaantos

      É exatamente isto: quaantos votos tem cada um deles. Pragmática, nada de sonhática. Como costuma reclamar a comundiade LGTB, mais uma vez ela foi moeda de troca. E agora, de modo despachado. Por esses votos, Marina vende até o seu deus. Alias, por que ela se converteu do catolicismo ao protestantismo?

    • [  Entre perder o voto dos

      [  Entre perder o voto dos evangélicos ou perder o voto dos LGBT,  ela ficou com a segunda opção. [  Todos vão fazer o mesmo. E enquanto seu  Wallys perde tempo com Marina deveria exgir que Dilma baixasse decreto obirgando todas as igrejas em aceitarem fazer cerimônia de casamento gay

  13. Bom Gunter, infelizmente eu

    Bom Gunter, infelizmente eu não estava brincando e aí está a resposta para o questionamento que você me fez em outro post sobre a influência do Malafaia…

    Se ainda achar que esse camaleão representa algo além de oportunismo eleitoral, como diria o Nassif, bem feito!

     

  14. Deus nos livre dessa senhora

    P { margin-bottom: 0.21cm; }P.western { }

    Como vai ser um governo baseado na visão bíblica do malafaia, no ambientalismo hipócrita do avatar james cameron, e na visão econômica do lara resende? Na melhor das hipóteses, eu estou um retrocesso ate a idade media.

  15. Alô Gunther

    E aí Gunther?

    gostou disso? Nem é presidente ainda  e muda o programa de governo em 24 horas, e justo num tema que te é particularmente caro e que nossa sociedade agora tá começando a engatinhar. Realmente ela é firme em suas convicções…. nas de chegar ao poder e ser evangélica radical. Parabéns pelo aniversário do companheiro, e não se abale com as nossas provocações, mas desejo-te de coração a melhor escolha. E que Deus nos ilumine a todos!

  16. Parece que a marinada do Nassif… vai virar Nossifú…

    Imagino o deputado desolado e o jornalista tentando apagar os rojões pela modernidade…

    A Marina mostrou colhões mandando retirar o que foi contrabandeado pela militância gay socialista. Um começo menos ruim.

    Depois que ela também abandonar as propostas do humanicídio ambientalista, não se curvar mais para os aristocratas globalistas e mandar a Neca à… ela subirá mais alguns pontos no meu conceito, mas para ele tornar-se neutro será preciso ler um comentário do Argolo a desancando… ele é o famoso simpatizante espanta votos. É aconselhável apoiar sempre o adversário do nobre advogado.

    • Ainda não tenho candidato definido

      Não se paute no meu voto para decidir o teu voto, pois ainda não tenho candidato definido. Marina não precisa do meu apoio nem do meu voto, até porque meu compromisso é com o melhor para o país e não com o melhor para qualquer grupo político. Eu não defini ainda meu voto para presidente. Vou esperar mais acontecimentos dessa campanha para me decidir.

      Talvez as minhas críticas a alguns pontos do programa de governo de Marina estejam certas, a exemplo de um certo tom neoliberal muito mal disfarçado. Aquele papo de Estado Mobilizador, na verdade, parece, eu disse parece, ser o mesmo Estado Mínimo neoliberal cifrado. E receituário neoliberal a essa altura do campeonato é complicado hehe.

      Vou aguardar mais pronunciamentos do grupo de Marina e os debates e análises que serão feitos para definir meu voto.

      A reforma tributária e a reforma administrativa de Marina precisam se mostrar válidas. No momento, elas ainda estão pouco fundamentadas, insuficientemente esclarecidas. Existe muito esforço no texto do programa para dizer coisas simples de forma difícil. Eu sempre desconfio de quem não está sendo claro o suficiente. Tem um verniz tecnicista que chega a irritar. Parece algo feito assim de forma proposital, para esconder as reais intenções.

      • Whatever Will Be, Will Be

        Alessandre, admiro-o pelo seu talento ao escrever e pela facilidade de expor suas ideias.

        Mas não dá  para votar na dúvida.

        Quem é que ela vai ser?  Aquela que foi?  Aquela que o PSB quer que seja? 

        Ou aquela que o capitalismo infernal quer mandar e ensinar como se faz?

        Não se esqueça que os evangélicos dizem que o Diabo fala em lingua estranha.

        To be, or not to be, that is the question.

        Saio daqui cantando aquela canção dos tempos de Doris “Day:

        Whatever Will Be, Will Be”

        Que será, será…..

        Será bom ou bombardeado?

         

      •  Argolo e bem corajoso da sua

         Argolo e bem corajoso da sua parte,adimitir que realmente existe inconsistencias e vai votar no melhor para o Brasil.

    • Olha isso aqui tá muito bom, isso aqui tá bom demais

        Até o Rebolla marinando, isso não tem preço.  Onde foi parar a defensora da floresta ! a criatura mais prafrentex do planeta! e o partido SOCIALISTA brasileiro ?  de repente ficou simpático até pra direita mais hidrofóbica.

         O tel do PSB deve ser o 2345meia78, a direita ligou, pois a letra A não funcionou, agora é um tal de socialista dizendo “Oh senhor aonde eu vim parar”, ajoelhou agora tem que rezar.

       

  17. Essa é a candidata dessa imprensa vira-lata e vigarista

    Uma imprensa  vigarista só poderia ter uma candidata igualmente vigarista, mentirosa e trapaceira, foi isso que rolou ontem e hoje nas redes sociais e whathsApp: A Marina sendo pintada como moderninha, bem dentro do script das manifestações de junho 2013 e hoje se vê que a história é outra, não dá prá acreditar numa figura dessa, é esse tipo de gente que conquistar o poder e comandar uma das maiores economias do mundo, ninguém merece

    “O que temos aqui não é imprensa livre, senão imprensa mentirosa, estrangeirizante e trapaceira… Estou inteiramente certo de que enquanto tivermos a imprensa que temos, este país não é governável.” R. P. Leonardo CASTELLANI. “La ficha escolar”, em “Cristo ¿vuelve o no vuelve?”[video:https://www.youtube.com/watch?v=wOqWjb-ihSw%5D 

     

    • Alguns termos usados para

      Alguns termos usados para definir vigarista; Trapaceiro, velhaco, charlatão, golpista, fraudador, estelionátario… etc..etc

      O ódio e o  desespero dos petistas está fazendo eles perderem  a razão. Quem diria! a Marina agradece.

  18.  
    Várias coisas me chamam a

     

    Várias coisas me chamam a atenção na pesquisa do DataFolha “vamos lançar um ex-petista pra derrubar o PT do poder”:Marina perde feio na Região Norte, a sua região. Em 2010, ela perdeu de lavada em seu próprio estado.

    Marina vence Dilma no coração do agronegócio, a região Centro-Oeste, o que nos mostra que o discurso de ‘sustentabilidade’ de Marina é pra inglês ver. Marina se mostra uma terceira via, atalho pra ruralistas.Marina perde feio no Nordeste, a região que foi transformada pelos governos Lula e Dilma. Marina e Dilma empatam na região Sul.Marina vence no Sudeste, a região que concentra o capital internacional, São Paulo governada por tucanos há duas décadas está na contramão do restante do país, aqui a desigualdade aumentou, os mais ricos hoje a cada 100 reais produzidos se apropriam de 20 e há 20 anos se apropriavam de 13,00.Marina, seus assessores neoliberais, os bancos que não apenas financiam sua campanha, mas ditam seu programa de governo, seu discurso despolitizador negando a sociedade de classes que vivemos, igualando Chico Mendes a Neca Setubal, herdeira do Itau é o  atalho mais curto para que os pobres percam tudo que conseguiram na última década. Como diz Azenha esta é uma eleição decidida por banqueiros, caso os eleitores de bom senso e que desejam um país menos desigual fiquem assistindo a tragédia com a boca escancarada cheia de dentes esperando a morte chegar

    É ainda um texto de Azenha desta semana que merece ser lido. Há alguns anos repito isso em minhas palestras pra todos petistas que acham que a Democratização das comunicações era uma bandeira sem importância e não crucial aos governos petistas. Quando vários deles diziam que a Internet era a salvação eu lhes dizia que este monopólio também estava na rede, porque o monopólio não se dá apenas nas concessões, mas na distribuição das verbas publicitárias. O texto de Azenha deveria ser lido e compreendido pelo coração da campanha de Dilma

    Entendam como funcionam as redes, em especial a principal rede dessas eleições: o Facebook:1) Como é que uma tv Revolta tem quase 4 milhões milhões de likes (mais do que qualquer candidato que concorre às eleições 2014)?Resposta: Durante mais de um ano a direita investiu nisso, pagou os posts desta página para o Facebook, contratou pessoal de marketing para mantê-lao Facebook, foi ganhando espaço, aparecendo no feed (na página inicial) de todos vocês.

    2) A direita tem inúmeras páginas de ataques aos candidatos de esquerda, páginas racistas, homofóbicas, páginas que espalham o ódio oficiais e oficiosas. Todas as vezes que vocês entram nas páginas da grande mídia, ou nas oficiosas e comentam (ou compartilham mesmo que seja para denunciá-las), vocês fazem com que estas páginas medonhas subam suas mentiras e preconceitos para toda a sua rede, vocês, involuntariamente, tornam-se  propagadores dessas porcarias.

    3) Ruas e redes estão conectadas, todo mundo tem um celular nas mãos com acesso à rede, do sertão nordestino às periferias dos grandes centros. Assim, para a verdade circular é preciso marcar posição, é preciso interagir na rede e nos lugares que a verdade se encontra, que os fatos estão.

    4) É preciso entender o real papel das redes sociais e a capacidade de espalhar verdades ou mentiras.

    5) Se cada um que entende o risco despolitizador que vivemos e vê a necessidade de reestabelecer a racionalidade no debate político na conversa com parentes, amigos, vizinhos, no ônibus, metrô, supermercado, deve agir nas redes. As redes como as ruas são feitas de pessoas.  Curtindo, compartilhando e comentando páginas com boas informações vocês se tornarão divulgadores de coisas positivas nas redes. Portanto, é tarefa politizadora curtir, compartilhar,  comentar a blogosfera progressista:BlogMaria FrôViomundoRodrigo Vianna…, as páginas de revistas progressistas como a Fórum, o Brasil de Fato, a Carta Maior, a Caros Amigos, a Carta Capital, as redes de apoiadores de projetos progressistas:Esquerda FestivaPerifa LivreLata d’aguaFalando a Verdade,Politica no FaceSoldadinho de Chumbo e tantas outras que sem perder a capacidade crítica, politizam o debate. Há também as páginas de campanha como o  Muda Mais, a página dapresidenta Dilma e do Partido dos Trabalhadores

    6) É preciso entende que o desafio dos que pensam na rede não é falar, é ser lido, ser ouvido. Há inúmeras páginas e perfis que não espalham bobagens, mas se vcs não curtirem, não compartilharem elas não serão vistas. Lembrem-se, do que está em risco e encontrem ânimo pra transformar as redes num espaço efetivo de debate.

    7) Vocês podem fazer de suas páginas um megafone da verdade, curtam, comentem, compartilhem boas informações.

    8) Há boas maneiras de se falar com os jovens, tentem ouvi-los, argumentar. Usem do humor, é preciso politizar a discussão e sair do campo das ofensas e da despolitização que só serve aos oportunistas da direita e a seu serviço.

    9) Não criminalizem os movimentos sociais, isso a direita faz com maestria, não tentem silenciar aqueles que fazem críticas legítimas, ouçam e argumentem. Se a direita volta ao poder pela via direta ou pelo atalho da falsa terceira via, são os banqueiros que virão rapinar o Estado reconstruído às duras penas ao longo desses doze anos. Todos perderemos. Mas os pobres perderão ainda mais.

    10) As pessoas de bom senso e que prezam a democracia tem um mês pela frente, é bastante tempo. O que temos para defender é vital. São conquistas imensas que eu poderia gastar muitos posts descrevendo, mas centro em algumas delas:

    A polícia federal realizou durante todo o governo FHC 48 operações, nenhuma consequência porque o Procurador Geral da República engavetava todas as denúncias, o governo do PT tornou a PF republicana ao todo durante governo Lula e Dilma a PF realizou 1.273 operações e prendeu 15 mil malfeitores.

    Inclusão social

    A inclusão sob os governos Lula e Dilma são imensas: Durante o governo FHC a queda de desigualdade Social foi de 2,2%, nos governos do PT a queda foi de 11,4%, a taxa de pobreza em uma década saiu de 34% do último ano do governo de FHC (2002) para 15% em 2012 e ela já caiu mais. A de extrema pobreza que era de 15% em 2003 caiu para 5,2% em 2012.

    Em 12 anos, 42 milhões de pessoas saíram da miséria e 38 milhões de pessoas ascenderam à classe C.  Só o programa Brasil Sem Miséria, do governo de Dilma Rousseff em 4 anos retirou 22 milhões da extrema pobreza.

    Isso só foi possível porque políticas públicas e investimento em infra estrutura e na recuperação do Estado puderam enfrentar a pior crise da história do capitalismo sem desempregar, ao contrário, gerando emprego.

    Enquanto no governo FHC a taxa de aumento de produtividade foi de 0,3%, nos governos petistas alcançou um aumento de 13,2% . A produtividade pode ser vista na balança comercial: as exportações saltaram de 60,3 bilhões em 2002 para  242 bilhões em 2013. O Risco Brasil em 2002 era de 1.446 e em 2013 caiu para 224. Se pegarmos dois setores produtivos as comparações novamente são impressionantes. Vamos a elas: indústria automobilística produziu em 2002 – 1,8 milhões de veículos em 2013, 3,7 milhões. Podemos exigir que se produza trens, mas não podemos falar em crise com esses números. E se pensarmos na agricultura? A safra agrícola de 2002 atingiu o patamar de 97 milhões de toneladas, em 2013: 188 milhões de toneladas

    Enfrentando a crise mundial sem desempregar e desenvolvimento o país

    Como é que se pode falar em crise econômica com os dados dos governos Lula e Dilma comparados aos de FHC? Vamos a mais alguns deles?

    Lula e Dilma juntos geraram mais de 20 milhões de posts de trabalho durante seus governos o que dá em média quase 2 milhões de novas vagas por ano, para ser mais precisa: 1.700.000 vagas de empregos ao ano. FHC em 8 anos gerou 5 milhões, uma média de 627 mil empregos por ano. Por isso a taxa de desemprego em seus melhores índices durante o governo de FHC era de 12,2%. Dilma atingiu índices suecos:  5,4% e houve meses que a taxa chegou a ser menor, como maio de 2014 que chegou a 4,9%. Essa é uma situação tida pelos analistas como de pleno emprego, quadro que os países desenvolvidos lutam para alcançar depois que o neoliberalismo desempregou 62 milhões de pessoas com a crise de 2008 que levou a Europa quase à bancarrota e fez grandes estragos nos EUA.

    O salário de fome no período FHC era de 200 reais, correspondia a  86,21 dólares. Nos governos petistas o salário mínimo teve crescimento de mais de 70%. Hoje, o salário mínimo é de a 724 reais, equivale a  305,00 dólares  e compra mais que duas cestas básicas (produtos desonerados de impostos pela presidenta Dilma Rousseff).

    As empresas reduziram pedidos de falência: durante os dois governos de FHC  25.587 empresas por ano pediam falência, que caiu para 5.795 nos governos petistas.

    Pobre hoje viaja de avião para escândalo das elites que em aeroportos ampliados e modernizados por Dilma compraram em 2013 100 milhões de passagens aéreas contra 33 milhões em 2002.

    A taxa Selic  de juros acumulados no governo Dilma dá banho até no do governo Lula, eu peço que vocês vejam a mudança no próprio site da Receita Federal vão lá e comparem ano a ano mês a mês de 1995 a 2014, ou seja durante os dois governos de FHC, os dois de Lula e o primeiro governo de Dilma.

    O BNDES, o Banco que seja no setor público ou privado investe no desenvolvimento econômico do país tinha em 2002 lucro de 550 milhões, em 2013 saltou para a casa dos bilhões: 8,15 bilhões Os dois bancos estatais do Brasil que FHC embora tenha tentado sucatear para dar aos banqueiros privados saíram da casa de 2 bilhões em 2002 para um lucro de 15,8 bilhões em 2013; a CEF seguiu na mesma linha: em 2002 seu lucro foi de 1,1 bilhões e em 2013 seis vezes maior: 6,7 bilhões.

    O PIB brasileiro, outra tecla ininterrupta de desinformação na mídia bandida: em 2002 era de R$ 1,48 trilhões, em 2013: R$ 4,84 trilhões. O mesmo se dá para a renda per capita que aumentou mais de 300%: ou seja em 2002 era de 7,6 mil e em 2013 saltou para 24,1 mil. Lembrando que a desigualdade diminuiu (menos em São Paulo, onde tornou-se ainda mais concentrada com os sucessivos governos do Estado mínimo para os pobres e máximo para ricos).

    E quanto a dívida líquida do setor público? É um verdadeiro milagre. Vejam, FHC vendeu quase tudo: Vale, setor elétrico, telefonia, a privatria tucana produziu miséria, desmantelou o Estado, baixou a indigência os serviços públicos, as universidades sem dinheiro para manter o básico quem dirá a pesquisa e mesmo assim deixou o país com uma dívida pública de 60% do valor do PIB em 2002. Como que um presidente vende quase que o país inteiro e não sana as dívidas públicas? Digo que é um verdadeiro milagre, pois com todos os investimentos feitos em políticas sociais e infra-estrutura no país de ferrovia a hidrelétricas, os governos petistas de Dilma e Lula poderiam justificadamente terem endividado ou Estado, mas ao contrário disso em 2013 a dívida pública caiu quase a metade e está girando em torno de 34%.

    Enquanto o governo de FHC ficou de joelhos para o capital internacional, devia para o FMI, Lula pagou a dívida do FMI e hoje somos credores do FMI, emprestamos para o FMI, Dilma criou um banco internacional com os Brics que muda completamente o tabuleiro mundial. O banco começa com um contingente de 100 bilhões

    Quando FHC deixou a presidência da República os investimentos estrangeiros diretos no país estava na casa de 16,6 bilhões de dólares. Em 2013 foram 64 bilhões de dólares. As reservas internacionais do Brasil eram em 2002  37 bilhões de dólares, em 2013 são dez vez mais:  375,8 bilhões de dólares.

    Saímos da 15ª economia do mundo para a 7ª posição. A média anual inflacionária durante o governo de FHC, daquele que diz que inventou o real (Itamar Franco o fez) era de 9,1%. Nos governos petistas a média é de 5,8%, com meses de inflação zero como foi em julho de 2014.

    A Petrobras tão atacada na mídia concentrada a serviço do neoliberalismo valia 15,5 bilhões e FHC tentou de tudo para privatizá-la, não conseguindo porque os petroleiros em 1995 ocuparam as refinarias por mais de 30 dias, defendendo o patrimônio do povo brasileiro até mesmo sob ameaça do exército invadir as refinarias.

    A Petrobras hoje, mesmo com todos os ataques da oposição em parceria com a mídia concentrada, vale 104,9 bilhões no mercado, e extrai 505 mil barris por dia do melhor petróleo do mundo: o pré-sal, cujos fundos vão, assegurados por lei, pra educação e saúde. A média do lucro da Petrobras durante o governo FHC era de 4,2 bilhões e insisto, ele fez de tudo para privatizá-la e não transformar em nada e ampliar a dívida pública do Estado, nos governos petistas, este patrimônio do povo brasileiro  gera de lucro em média  25,6 bilhões por ano.

    E há mais, muito mais, mas vamos às políticas públicas:

    Programas Sociais que vem mudando realidades de exclusão seculares

    Nem vou falar do Bolsa Família o programa social mais barato para o Estado e quem vem promovendo a permanências de crianças antes em risco social e hoje que batem recorde na frequência escolar. Que vem contribuindo para a diminuição da mortalidade infantil ao vincular o programa às consultas de pré-natal e à vacinação em dia. A taxa de frequência é maior que 96%, maior que a de todas as crianças sem vínculo com o programa. A mortalidade infantil em 2002 era de 25,3 em 1000 nascidos vivos; o Brasil, sob os governos Lula e Dilma, atingiram três anos antes as metas dos desafios do Milênio estabelecidos para 2015! Em 2012 morrem menos de 13 em 1000 nascidos vivos. Lula e Dilma reduziram a mortalidade infantil em 50%.

    A pirâmide etária do Brasil mudou, se antes na década de 1970 a nossa base era de crianças e adolescentes, hoje  a maioria da população está na faixa de 20 a 39 anos. A pressão por formação profissional e por universidades é muito maior. Os governos Lula e Dilma investiram pesadamente na inclusão de jovens nas universidades, na criação de universidades e escolas técnicas e nos investimentos para a pesquisa.

    Vamos aos dados? PROUNI hoje corresponde a 1,2 milhões de bolsas para jovens que representam a primeira geração da família a entrar num curso superior, associado ao FIES que financia os estudos universitários de 1,3 milhões de pessoas.

    O Ciências sem Fronteiras  beneficia  100 mil estudantes universitários ainda na graduação para intercâmbio em universidades estrangeiras.

    Como se isso fosse pouco, enquanto no governo de FHC as universidades mal tinham recursos para pagar a conta de luz e hoje pesquisam genoma dos peixes do Rio São Francisco, Lula e Dilma juntos criaram 18 universidades federais, regionalizaram-nas com mais de uma centena de campis espalhados no interior do país.

    Quando se trata de Escolas Técnicas a comparação é com o Brasil pós- Cabralino, já que durante os 8 anos de FHC nenhum tijolo foi assentado para construir nem universidades nem escolas técnicas. D. Pedro II criou um colégio no Rio que leva o seu nome, houve investimentos no período getulista, mas até 1994, o Brasil contava com 140 escolas técnicas em todo o território nacional.  O governo do PT criou nada mais nada menos de 214 escolas técnicas no Brasil em 12 anos.

    O PRONATEC já capacitou  6 Milhões de trabalhadores para atender demandas cada vez mais urgente de mão-de-obra especializada.

    O Luz para todos do presidente Lula que beneficiou 10 milhoes de famílias levou energia lá pras bandas do sertão onde viveu minha avó, onde durante as férias experimentávamos como era viver no século XIX com luz de candieiro. Mas não foi só isso, Lula levou o século XX até mesmo para áreas periféricas de São Paulo, recuperem, por favor, uma reportagem de Luiz Carlos Azenha, feita para a  TV Record em 2010, que mostra que precisou de um presidente como Lula para que pobres na periferia de São Paulo pudesse ter uma geladeira.  Aliás, ao final do governo FHC eu comprei um no break para poder terminar um livro tal foi a quantidade de vezes que a energia acabou em casa sem aviso prévio e me fazia perder tudo no computador. A capacidade Energética do país em 2001 era de 74.800 MW, em 2013 quase dobramo: saltou para 122.900 MW

    Dilma foi a presidenta que mais creche construiu, a ponto de prefeitos tucanos fazerem a ela elogios rasgados, reconhecendo seu republicanismo ao destinar verbas federais para que os municípios ampliassem o atendimento às creches. Foram construídas  6.427 creches, quase 500 mil só no governo Dilma.

    O Minha Casa Minha Vida, iniciado no segundo governo Lula e continuado no governo Dilma já beneficiaram 1,5 milhões de Famílias, até mesmo lideranças bastantes críticas ao PT reconhecem isso.

    O governo Dilma criou sob a batuta do ministro Alexandre Padilha, hoje candidato ao governo de São Paulo o maior programa de provimento de médicos da história do país. Já temos 50 milhões de brasileiros beneficiados nas periferias dos grandes centros (São Paulo é o estado que mais absorveu os médicos deste programa)

    Os gastos públicos anuais com saúde saltaram 2002 28 bilhões em 2002 (e não se esqueçam que FHC tinha reservado só para a saúde sem precisar tirar um centavo do orçamento da união cerca de 40 bilhões de CPMF que não eram diretamente investidos na saúde).

    Lula mesmo com a criminosa manobra da FIESP, tucanos e mídia bandida a serviço da privatização da saúde que acabaram com a CPMF investiu pesadamente em saúde. O governo Dilma só em 2013, investiu diretamente 106 bilhões.

    A geração jovem marineira não é de direita, é despolitizada, é preciso dialogar com ela e mostrar as contradições

    {C}{C}

    Os jovens que votam hoje e informam e influenciam seus pais com o que recebem nas redes não sabem o que foi viver no governo FHC, não fazem ideia das amplas transformações listadas nos itens anteriores, não entendem que o Estado Mínimo de FHC significou ausência de políticas públicas para os mais pobres, para os que mais precisam do Estado e significou recessão econômica. Não entendem que só estão na universidades porque Lula e Dilma ou a construíram nos lugares mais distantes do país ou com programas como Prouni onde São Paulo abocanha grande parte permitem que esses jovens da nova classe C possam cursar o ensino superior.

    Eles querem mais, mas eles não sabem o que significa concretamente o neoliberalismo que Marina acena com força ao dar maior poder a bancos privados e aos sinalizar para a mídia e a direita que vai sim tirar recursos do Estado voltado para políticas públicas que começa a criar o Estado de bem estar social iniciado pelos governos petistas.

    O grande problema do jovem despolitizado é que ele acha que com Marina o que deseja ocorrerá. A despolitização imensa do país, permite a Marina igualar Chico Mendes a Neca Setubal como se não vivêssemos em uma sociedade de classes, com conflitos de interesse, com relações desiguais de poder, como se não houvesse qualquer contradição entre o agronegócio que ceifou a vida do sindicalista Chico Mendes e a herdeira do banco Itaú, banco este que desempregou em 3 anos 16 mil pessoas e está no coração e no cérebro da campanha de Marina.

    O desafio é mostrar a esses jovens que Marina não é a terceira via que tanto almejam, Marina é um atalho curto para que o poder financeiro, ruralista e midiático novamente ditem as políticas excludentes das elites que sugaram a população deste território desde a colonização.

    E só é possível fazer isso politizando o debate e não fugindo dele. Mostrar as contradições imensas nos discursos de Marina que além da infidelidade partidária, muda de ideia e opinião de acordo com os ventos do poder.

    que ao mesmo tempo em que fala de sustentabilidade foi a ministra de Lula que deu a licença para a construção da hidrelétrica de Jirau, alvo de críticas de ambientalistas.

    Jovens eleitores de Marina que compraram o selo “sustentabilidade” não devem saber que a candidata que critica hidrelétricas (embora aprove licenças) e já disse que a energia mais limpa do planeta que é a gerada por hidrelétricas é ruim, agora fala em energia nuclear!

    Os recém- marineiros não sabem que no embate entre Natura e povos indígenas, Marina ficou ao lado da Natura. A Natura é ré numa ação movida por povos indígenas e Ministério Público FederalComo bem disse no debate da Band Luciana Genro, Dilma e Levi Fidelix, este desnudou o discurso sabonete de Marina: não se pode servir a dois senhores, Marina. 

    O governo Dilma é sim um governo desenvolvimentista. Lula e Dilma acreditam que é preciso desenvolver economicamente o país, gerando e distribuindo riquezas. E eles fizeram isso. Eu arrolei alguns números para mostrar isso. Claro, todos sabemos, que o Brasil precisa de mais distribuição de renda, de melhores serviços públicos. Mas que jovem sabe na ponta da língua que Dilma e Lula mais que dobraram o número de escolas técnicas das que existiam no país começadas por D. Pedro II, impulsionadas por Getúlio e sucateadas durante o governo FHC como de resto fez com toda a educação?

    A ‘terceira via’ de Marina a cada discurso é ainda mais neoliberalizante que a candidatura de Aécio. Aliás eu acho Marina Silva uma candidatura ainda mais danosa, pois, ao menos os tucanos cada vez mais assumem um governo reacionário, excludente, contra políticas sociais como faz . Álvaro Dias ao chamar o bolsa família de “Bolsa Esmola” é um exemplo disso. Marina se aproveita de um desgaste do PT que nunca enfreou a mídia bandida e deixou que ela criminalizasse políticos e governos petistas, para como ex-petista servir aos interesses mais carniceiros do capital. Marina surfa no caldo despolitizador de responsabilidade de toda a esquerda que abandonou a formação política da juventude, num país onde a disputa simbólica é feita 24 horas por dia pela direita nas tvs, rádios, portais da redes e contas pessoais de reacionários babões que recuperam até mesmo o discurso da guerra fria com a chegada de médicos cubanos no país!

    Por isso não há saídas para enfrentar a despolitização dos que acham Marina algo novo que não fazer política nas ruas e nas redes. Os compromissos deDilma tem de ser claros, demarcando o campo de classe, capazes de mobilizar as forças progressistas deste país, os politizados desiludidos com as concessões dos governos petistas.

  19. Quá quá qua´quá. É mesmo uma

    Quá quá qua´quá. É mesmo uma fraude.

    http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2014/08/30/apoio-de-blabla-a-gays-dura-24h/

    Mentira tem pernas curtas, parece que demagogia também.

    Só um completo imbecil não enxerga a fraude na pessoa de Marina Silva. Uma figura que vive cercada de sonegadores bilionários, isto é roubam da sociedade, vão esperar o quê?

    Este programa furado promete tudo aquilo que o PT já faz. Mas ela aumentou para fazer crer que fará mais do que o PT. Com a retaguarda que ela tem só os completos ignorantes acreditam naquela falácia.

    Se até o Malafaia dá ordens para ela imagine aqueles sonegadores bilionários que pagam as despesas dela há mais de quatro anos.

     

     

     

     

  20. Marina Raul Silva Seixas

    Daqui a pouco ela vai dizer que é como o Raul Seixas – uma metamorfose ambulante, já que ela sempre diz o contrário do que ela disse antes. Afinal, quem é que precisa de uma opinião formada sobre tudo, não é mesmo? Principalmente quando se trata da tarefa de dirigir um país.

    (Pensando bem, acho que fui injusto. Afinal, Raul Seixas não merece isso!)

  21. com mais essa fico com a certeza do seguinte…

    para as pessoas puras e inovadoras, é mais fácil enganar uma multidão do que enganar outro enganador

    realmente é um programa inovador, que se auto contesta e se destrói

     

  22. Marina na presidência faria aumentar a homofobia

    Marina na presidência faria aumentar  e muito a homofobia, ela tem um eco neste sentido, já vi alguns sinais disso nas ruas. Alguém tem dúvida disso?

    “(…) Bastou Silas Malafaia se manifestar no Twitter com seu já tradicional terrorismo eleitoreiro para que a coordenação da candidata que representa “a nova política”, “que não faz concessões”, fizesse uma errata eliminando quase todos os pontos que fazem o pastor subir pelas tamancas, especialmente o PLC 122, que segundo a interpretação de Malafaia, “bota pastor na cadeia”. Ou seja, ele mesmo acha que o que ele faz é crime, não promoção do cristianismo, o que apenas prova a importância da aprovação desse projeto de lei.

    O que chama a atenção neste episódio é o tom intimidatório que Malafaia usa com a candidata, apelando para sua religião (“ou se agrada a Deus ou se agrada ao mundo”), dando-lhe um ultimatum até segunda-feira para ela se pronunciar sobre o assunto. Segundo ele, só então ele se decidiria sobre um possível apoio a sua candidatura no segundo turno. “Podem ficar certos que depois que Marina se posicionar sobre o programa do PSB, vou me posicionar sobre ela. Não sou covarde nem omisso”, diz o pastor que afirma estar aberto a ouvir a candidata.

    Mas é óbvio que Malafaia não está disposto a ouvir. Está disposto a chantagear: “Se Marina não se posicionar até segunda, na terça será a mais dura e contundente fala que já dei até hoje sobre um candidato a presidente”, postou ele. Ou seja, é como se os fundamentalistas já tivessem se tornado os donos da República. Ou o próximo presidente faz o que eles mandam, ou não haverá governo. E quem não seguir a cartilha cristã, à qual Malafaia classificou no Twitter como “estilo de vida” e não religião, que se limite a engolir seco, na melhor das hipóteses(…)”

    Segue link para o texto na íntegra

    http://www.ladobi.com/2014/08/malafaia-chantageia-marina

  23. Quarteirão arrasado.

    Já havia dito aqui, em um dos vários posts que o eleitor da Marina deste blog escreveu, que quando ela começasse a abrir a boca, o efeito Russomano começaria a acontecer imediatamente.

    No caso de Marina há ainda outro agravante: Ela está tentando ser a candidata dos “modernos e descolados” e ao mesmo tempo ficar bem na fita com evangélicos medievais.

    Não vai rolar.

    A campanha da Dilma (e até do Aécio) já ganharam um baita presente da campanha da Marina…

    É tudo tão insosso, artificial e falso quanto esas pesquisas eleitorais feitas  no Brasil.

    Já cansou.

     

  24. Não foi a toa que o Lula

    escolheu a Dilma para substituí-lo. Até hoje a Marina Itaú não aceita essa escolha do Lula. Quem sabe se nesses trinta e poucos dias que antecedem as eleições o povo enxerga a fraude de nome Marina Itaú. 

  25. http://tijolaco.com.br/blog/?

    http://tijolaco.com.br/blog/?p=20642

    Marina divulga outra errata: nada de programa nuclear

    30 de agosto de 2014 | 16:10 Autor: Miguel do Rosário

    “Lamentavelmente, por erro de revisão, na página 144, do Programa de Governo da Coligação Unidos pelo Brasil, o programa de energia nuclear foi citado como um dos que merecem atenção para aperfeiçoamento e aumento de sua presença na matriz energética do país.”

     

  26. Onde foram parar os marineiros ?

       Na rede de verdade marina é detonada por todo mundo, de desde crentes fanáticos até os progressistas, de onde vem os supostos votos que essa mulher teria ? não é a nova sensação da eleição ?

    ; #só que não

    olha os comentários que ela tem que aturar até no seu próprio  twitter

    https://twitter.com/silva_marina/status/505716691243139072

    https://twitter.com/silva_marina/status/505009002917666816/photo/1

    http://terramagazine.terra.com.br/blogterramagazine/blog/2014/08/30/menos-de-24h-depois-de-lancar-plano-de-governo-marina-recua-sobre-casamento-gay/

     

    na rede imaginária dela talvez empate com Dilma

  27. “E disse-lhe Jesus: Em

    “E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que o galo cante duas vezes, três vezes me negarás.“

    O galo, no caso, atende pelo nome de Malafaia. Mas tem outros galos no terreiro. Vamos aguardar as outras erratas do programa arrasa-quarteirão da fada da floresta. 

    Tem dois galos bem atentos para que Marina nao corrija a parte fundamental do programa. Um dos galos se chama Setubal, é bem conhecido. O outro é menos conhecido, é o chefão do Citicorp, aquela organização criminosa que afundou o terceiro mundo  na crise da dívida,  depois afundou os EUA com hipotecas mirabolantes e foi salvo pelas graças de seu mordomo, Mr. Obama. São dois nomes importantes da equipe de Marina e garantem a sua obediencia ao chamado principio neoliberal de São Mateus: Para aqueles que tudo tem, ainda mais lhes será dado; daqueles que nada têm, ainda mais lhes será tirado. É  a nova política.

  28. Outra “buzzword”: quântica!

    Gêntchi, cês não entenderam nada. Marina é quântica!

    Afinal de contas, apesar de as respostas a cada experimento de medida serem imprevisíveis, na média temos energias correspondentes a auto-vetores divergentes e degenerados de política e ideologia! As energias reais só se revelam se usarmos perturbações!

    (Tá bom, tá bom, é que sou físico de formação. Mas não pude resistir! 😀 )

  29. É só dar tempo à Osmarina que

    É só dar tempo à Osmarina que ela mesma vai se autodesconstruindo. Não vai ficar gravetinho verde sobre gravetinho verde. Osmarina é um blefe.

  30. Será que é esse o “arrasa

    Será que é esse o “arrasa quarteirão” que o Nassif se referiu em outro post?

    hehehe

    a Marina é uma bomba atômica prestes a explodir. Cuidado para não explodir dentro do Planalto.

      • gunter… não acredito no que eu estou lendo

        vc tão lúcido, um dos melhores comentaristas do site, mesmo depois deste recuo ainda a defende?   como ela vai governar?   o pastor escreve no twiter e ela muda de opinião?   vamos ter uma república evangélica?   ela vai pedir opinião dos bispos e pastores antes de tomar decisões políticas?  

  31. Enquadrada por Silas Mala faia!

     

    Ontem mesmo disse aqui: ela tá mentindo para alguém, ou os evangélicos ou seus neoeleitores. Hoje ficou claro para quem ela mentiu. Agora, jamais imaginei que ela seria enquadrada pelos Silas Mala faia.

     

  32. You can fool all the people

    You can fool all the people some of the time, and some of the people all the time, but you cannot fool all the people all the time.

  33. Inocente …. não sabem de

    Inocente …. não sabem de nada.  Sinceramente que não me conformo, não entendo, como pessoas esclarecidas, puderam acreditar nesse embuste.  Helloooooooooooo..a mulher fez coalizão com Malafaia, Feliciano, com os evangélicos…tem que ser muito néscio para botar fé !!  O programa arrasa quarteirão…era com data de validade………o novo, representado por Bornhausen, Heráclito Fortes, o grande capital….embolorou total.   A verdade que a única novidade, de fato, da campanha do PSB, foi a queda do avião que culminou com a morte de EC.  Fora isso, é quase tão antigo quanto a Bíblia!!

    • atualizando tim

      Vale Erundina com Heráclito, vale ruralista com verde, só não vale PT com centrão.

      O Brasil é o único país onde tem LGBT votando na direita.

  34. A Marina é muito burra, e

    A Marina é muito burra, e demonstrou que não está preparada para governar uma nação com 202 milhões pessoas, com suas diversidades.

    Bastou uma tweetada de um pastor fanfarrão, para que a Marina mudasse de opinião em menos de 24h, demonstrado fraqueza, insegurança e falta de personalidade.

    Abrir mão de apôio do grupo GLBT, em troca de apôio de uma pequena parcela do seguimento evangélico é muita burrice.

    Hoje no Brasil segundo dados do IBGE, 25% da população e composta por evangélico, algo em torno de 40 milhões de pessoas.

    E acreditem, a opinião do pastor Malafaya deve influenciar no máximo 2% desse contingente, principalmente os evangélicos pentecostais mais humildes que são facilmente manipulados.

    Acho que no máximo os Malafaya consegue agregar à campanha da Marina 500 mil votos.

    Nem todos os Assembleianos, que hoje somam 12 milhoẽs de pessoas, compactuam com as ideias do Malafaya, existe uma divisão muito grande dentro da Assembleia de Deus.

    Por exemplo, o Pr Manuel Ferreira do Ministério Madureira, disse que apoiaria a Dilma.

    A Igreja Universal está com a Dilma.

    Por outro lado, perder o apoio do grupo GLBT, ela perde muitos mais.

    Esse seguimento tem um poder aquisitivo muito maior, que poderia agregar à campanha da Marina muitas contribuições financeiras.

    Esse grupo são maiores e melhores formadores de opinião, isso seria um fator multiplicador para agregar votos à campanha da Marina.

    Fico imaginando quantos votos o Gunter com a sua opinião não conseguira para a Marina, falo sério.

    GLBT existem em todas as camadas sociais, desde a base da pirâmide até o topo do poder, isso seria também mais  um fator multiplicador de votos.

    E o mais importante, a Marina com essas proposta se apresentaria como novidade na politica.

    Creio que hoje a Marina começou a sua escalada rumo aos 10% de intenção de votos.

    Isso é o acho politicamente, pois não concordo com muitas atitudes/opinião desse grupo.

    A minha opinião a Marina não serve para governo o Brasil. Entre a Marina e Aécio, prefiro o segundo.

    Mas como nenhum dois dois vão ganhar, é Dilma outra vez..

     

     

  35. E o arrasa-quarteirão…

    O programa arrasa-quarteirão da Marina não durou uma chamada do Malafaia.

    Agora imaginem essa mulher no poder, mudando de ideia a cada chamada da bancada evangélica, vetando artigos de leis e decidindo programas de governo e políticas públicas de acordo com princípios bíblicos…

  36.  
    Quem quer ganhar não pode

     

    Quem quer ganhar não pode defender casamento gay e nem legalização do aborto. O povo brasileiro é muito conservador, dessa forma, fez bem para a campanha dela recuar. Foi o mesmo que fez a Dilma em 2010!!!

  37. Pressões autoritárias

    Por que razão um candidato tem que se posicionar sobre essa questão? E mais: ser coagida e se submeter à condição de se manifestar favoravelmente. Os gays são portadores de necessidades especiais? Acho que não. Um governante deve elencar prioridades e esse assunto não interessa  a 90% do eleitorado (considerando a chutometria estabelecida). Será que precisa descuidar dos destros para agradar os canhotos, será que precisa policiar o preço dos legumes para atender os vegetarianos? Nada disso. Deve cuidar de políticas mais abrangentes, fundamentais e genéricas e manter uma linha laica sem necessariamente abrir mão de convições pessoais. 

    • Agora que já recuperei o

      Agora que já recuperei o fôlego e consegui me levantar do chão após rolar de rir por uns 5 minutos, acho que vou conseguir responder… Hi hi hi… Tenho que me controlar!

      (Respiração profunda…)

      Ninguém disse que a Marina tinha que se manifestar sobre essa questão. Não houve pressão de ninguém nesse sentido. Ela se manifestou porque quis. Antes das declarações do Malafaia e depois também.

      A confusão toda foi criada por ela, Marina Silva, e mais ninguém.

      E quanto a estabelecer prioridades, qual será a de Marina? O social ou os bancos? Os hospitais ou o corte de impostos?

  38. O Malafaia deve está rindo e

    O Malafaia deve está rindo e festejando até agora, quem manda no governo Marina sou eu ou a Neca? Voto nulo, mas o bicho está pegando! Socorro! 

  39. Marina, só quem não te conhece que te compra.
    Por Boaventura de Sousa Santos

     A ex-ministra Marina Silva tem um discurso mais próximo desses segmentos que o senhor mencionou, meio ambiente, indígenas. Ela serve para a esquerda?

     

    Eu penso que não. Sou amigo da Marina Silva, estive em vários painéis com ela e comungo com ela muitas causas ambientalistas. Mas acho que não porque a influência religiosa no país iria nitidamente continuar a desequilibrar. A dimensão religiosa que está por trás dela é uma dimensão que, no meu entender, tem mais um potencial conservador do que um potencial da Teologia da Libertação. Portanto é um potencializador de uma interferência conservadora na sociedade.

     

    Isso pode ter outras dimensões para os direitos das mulheres, dos homossexuais, para as diversidades sexuais.

     

    Por outro lado, sua política econômica, por aquilo que tenho visto e pelos apoios que ela recorre, é realmente uma tentativa de, com uma cara nova, uma mulher, repor o sistema que estava antes. Seria desacelerar ainda mais as políticas de redistribuição social que foram aquelas que, no meu entender, mais caracterizaram o período Lula.

     

    Não penso que a Marina Silva esteja muito sensível a isso tudo. Então eu penso que ela é uma cara nova para a direita. Não é uma cara para a esquerda, no meu entender. http://saraiva13.blogspot.com.br/2013/10/marina-silva-e-uma-cara-nova-para.html

  40. Ueh parece que o Willis

    Ueh parece que o Willis transformou-se em idolo  do PT. Pouco tempo atras era execrado , neste mesmo espaco. E tem mais uma, no balanco eleitoral  a candidata Marina mais ganha votos (evangelicos) do que eventualmente perde (gls).

    • Nova Política

      É isso que importa, né armandolo? Coerência e consistência devem ser coisas da velha política, né meRmo? 

  41. Esse pessoal continua

    Esse pessoal continua querendo fazer este assunto ser importante ? 

    Que bom que vocês se preocupam com o casamento gay, enquanto a maioria do eleitorado não tá nem aí prá isso.

    Recessão afeta gays e héteros, indistintamente.

     

  42. O programa criativo e

    O programa criativo e “arrasa-quarterão” de Marina é uma peça publicitária de bela aparência. Uma linguagem escolhida, de esconde-esconde. Uma diagramação bonitinha, bem acabada. Um capricho de “leiaute”. Deve ter sido comprado numa loja bem descolada de shopping. Mas numa loja paraguaia. Bonitinha, mas paraguaia. No dia seguinte, dá uma ressaca e uma dor de cabeça tremenda. E você olha um dedo e vê dois. O Brasil tem 30 dias para decidir se toma essa.

  43. E a pantomima continua… LoL, isso tá cada vez melhor!

    http://www.brasil247.com/pt/247/poder/151842/Malafaia-aprova-recuo-de-Marina-melhorou-muito.htm

     

    Malafaia aprova recuo de Marina: “melhorou muito”

     

    Tão impressionante quanto o recuo de Marina Silva em relação a seu compromisso sobre o casamento gay, que estava impresso em seu programa de governo anunciado ontem, foi a forma como tudo aconteceu; neste sábado, o pastor Silas Malafaia postou em seu twitter a seguinte mensagem: “Aguardo até segunda uma posição de Marina. Se isso não acontecer, na terça será a mais dura fala que já dei até hoje sobre um presidenciável”; horas depois, ela mudou de posição; agora, no fim do dia, Malafaia posou de vitorioso; “decidimos qualquer eleição”; afinal, quem é o candidato que pretende vestir a faixa presidencial: Marina Silva ou Silas Malafaia?

    30 de Agosto de 2014 às 19:23

     

    247 – A candidata que lidera as simulações de segundo turno é Marina Silva, do PSB, mas há alguém mais forte do que ela na disputa presidencial.

    Trata-se do pastor evangélico Silas Malafaia, identificado por movimentos sociais como um dos porta-vozes da homofobia no Brasil.

    Neste sábado, ele se colocou acima da candidata. Deu a ela um ultimato e venceu. Logo cedo, fez a seguinte ameaça em seu Twitter: “Aguardo até segunda uma posição de Marina. Se isso não acontecer, na terça será a mais dura fala que já dei até hoje sobre um presidenciável.”

    Horas depois, Marina mandou refazer seu programa de governo, que foi distribuído ontem. Ou seja: o programa não durou 24 horas e, dele, foi retirado o compromisso da candidata com o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

    No fim deste sábado, Malafaia, vitorioso, tripudiou. “Tenho que ser honesto. Melhoraram muito. Ela não fez essa correção por causa das minhas críticas, eu sei que não. Não sou falso humilde nem besta soberbo. Ela fez porque sabe que não pode contrariar o povo evangélico. Até o mais ignorante dos evangélicos sabe o que é um casamento gay”, afirmou. Em seguida, emendou: “Decidimos qualquer eleição”.

    O recuo de Marina foi criticado também pelo jornalista Ricardo Noblat, que postou a seguinte mensagem em seu Twitter: “Pegou mal. Ontem, Marina retificou parte do seu programa de governo sobre energia nuclear. Hoje, sobre LGBT. O que de fato ela pensa?”

    As idas e vindas da candidata colocaram duas hashtags entre as mais comentadas no Twitter: #MarinaVoltaAtras e #MarinaIndecisa.

    Alguns internautas questionaram: se ela reage assim à pressão de Silas Malafaia, o que faria diante de um pedido de Neca Setúbal, herdeira do Itaú e coordenadora de sua campanha.

  44. Eu acho que o PSDB e o PT

    Eu acho que o PSDB e o PT deveriam fazer um coalizão centro-direita para derrotar a Marina Silva já no primeiro turno..

  45. Eu ADOREI A MARCHA RÉ. Marina
    Eu ADOREI A MARCHA RÉ. Marina NÃO engrenará nem a 2a., com MALAFAIA a reboque.

    E quanto ao JW, com todo respeito pois só não voto em vc porque não voto no seu partido, pegue a sua ” inocência” ( em crer na Marina) e vá prá PQP!!!

    É INACEITÁVEL UM DEP. FED. SER TÃO INGÊNUO.

  46. JEAN WYLLYS É AUTÊNTICO

    Embora não tenha as mesmas convicções políticas de Jean Wyllys há que se reconhecer que é autentico. Se todos os oposicionistas tivessem esta postura, com certeza, teremos um País muito melhor.

    Parabéns ao Jean Wyllys pelo seu posicionamento firme, coerente com as suas convicções.

  47. Tentando entender

    Qual a diferença dessa “mudança”, que na verdade, quanto ao casamento homoafetivo, não muda nada sobre uma situação consolidada desde que o STF disse que os homossexuais poderiam formar união estável e, consequentemente, poderiam se casar, com a situação do PT, por exemplo, ter praticamente desistido do kit anti-homofobia em 2011?

     

  48. Marina apenas repetiu a ideia exposta pelo STF

    Se o que Jean Wyllys fala for verdade, o que seja, que Marina teria dito que somente é favorável à “união civil” entre homossexuais, ela repetiu exatamente a mesma postura do STF quando tratou do assunto, isto é, disse que era favorável à união estável homoafetiva, sem se referir expressamente ao casamento. Na prática, o casamento está automaticamente liberado, pois a união estável pode ser convertida em casamento.

    Portanto, se alguém é favorável à união estável, automaticamente está concordando com o casamento. O que houve foi apenas uma não referência expressa ao casamento, sem que isso mude alguma coisa. Não muda nada. Mero jogo de cena para os evangélicos radicais.

  49. Errou feio. Errou feio. Errou rude.

    Que coisa feia, dona Marina!

    Malafaiou-se mal saíram as pesquisas? Até parece a Dilma.

    Já dizia o Deus polinésio do Porta dos Fundos: “Errou feio. Errou feio. Errou rude.”

    Depois dessa, é bem capaz até do Gunther repensar o voto.

  50. Jean Wyllys não conhece o Código Civil e a lógica do STF

    Art. 1.726. A união estável poderá converter-se em casamento, mediante pedido dos companheiros ao juiz e assento no Registro Civil.

    Não há a menor possibilidade de se falar em lei “segregacionista” como ele falou.

    Marina automaticamente concordou com a possibilidade do casamento homoafetivo, obrigatoriamente, quando concordou com a união estável homoafetiva. Ela só não disse isso por estratégia eleitoral.

    Não se pode ser favorável a uma coisa, união homoafetiva, e ser contra a outra, casamento homoafetivo, sob pena de discriminação. Matéria pacífica no STF etc.

     

    • E você não entende nada de

      E você não entende nada de política. Não sabe o que é posicionamento, não sabe o valor da palavra durante uma eleição, não sabe o que é demagogia e não sabe o impacto que uma mentira* tem sobre a confiança do eleitor.

      * “em razão de falha processual na editoração, a versão do Programa de Governo divulgada pela internet até então e a que consta em alguns exemplares impressos distribuídos aos veículos de comunicação incorporou uma redação do referido capítulo que não contempla a mediação entre os diversos pensamentos que se dispuseram a contribuir para sua formulação e os posicionamentos de Eduardo Campos e Marina Silva a respeito da definição de políticas para a população LGBT”

      • Entendo mais do que qualquer um aqui

        Tanto entendo que estou acusando a FARSA dessa crítica a Marina, que é, na verdade, um engodo para enganar otários.

        Essa discussão é tão impertinente que desconsidera a completa ausência de peso eleitoral em se defender algo que já está consagrado no Brasil, que é o direito dos homossexuais se casarem entre si. Seria como alguém achar que vai vencer a eleição defendendo férias e décimo terceiro salário para os trabalhadores, direitos que já existem de longa data no ordenamento jurídico, assim como o direito dos homossexuais de se casarem entre si está consagrado a partir da decisão do STF.

        Agora, não posso deixar de apontar a hipocrisia cretina dos dilmistas de, ao mesmo tempo que alimentam a farsa de que Marina teria “recuado” em relação ao casamento homoafetivo, o que é falso, ela não recuou em relação a isso, tanto que se declarou favorável à união estável homoafetiva, se esquecem de que quem mais recuou nessa área, a de confrontar valores religiosos, foram justamente o PT e a Dilma, em vários momentos.

        Por exemplo, Dilma recuou em 2011, quando mandou o Haddad, então ministro da educação, retirar o kit anti-homofobia, que recebeu críticas dos conservadores evengélicos e conservadores em geral, de circulação. Isso sim foi um recuo.

        Outro exemplo foi quando Dilma, em 2010, recuou na questão do aborto, tudo para não perder votos dos evengélicos.

        Sem falar que o PT no poder vem recuando na política de reforma agrária, mas os seus puxa-sacos fingem não enxergar isso. Até hoje, contrariando as eternas promessas feitas pelo governo do PT, os índices que avaliam se uma terra é produtiva ou não ainda não foram atualizados. O Brasil faz a reforma agrária, aos trancos e barrancos, de forma lenta, usando critérios que datam dos anos setenta. Tudo porque o PT, quando no poder, recuou e mentiu para os sem terra quando prometeu várias vezes atualizar os critérios que definem quando uma área é improdutiva, a dimensão etc.

    • Advogado é foda!

      Marina recua, mas, a rigor, a Lei sempre foi assim mesmo, ou seja, o casamento Gay já existe! Até a Dilma já está habilitada (homologada) para receber o voto LGBT.

      Existem brasileiros iluminados, que enxergam raios de luz dentro da escuridão da legislação. Helicóptero é inocentado, pois a sua ação ilegal foi desmascarada também de forma ilegal e, em caso de empate de ilegalidades, ganha o helicóptero. O jogo de bicho está proibido, mas, funciona há mais de 100 anos (já deveria ter algo parecido com usucapião). Violentar menina de 13 anos pode, desde que ela seja “profissional”.

      Chega de meias verdades, queremos Argolo para Presidente ou algum advogado indicado por ele!.

  51. Isso tem nome: traição e covardia

    De fato, Marina Silva, a “nova política”, a redentora, a Salvadora da Pátria veio mesmo para arrasar, não só os nossos quarteirões, mais tudo aquilo que se entende como compromissos com o país e com seu povo.

    Isso tudo em pouco mais de 24 horas só aqui no Nassif, onde a campanha dela está de vento em popa:

     

    Programa de Marina defende casamento gay e criminalização da homofobia

    sex, 29/08/2014 – 19:16

    Atualizado em 29/08/2014 – 19:20

    http://jornalggn.com.br/noticia/programa-de-marina-defende-casamento-gay-e-criminalizacao-da-homofobia

     

     

    O programa de Marina Silva é arrasa-quarteirão

    sex, 29/08/2014 – 19:40

    Atualizado em 29/08/2014 – 21:00

    http://jornalggn.com.br/noticia/o-programa-de-marina-silva-e-arrasa-quarteirao

     

     

    Somente se surpreende quem não se informa, por Gunter Zibell

    Gunter Zibell – SP

    sab, 30/08/2014 – 08:48

    Atualizado em 30/08/2014 – 13:57

    http://jornalggn.com.br/blog/gunter-zibell-sp/somente-se-surpreende-quem-nao-se-informa-por-gunter-zibell

     

     

    Roteiro da independência do Banco Central, sob o governo Marina

    sab, 30/08/2014 – 08:52

    Atualizado em 30/08/2014 – 10:13

    http://jornalggn.com.br/noticia/roteiro-da-independencia-do-banco-central-sob-o-governo-marina

     

     

    Marina: ênfase exclusiva em “nova política” pode não colar

    sab, 30/08/2014 – 10:20

    Atualizado em 30/08/2014 – 10:35

    http://jornalggn.com.br/noticia/marina-enfase-exclusiva-em-nova-politica-pode-nao-colar

     

     

    Dilma faz críticas às propostas de Marina em reduzir investimentos no pré-sal

    sab, 30/08/2014 – 12:02

    Atualizado em 30/08/2014 – 12:22

    http://jornalggn.com.br/noticia/dilma-faz-criticas-as-propostas-de-marina-em-reduzir-investimentos-no-pre-sal

     

     

    Marina desiste de vetos e abre palanque a coligações firmadas por Campos

    sab, 30/08/2014 – 13:15

    http://jornalggn.com.br/noticia/marina-desiste-de-vetos-e-abre-palanque-a-coligacoes-firmadas-por-campos

     

     

    Malafaia estrilou e Marina tirou do programa avanços da pauta LGBT

    sab, 30/08/2014 – 15:39

    Atualizado em 30/08/2014 – 21:24

    http://jornalggn.com.br/noticia/malafaia-estrilou-e-marina-tirou-do-programa-avancos-da-pauta-lgbt

     

     

    Jean Wyllys: “Você mentiu a todos nós e brincou com a esperança de milhões de pessoas”

    sab, 30/08/2014 – 17:30

    http://jornalggn.com.br/noticia/jean-wyllys-voce-mentiu-a-todos-nos-e-brincou-com-a-esperanca-de-milhoes-de-pessoas

     

     

    O pacote reacionário de Marina, por Ricardo Amaral

    sab, 30/08/2014 – 20:04

    Atualizado em 30/08/2014 – 21:03

    http://jornalggn.com.br/noticia/o-pacote-reacionario-de-marina-por-ricardo-amaral

     

     

    Como Marina tenta montar o reverso de Lula

    sab, 30/08/2014 – 21:22

    Atualizado em 30/08/2014 – 21:23

    http://jornalggn.com.br/noticia/como-marina-tenta-montar-o-reverso-de-lula

     

     

    Me pergunto qual será a nova jogada “não-política” da “nova-política”, tendo em vista que, segundo o Datafolha e Ibope, Marina, a fada sosialista e protetora dos “sonháticos”, já está de posse da faixa presidencial…

    Ou seja… dane-se o que eu disse a esses idiotas e a essas idiotas!!!

    Será que Marina vai divulgar uma “errata” expurgando a palavra SOCIALISMO do estatuto e programa do PSB?

    Ou será que, pressionada pelos seus gurus de economia (Lara Resende, Giannetti…) vai desdizer o que disse ontem sobre o Pré-Sal e a Petrobrás, quando enfatizou que sua prioridade eram as tais fontes alternativas e “limpas” (como se houvesse isso) de energia.

  52. hahahahaha, alguém viu o

    hahahahaha, alguém viu o Gunter por aí?

    Parece que ele vou dar uma voltinha num jatinho de propriedade de uma borracharia!

    ahahahahahahah

  53. afinal o que realmente pensa

    afinal o que realmente pensa marina silva, e amanha, o que defendera?

     

    ne eleicao passada, era assim

     

    01/06/2010 – 

    Marina se diz “não favorável” ao casamento gay e propõe plebiscito sobre maconha

     Do UOL Eleições
    Em São Paulo

    Em entrevista para o UOL Eleições, a presidenciável Marina Silva (PV) se disse “não favorável” ao casamento gay e afirmou não ter posição fechada sobre a adoção de filhos por casais homossexuais. A senadora revelou que não irá à Parada Gay, que será realizada em São Paulo no próximo fim de semana.

    Além disso, Marina reiterou ser contra a legalização da maconha como forma de combater o tráfico de drogas no país e propôs dois plebiscitos; um para discutir a legalização da droga e outro sobre o aborto. “Precisamos fazer um debate sério, estaremos fazendo uma grande discussão que envolve saúde pública, ética, assuntos morais”, disse.

    “Em relação à adoção de filhos (…) eu não tenho uma posição fechada. A Justiça vem se pronunciando, nós temos um grave problema social em relação a essas crianças. Eu não tenho competência técnica para ter um olhar em relação a essa questão”, disse a pré-candidata. “O casamento é uma instituição entre pessoas de sexos diferentes, uma instituição que foi pensada há milhares de anos para essa finalidade. Eu não tenho uma posição favorável”, afirmou Marina, sobre o casamento entre homossexuais. “Isso não pode ser confundido com discriminar essas pessoas do ponto de vista de seus direitos. (…) elas têm o direito de defender as suas bandeiras. Democracia é isso”, disse
    .

     

  54. A temeridade que atende por

    A temeridade que atende por nome de Marina Silva se mostrou uma fraca.

    Bastou apenas ser enquadrada pelo Pastor Silas Malafaia para voltar atrás em um compromisso assumido.

    Confrontada pela imprensa sobre isso, tentou sair pela tangente e diz “que não é bem assim”.

    Como posso, como eleitor, confiar em uma candidata que não se posiciona, que muda o discurso ao sabor do vento por puro pragmatismo ?

    Uma fraude.

  55. Se o Malafaia é atendido em

    Se o Malafaia é atendido em 24h, quantos segundos a Neca do Itaú precisará para ver atendidas todas as demandas da abutragem financiera?

  56. essaas piadas prontas –

    essaas piadas prontas – tautológivas e preconceituosas – são mesmo cruéis,

    parecem cópias burlescas desses caras que se autodenominam humoristas 

    que  nestes tempos de novidade pela novidade estão aparecendo como moscas em terrenos excrementais intitulados stand ups e quetais.

  57. Presidenta Dilma, por favor

    Presidenta Dilma, por favor abrace a causa do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Não é nada demais um estado laico permitir que as pessoas vivam como quiserem e estabeleçam relações livres e com respeito a suas sagradas liberdades individuais!!!!

    OS PETITAS NAO TEM MEDO DE MALAFEIA!!!!

  58. Incongruência!

    Eu queria saber por que é que ainda tem gente por aqui que leva a sério o sr. Gunter Z. (perdão, mas nunca lembro o sobrenome dele). Qual o principal argumento dele para renegar Dilma meses atrás? O fato de seu governo ter se rendido algumas vezes à bancada evangélica e do PT ter permitido que Feliciano fosse alçado àquele posto no Congresso. Hoje, Feliciano afirma que vota em qq um menos no PT, pois se considerou bicotado pelo partido. E Gunter, que só está meio decepcionadinho, continua achando que a sinistra bruxa má da floresta ainda é “a menos pior”, embora ela não seja refém dos evangélicos, mas seja a própria evangélica da Assembléia de Deus. Vocês conhecem alguém da Assembléia de Deus? Conhecem o discurso moralista que essa igreja incute na mente de gente simples, carente e desasrmada? Sabem como eles se sentem em relação