Coronavírus: David Uip deixa comando do centro de combate de SP

Infectologista pede afastamento devido a sinais de estafa, causada por excesso de trabalho; diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas assume função

David Uip (esq.) deixa comando do centro de combate ao coronavírus em São Paulo. Foto: Reprodução

Jornal GGN – O infectologista David Uip pediu afastamento do comando do centro de contingência do coronavírus do governo de São Paulo.

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, Uip diz que tem sintomas de estafa, causada por excesso de trabalho – além das atividades do centro de contingência, que ele exercia de maneira voluntária, Uip atende pacientes no consultório, no hospital e dirige uma universidade no ABC paulista.

O médico está sendo submetido a uma bateria de exames e diz que, por recomendação médica, decidiu diminuir o ritmo das atividades após sentir mal-estar na última quarta (6). A recomendação de afastamento partiu de Roberto Kalil, cardiologista que o acompanha.

Em carta encaminhada ao governador, Uip se diz entristecido com a sua saída neste momento difícil da pandemia e diz que, assim que estiver recuperado, pretende retomar a contribuição ao centro.

 

Leia Também
As três condicionantes para São Paulo relaxar a quarentena contra COVID-19
Doria não descarta lockdown em São Paulo
Doria desiste do “relaxamento” e prorroga quarentena em SP até 31 de maio
GGN revisita a trajetória de Moro em projeto inédito. Saiba mais aqui

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora