CPI da Covid transfere depoimento de Teich para quarta (5)

Jornal GGN – Os senadores da CPI da Covid decidiram transferir para quarta-feira (5), às 10h, o depoimento do ex-ministro da Saúde, Nelson Teich, que estava previsto para as 14h desta terça (4). A informação foi confirmada pelo GGN junto ao relator da CPI, o senador Renan Calheiros (MDB).

Teich falará no lugar do general Eduardo Pazuello, que informou à CPI que não participará da oitiva porque teve contato com pessoas infectadas por Covid-19 nos últimos dias. Respeitando a quarentena, Pazuello só será interrogado pessoalmente pelos senadores no dia 19 de maio.

Na manhã desta terça, o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta abriu os trabalhos da CPI em sessão que começou por volta das 10h30. Ao longo de mais de 5 horas e meia de depoimento, Mandetta focou no negacionismo de Jair Bolsonaro e afirmou que o presidente da República tinha uma “assessoria paralela” que recomendava ações contrárias às medidas sanitárias apoiadas pelo Ministério da Saúde.

Leia mais aqui:

Mandetta: Bolsonaro estava ciente da mortandade e não fez nada, preferiu ouvir “assessoria paralela”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora