Revista GGN

Assine

"É uma acusação estapafúrdia", diz Leonardo Avritzer sobre ação da PF na UFMG

 
Jornal GGN - A operação Esperança Equilibristra, deflagrada na manhã desta quarta (6) pela Polícia Federal contra a cúpula da Universidade Federal de Minas Gerais e da Fundep (Fundação do Desenvolvimento da Pesquisa), já acumula críticas por parte de professores e instituições ligadas à educação.
 
Cientista político e professor da UFMG, Leonardo Avritzer disse ao GGN que a "acusação é estapafúrdia" e que a universidade deve paralisar as atividades até que a denúncia seja "esclarecida" e as pessoas levadas coercitivamente para depor, liberadas.
 
"Não é muito clara a acusação, é uma acusação estapafúrdia, de que, na verdade, recursos de bolsas foram desviados e pesquisas não foram feitas. A UFMG está indignada e provavelmente vai declarar greve, pelo menos essa é a proposta, de paralisar as atividades até que fiquem claras as acusações e que as pessoas são liberadas," disse.
 
Fora do País, Avritzer afirmou que está acompanhando o caso de perto e soube que, por volta das 5h desta quarta, a PF ocupou a reitoria, a Fundep e mais alguns prédios do campus da UFMG.
 
"Depois foram conduzidas coercitivamente 14 pessoas, e não é muito claro quem são essas pessoas. Sabemos de algumas. São 3 reitores, sendo dois ex-reitores e o atual reitor, e três vice-reitores, além do presidente da Fundep", comentou.
 
Em coletiva de imprensa, agentes da PF responsáveis pela operação denotaram que a condução coercitiva, sem aviso prévio, tinha o objetivo de conseguir informações para construir a denúncia e obter alguma prova (veja mais abaixo).
 
"CONDUÇÃO FOI ABUSIVA"
 
Circula nas redes sociais, entre docentes da UFMG, informações dando conta de que foram levados para depor Alfredo Gontijo, presidente da Fundep; Sandra Regina Almeida, vice-reitora e eleita para assumir a reitoria no lugar de Jaime Ramirez, que também foi alvo da condução coercitiva. Clélio Campolin e Rocksane Northon, ex-reitores, e Heloisa Starling, ex-vice reitora e coordenadora do projeto República, também teriam sido levados. 
 
Em nota, o Confies (Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica) disse que a condução coercitiva foi uma ordem abusiva. "Em princípio, esses mandados são abusivos pois deveriam ser antecedidos por carta convocando-os para prestar esclarecimentos."
 
"O dano a imagem dos convocados está feito. Como em outros casos, isso é irreparável, face ao comportamento estridente da mídia que se nutre financeiramente disso. Estamos aguardando o relato dos colegas com quem falamos há pouco na PF por telefone e do colega Bruno Teatrini, advogado da Fundep, para tomar alguma decisão sobre o que o CONFIES fará em defesa deles e de nossa afiliada." 
 
A DENÚNCIA
 
A PF não quis divulgar à imprensa o nome das pessoas levadas para depor. Por volta das 10h, em coletiva de imprensa, o delegado Leopoldo Lacerda disse apenas que o inquérito foi instaurado porque a obra do Memorial da Anistia, que faz parte de um projeto do Ministério da Justiça com a UFMG que já consumiu R$ 19 milhões, está incompleta.
 
Além da obra, o delegado disse que apura o suposto desvio de R$ 4 milhões por meio de "fraudes em pagamentos realizados pela Fundep, contratada para realizar as pesquisas de conteúdo e produção de material para a exposição de longa duração que o memorial abrigará", publicou o G1.
 
 
A reportagem do portal deixa claro que os policiais precisavam prender, ainda que temporariamente, os dirigentes e ex-dirigentes da UFMG, na tentativa de extrair qualquer informação.
 
"Segundo o delegado, os R$ 4 milhões foram desviados para outras contas da Fundep, mas que as investigações vão apontar para quais projetos. Ainda conforme Lacerda, os bolsistas também podem ter sido vítimas do golpe e eles serão ouvidos posteriormente. O restante do dinheiro - R$ 15 milhões - a PF vai investigar como foi usado."
 
Por fim, o delegado ainda lançou suspeita sobre a "publicação de um livro que não tem relação com o projeto", mas não há informação sobre qual a obra.
 
PROTESTO
 
No Facebook, Beatriz Cerqueira, presidente do Sindute (Sindicatos Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais) disse que a UFMG está sofrendo mesmo ataque que a USFC. Na operação Ouvidos Moucos, a cúpula da universidade também é investigada por desvios e as medidas abusivas adotadas contra o então reitor Luiz Carlos Cancellier o levaram ao suicídio.
 
Cerqueira informou que professores organizam um ato na frente da sede da PF em Minas e anunciou uma coletiva de imprensa para tratar da UFMG, às 14h, na Assembleia Legislativa do Estado.
Média: 4.4 (7 votos)
13 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Orlando Soares Varêda
Orlando Soares Varêda

AH!... SE NOS ALTOS ESCALÕES

AH!... SE NOS ALTOS ESCALÕES DO JUDICIÁRIO PUDÉSSIMOS CONTAR, AO MENOS, COM UM TRATORISTA BRASILEIRO DA CEPA DE UM AMILTON DOS SANTOS.

Numa ação de despejo em bairro humilde de Salvador. O tratorista Amilton dos Santos, que na manhã de dois de maio de 2003 recebeu ordem da PM para avançar com a Pa Carregadeira e demolir o humilde casebre. O Homem acionou o motor da máquina e, com a pá mecânica elevada se aproxima da parede lateral da casinha, de repente! Para e desliga a máquina. Salta, os olhos lacrimejando, se dirige  a sua excelência o pm e lhe diz: Não posso fazer isso.

Lembro desse caso, pois a TV Bahia está usando descarada e cinicamente esta ação digna praticada por Homem decente, para vender uma imagem falsificada de bom-mocismo hipócrita-natalino de sua rede de TV. Na verdade, a família acm jamais esteve do lado de um Amilton dos Santos.  O tiranetezinho de merda do acm sempre se manteve ao lado da elite endinheira de merda. Com o golpe de 64 passou alamber as botas dos fardados de verde-oliva.

Pois muito bem, são os descarados herdeiros desse político ladrão, e que, por mais tempo dominou a polítca baiana, que agora de maneira demagógica e oportunista, mais uma vez, roubam o povo! Sim. Esta ação de um Homem honesto pertence ao povo humilde da Bahia. Os herdeiros da família do ladrão acm se não fossem tão cinicos, não fariam isso .

A propósito. Este ato do brasileiro Amilton dos Santos, não seria um ótimo exemplo a ser repetido pelos demais brasileiros, a partir de hoje?

Orlando

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Rei
Rei

4 MILHÕES / (84 POLICIAIS + 17 AUDITORES) = 40.000 REAIS

Sugiro que seja criado um índice para se medir o nível de pirotecnia das operação da Polícia Federal.

ÍNDICE DE PIROTECNIA DA OPERAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL:

ÍNDICE     =            (MONTANTE DE DINHEIRO POSSIVELMENTE DESVIADO) 

                                           (PESSOAS  ENVOLVIDOS NA OPERAÇÃO)

 

No caso foram 4 milhões investigados E 84 policiais + 17 auditores.

CADA ENVOLVIDO NA INVESTIGAÇÃO VAI INVESTIGAR 40 MIL REAIS... MAIS OU MENOS UM ROUBO DE CARRO... QUE PODE OU NÃO TER OCORRIDO.

Parabéns Polícia Federal!!! Espero que todos os cidadãos tenham esse mesmo tipo de tratamento... será que precisaria deslocar tanta gente para cada um investigar uns 40 mil em desvios???

QUANDO SUSPEITAR QUE ROUBARAM SEU CARRO... LIGUE DIRETO PRA POLÍCIA FEDERAL!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Todo Apoio aos "investigados"

Que a UFMG para imediatamente todos as suas atividades! Greve já!

Que esse ato seja o estopim para uma mobilização por todos os nossos direitos que dia a dia são vilipendiados!

Não podemos mais aceitar passivamente essa escalada nazifascista!

Estão roubando nossas almas, porque o nosso corpo já levarão há muito!

Seu voto: Nenhum (6 votos)

"Recria tua vida, sempre, sempre. Remove pedras e plantas roseiras e faz doces. Recomeça. Faz da tua vida mesquinha um poema e viverás no coração dos jovens e na memória das gerações que hão de vir". Cora Coralina

imagem de GalileoGalilei
GalileoGalilei

Não só a UFMG

Todas as Federais devem se declarar em estado de greve. Já!

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Perfeito

Isso mesmo, todas as Federais - Greve Já!

Seu voto: Nenhum (4 votos)

"Recria tua vida, sempre, sempre. Remove pedras e plantas roseiras e faz doces. Recomeça. Faz da tua vida mesquinha um poema e viverás no coração dos jovens e na memória das gerações que hão de vir". Cora Coralina

imagem de GalileoGalilei
GalileoGalilei

Acho que não ocorreu

Não consegui encontrar nada na Folha, noi Globo, no Estadão e no Valor.

Logo, o fato citado não deve ter ocorrido.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

FSP

http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2017/12/1941094-pf-conduz-reitor-e-vice-da-ufmg-para-depor-sobre-suposta-fraude-em-obras.shtml

Seu voto: Nenhum
imagem de GalileoGalilei
GalileoGalilei

Elews atrasaram um "pouquinho"

Valeu, Ana...  Obrigado.

A Folha deu a notícia às 15:26 e atualizaram às 16:54.

Deviam estar ocupados.

Seu voto: Nenhum
imagem de GalileoGalilei
GalileoGalilei

Já a grande mídia...

esta deve ter estado ocupada com coisas mais importantes...  BBB-18, sei lá...

Seu voto: Nenhum
imagem de sabra
sabra

A noite vai se aproximando.

O silencio das autoridades judiciais mais altas, diante dos desmandos e abusos de seu comandados, continua. Promovem a delegada que fez o que fez na UFSC e a retiram de Florianopolis, mais para protege-la do que para puni-la. Em Florianopolis atacam O Ensino a Distância , ( um política publica e social do governo anterior). na UFMG um sintomático ataque a uma obra sobre a Anistia,  que visava manter a história deste país, contando algo sobre os tempos de ditadura.  No afã de ligar tudo ao nome bolsa buscam  mais e mais desqualificar toda e qualquer bolsa da universidade. E continua o silêncio do supremo, com relaçãos aos abusos do judiciário, invadindo orgãos de outros poderes. Policias corregedores e auditores e procuradores se dão ao direito de questionar até os procedimentos didáticos de uma universidade, como vem fazendo na UFSC.  Buscam qualquer questiuncula administrativa para transformá-la em questão criminal. Fazem perguntas que demonstram o total desconhecimento da universidade, e das funções e finalidades das atividades de pesquisa e ensino. Demonstram não ter o menor respeito pela universidade, pelo conhecimento , pelo saber. E coniventes com isso juizes do mais douto saber, vão levando a nossa justiça com a barriga sob os olhares complacentes , coniventes, ou cumplices de membros do STF.

Desde quando um obra interrompida ou paralisada  levou algum gestor publico à prisão antes de sindicâncias, etc.....  O objetivo não é a prisão, mas a execração publica e uma clara  demonstração de poder. Esta operação é uma resposta as ações no ministéiro da Justiça contra a operação Ouvidos Moucos. A PF , MP e CGU, e TCU,  estão apenas dizendo, não nos ataquem pois nós estamos com o poder.  E a mídia cumplice, cria as manchetes que eles pedem.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

É isso mesmo que devem fazer.

É isso mesmo que devem fazer. É preciso reagir contra esses pitbulls da ditadura que acham que tem poder absoluto sobre os cidadãos. Acusações cada vez mais vagas já são suficientes para prisões humilhantes autorizadas por juízes medíocres.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Lofi
Lofi

Não há mais estado de

Não há mais estado de direito. O país está esquizofrênico e o judiciário e a polícia federal, especialmente, com esse tipo de conduta (que está se tornando a regra, e não a exceção) estão se destruindo. O que restará depois de tudo: uma terra arrasada, a desconfiança disseminada, a descrença generalizada. Abriram a Caixa de Pandora com o golpe, e a mídia hegemônica é a grande responsável, pela atuação deseducadora a serviço do capital financeiro internacional.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Lemes Ferreira
Lemes Ferreira

  A ditadura judicial está

 

A ditadura judicial está pior que a ditadura militar.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

Eu tenho vergonha do

Eu tenho vergonha do Brasil...

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de GalileoGalilei
GalileoGalilei

Paralização de todas as federais já

Não estou conseguindo comentar... espero que este saia.

Acho que todas as Federais devem se declarar imediatamente em estado de paralização.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.