Guedes diz que “economia começa a colapsar” e Bolsonaro já teme convulsão social

Em reunião com governo e industriais, presidente do STF sugeriu criação de comitê para discutir reabertura total da economia com entes federados e outros poderes

Jornal GGN – O ministro da Economia Paulo Guedes afirmou nesta quinta (7), em reunião com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, que o empresariado brasileiro está “emitindo sinais” de que a economia vai “colapsar” e que medidas precisam ser tomadas com urgência para “evitar que o Brasil vire uma Venezuela”. Jair Bolsonaro, que levou os representantes do setor industrial ao encontro, mostrou que está mais preocupado com eventual convulsão social do que com o impacto humano do coronavírus.

“Os sinais que eles estavam nos passando eram de que estavam conseguindo preservar os sinais vitais [da indústria, mesmo com as restrições sociais]. Agora está difícil, estão dizendo que a economia está começando a colapsar, e não queremos o risco de virar uma Venezuela”, disparou Guedes.

“Embora tenhamos lançado dois ou três meses de camada de proteção [às empresas e aos trabalhadores], talvez os sinais vitais não possam ser preservados por tanto tempo. Talvez a indústria entre em colapso antes. E aí, em vez de nós sairmos como um urso que estava hibernando, que quando sai, sai forte, talvez seja o caso de colapso total da economia”, endossou o ministro.

O grupo do setor industrial levado ao STF por Bolsonaro representa 30 milhões de empregos e 45% do PIB. Os empresários pediram a flexibilização imediata da quarentena em todo o País.

A Toffoli, um dos empresários do ramo de brinquedos disse que a preocupação é que quando o auxílio oferecido pelo governo chegar ao final, a folha de pagamento voltará a ser de responsabilidade exclusiva dos empregadores, que estarão “fragilizados” porque não há produção em andamento.

Leia também:  Bolsonaro 500: um presidente enfraquecido e no ataque

Eles alertaram que haverá quebra de empresas nacionais se o mercado interno tiver de abrir as portas para a concorrência, que estará mais estabilizada porque outros países sairão da quarentena antes do Brasil.

Os empresários também afirmaram que já desenvolveram com o Ministério da Economia um protocolo de segurança para retomar as atividades sem prejudicar a saúde dos trabalhadores, e reforçaram que não podem aguardar mais. “A indústria está na UTI, e se não sair, a consequência vai ser gravíssima”, comentou um deles.

Bolsonaro falou em “coragem” e “união” entre os poderes para atender ao “clamor dos empresários”. Ele criticou, mais uma vez, as medidas o isolamento e suspensão de atividades econômicas determinados pelos governadores.

“Alguns estados foram um pouco longe nas medidas restritivas e as consequência estão batendo na porta. São 38 milhões de informais que perderam a renda ou a tiveram reduzida. Na formalidade,
estamos batendo na casa dos 10 milhões de desempregos. Este número tende a crescer. Os empresários nos trouxeram o medo de colapsar a economia.”

Dias Toffoli, por sua vez, fez um balanço positivo das ações deflagradas contra o coronavírus nos dois primeiros meses de pandemia.

“O país conseguiu conduzir muito bem essa situação. Apesar daquilo que aparece na imprensa, uma coisa aqui, outra coisa aqui, a verdade é que as instituições funcionaram, os ministérios funcionaram, o SUS funcionou, as medidas que o governo
adotou e o Congresso Nacional aprovou (…) foram extremamente importantes para que o país não entrasse numa situação de calamidade pública”, avaliou.

Leia também:  Manchetes dos jornais da Europa

O presidente do STF afirmou ainda que os estados e municípios devem respeitar as diretrizes da União e sugeriu a criação de um comitê para discutir, “de maneira coordenada”, a reabertura da economia com outros poderes e entes federados.

“Se for ver, as pessoas hoje estão saindo às ruas porque estamos numa situação em que as pessoas já querem sair. Então tem que ter essa saída de maneira coordenada. E aí é fundamental coordenação com estados e municípios.”

“Temos uma Constituição que garante competências especificas para entes da federação, e é isso o que o Supremo tem decidido, mas tem de respeitar as orientações da União, as competências nacionais de orientação quanto às atividades essenciais, atividades de transporte e produção”, disse Toffoli.

Bolsonaro demonstrou temor com protestos e eventual convulsão social por causa da ameaça de colapso na economia.

“Temos um bem maior que nossa própria vida, que é a liberdade, não podemos perder a liberdade no Brasil. Não podemos ver, mais cedo ou mais tarde, a continuar como está a situação econômica, assistir a saques, assistir a manifestações populares que já vimos no passado, em situações que não eram sequer próximas a essa. Nós entendemos que as medidas econômicas tomadas pelo Guedes é que estão mantendo a população ainda em situação de equilíbrio, de razão acima da emoção”, comentou o presidente.

“Todos nós temos o mesmo propósito, mesmo ideal, que é o Brasil voltar à normalidade. Preocupados com a vida, sim, mas a questão do emprego, da economia, isso também é vida”, concluiu Bolsonaro.

Sergio Moro é a pauta do novo projeto jornalístico do GGN.
Saiba mais clicando aqui

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

25 comentários

  1. Simples.Tira Guedes, sua equipe e todos os que ele indicou para outros ministérios e estatais. Coloca outros cuja política seja o oposto da de Guedes. Agora, matando a classe trabalhadora para não diminuir os lucros do capital é que não dá. Mesmo.

    22
    • “…Covas anuncia medidas mais duras tentando…” Até aonde pode descer a Velha Política com seu AntiCapitalismo de Estado, minando a Nação e Sociedade Brasileira, tentando manter seu Estado Absolutista Ditatorial Parasitário destes 90 anos? É o Nepotismo em forma de NecroPolítica, preservado em 40 anos de farsante Redemocracia. Aécio Neves, Renan Jr., Bruno Covas, Helder Barbalho, ACM Neto, Alcolumbre, Nelson Marchezan Jr, Rodrigo Maia… Alguns ainda tem saudades desta dobradinha farsante PSDB / PT e sua Base de Apoio. Quem sabe possamos ainda ‘salvar’ Geddel Vieira Lima? Pobre país rico. Mas de muito fácil explicação.

      1
      7
  2. O Ministro Paulo Guedes tem que sair do Governo Urgentemente, pois ele é que está levando o país a um estado de Anomia.

    17
  3. Guedes não seja um burro modesto, o teu brazil sem estado com o indigente empreendedorismo do setor privado poderá ser comparado com outros países de outros continentes.
    Argentina e Venezuela serão um objetivo a ser perseguido, evidentemente após amargar o teu fracasso Chileno.

    15
  4. Seria louvável a atitude dos empresários… Se não fossem raposas tentando convencer as galinhas de que está “tudo bem”. E raposas lideradas por um palhaço que só sabe pensar em si mesmo.

    É nessas horas de crise que é necessário pessoas com CREDIBILIDADE, HONRA, coisas que esses idiotas jamais tiveram.

    19
  5. Este covarde que atende pelo nome de Toffoli, consegue atingir a mediocridade de triste memória daquela Cármen Lúcia.
    Não é possível deixar de reconhecer que a chegada deste cidadão ao STF foi atitude que se mostrou completamente imprudente. O camarada, com história profissional ligada ao setor progressista, logo que chegou ao Olimpo escolheu como guia, já que cego naquele ambiente, a antítese da sua origem, GMendes, e com este votou à vontade contra a sua própria história.
    Agora, o sujeito foi capaz de fazer uma leitura positiva a respeito dos primeiros 60 dias desta crise ” o país conseguiu conduzir muita bem esta situação…….”, daí pergunto, onde este lunático vive?

    17
  6. esse Paulo Guedes é uma catástrofe. só fala besteira! e o mais inacreditável é a imprensa o levando a sério. também, uma imprensa alinhada com os estados unidos feito a brasileira, a falência nos espera.

  7. Estamos no caminho correto. ampliar o isolamento social é uma forma de mobilização em tempos de pandemias.
    Agora. o mais importante é continuar defendendo a ampliação do isolamento social.
    Operar apenas setores essenciais, e preparar uma ampliação de saúde para um aumento de casos de covid-19.
    principalmente considerando que as manifestações de rua da extrema direita, aumenta o ritmo de propagação do novo coronavírus.

    As manifestações de ruas contra o governo eleito em 2018, agora não não possíveis. O fascismo se sente a vontade para ir as ruas justamente por esta impossibilidade, mas é nítido que o campo da extrema direita já está muito reduzido, e cada avanço do novo coronavírus mais reduzido será o campo da extrema direita.

    Na medida em for ampliado o número de leitos hospitalares para atendimento dos caso da covid19,

    Na medida de perversidade da extrema direita provoca o colapso no sistema de saúde, aumentará o desespero da população obrigando uma maior adesão ao isolamento social, como já está ocorrendo em alguma regiões metropolitanas do país.
    Inclusive contrariando a tese que regiões de clima quente seriam menos afetadas pela pandemia do novo coronavírus.
    O inverno está chegando no sul e no sudeste, as temperaturas vão e aumentará exponencialmente a propagação do novo corona vírus se nada for feito.

    restará poucos que estarão dispostos a seguir a marcha da insensatez.
    Ser do Pt e de esquerda, é mesmo que defender o isolamento social e a vida.
    Isto já tem poder devastador que assusta os controladores do capital

    Hoje a grande mobilização é:
    Fique em casa, salve vidas!!!
    Fora Bolsonaro.

  8. Brasil virando Venezuela:
    https://www.vtv.gob.ve/venezuela-seis-nuevos-casos-covid-19-cifra-total-367-2/

    Venezuela registra seis novos casos de Covid-19, total de contágios-367, mortos 10, testes 490,851, 17,262 por milhão de pessoas……parece que ser amigo dos Chineses e Russos é um bom negocio, eles mandam um monte de material medico para a Venezuela, sua aliada……já nosso aliado, rouba na caruda, na mão grande o nosso material comprado……Talvez alguém diga ” A Venezuela é uma ditadura, o Maduro esta escondendo casos”……Eu acho que o Br, em termos de esconder casos, ……

    10
  9. Essa desculpa não engana mais a ninguém. Aliás, se o LULA fosse solto corríamos o risco de uma convulsão social, disseram os mesmos personagens que costumam usar esse tipo argumento.

  10. Nassif: uma fonte ponta firme me garantiu que essa de “convulsãosãocial” é a nova dica dos VerdeSauva, como aquela da “facada”, pra lançar a tropa na rua e praticar o que treinaram no Haiti. Aquelas balinhas do Rio foi só pra esquentar os tamborins. Se prepare que deve vir ai um caminhão de porradas. A CasaDePetropolis e o DOI-CODI, dizem, já estão em prontidão para receber hóspedes. A Elite e os Milicianos (civis e militares) estão exultantes…

  11. Curiosidades:
    “ursos saem fortes da hibernação”…
    Guedes e a nova biologia.
    “Temos um bem maior que nossa própria vida, que é a liberdade, não podemos perder a liberdade no Brasil”
    A liberdade dos mortos talvez.
    “Medidas econômicas tomadas por Guedes”
    Sr o Congresso não propusesse pelo menos R$ 500 durante 3 meses, a medida (então sob avaliação) “de guedes” seria um único pagamento de R$ 200, Isto tudo está registrado na mídia, eles pretendem mentir goebellianamente até que pensem que o dinheiro dos impostos do Estado é dinheiro dado pelo Bozo ou Guedes.
    Guedes estava hibernado em choque pelo “controle fiscal” ter ido pelo ralo, até que o Congresso fizesse as propostas e liberações e ele percebesse a imensa oportunidade de arrochar os trabalhadores, privilegiar os empresários, ceder patrimônio público (que não é do governo) e alimentar a banca financeira.
    Finalmente, há fartas evidências de que esta turma (Bolsonaro, Guedes e empresários) não está preocupada com “empregos” mas com suas perdas de receita. Apenas um “TOC” recorrente.
    Quanto ao resto (venezuelização, etc.), são tão provincianos, tão “olhadores do próprio umbigo, que imaginam que o mundo inteiro está diferente disso.
    Com a mediocridade de sempre, nunca vêem ou buscam oportunidades competitivas, sempre proteção governamental.
    E vão reclamar no STF (que não impôs restrição sanitária alguma)e não dialogar e convencer governadores e prefeitos.
    Cumprir seu papel de fazer política.

  12. Os empresários, sempre espertos, estão fazendo pressão para obter incentivos fiscais. Estão levando a sério aquele papo de que é nas crises que surgem as grandes oportunidades. Pior para nós e péssimo para os trabalhadores, porque tudo lhes vai ser concedido, óbvio!!! Certa vez convidei uma colega budista para ir a um churrasco. A resposta dela estava pronta: “vocês matam os animais e querem fazer festa em cima de partes do cadáver deles, e ainda querem que eu participe disso.” É o que vai acontecer com o afrouxamento das medidas de isolamento social. Vão matar os trabalhadores e fazer festa com essas mortes. E o fato é que com Guedes, Toffoli e outros iguais, isso será até fácil de ser realizado,- é o fim da linha. Ponto final no bananão.

  13. O que os empresários querem é repassar os títulos podres para o Tesouro Nacional. Quem tem que sair é o miliciano e sua turma, não só Guedes.
    O chefe da Familícia vive de memes e lacrações, hoje foi só mais uma destas ações.

  14. Alguém pergunta para AGU o que tem de tão pecaminoso numa reunião ministerial que nem mesmo um ministro do STF pode saber…
    Se os assuntos são sensíveis é só o ministro colocar o processo sobre segredo de justiça.
    O que eles querem é editar o vídeo e tirar a parte que incrimina Bolsonaro.
    Espero que Celso de Mello seja tao inteligente como penso que ele é

  15. “O dólar só chega em 5 reais se eu errar muito” (P. Guedes, 5/3/20)

    Algumas semanas depois… Dólar a 5,90!
    Pra quê que fui lembrar dessa pérola do posto Ipiranga?! Quanto mais lembro, menos me conformo. Patético. Já em pleno decreto de emergência da pandemia, 60 dias atrás, 5 de março, o mundo todo em pré-colapso e o parasita presepeiro fala em crescimento de 2,5% e que o dólar só chegaria a 5 reais “se ele [Guedes] errase muito”… Se fosse um ministro do temer, Dilma, Lula, FHC, Collor, Itamar, Sarney, Figueiredo…, Obama, Bob pai, Bob filho, Plinton, Reagan, trump, Pinochet, Noriega, Idi-amim, Hitler, Fidel, – pombas, qlqr um ! – já seria motivo de piada mundial, teria tomado um pé no traseiro, pedido o boné ou – mais decente – cometido harakiri. Totalmente sem noção. O cara é uma farsa na gestão pública. Só aprendeu a especular pra ganhar dindim.

  16. o medo nestas pessoas é o que mais provoca medo. A reação através do medo já não é boa diante de pessoas que de perto parecem “normais”, quem dirá por alguém debilitado psíquica e emocionalmente, com reatividade violenta e exposto a situações tensas e complexas. Tenho mais receio disto que de um suposto golpe bolsonarista.

  17. Bolsonaro passou a culpa pela crise para Toffoli e ele aceitou, agradeceu e elogiou o governo…
    o mesmo que dizer:
    todos que se reunirem aqui neste final de semana contra nós serão bem-vindos

    quem vê assim pode pensar que o seu sonho de criança(?) era ser milico

    eu pensei

  18. A gente já sabe, Paulinho. É culpa do coronavírus, segundo sua narrativa.
    O mercado tem como finalidade a grana, óbvio, mas não curte instabilidade, burrice e loucura preponderando politicamente.
    Até que foi fácil, nem precisou da CIA financiar um grupo para criar instabilidade interna, como na Líbia, na Nicarágua, no Irã.
    Ou precisou?

  19. Na opinião de um infeliz cidadão da pindorama, o grande problema atual é a fuga de capitais. O Ipiranga espera investimentos privados para sair da crise, hahahaha… Aí temos problemas de alinhamento de idéias:
    1 – A milicada, não adianta, não tem nada haver com Friedman e Von Misses. Os caras da gemada/verde oliva são desenvolvimentista, ou seja, é a grana do Estado como locomotiva;
    2 – Eventos dos minions na Praça dos três Poderes, com apoio do bozo, dando porrada em jornalista e expondo faixas “fechem o Congresso e o STF” e “volte o AI-5”, só contribuem para o escape dos investidores;
    3 – Demissão do “supermoro” foi apenas mais um tempero para dar mais um gostinho na crise.
    Então não me venham a atribuir esta crise apenas à COVID.

  20. Sabe aquele incompetente que, ao mesmo tempo, age de modo deliberado para criar confusão?
    Cá entre nós, o que esse tipo de pessoa esconde, atrás de tanta confusão?
    Este governo é eficiente, a esquerda tem que largar mão da soberba de considerar o Mau Militar um ignorante e seu Sinistério um pardieiro de baixo-nível.
    Isso é ser liberal no pior sentido (que Bobbio e Locke me perdoem, até mesmo o Adam Smith). O recado é “se virem”, mas não dá pra dizer diretamente. Aí, vale tudo: gripezinha, demorar a ajuda, auxílio financeiro em análise eterna.
    A esquerda inverteu a frase de Marx: em vez de mudar o mundo, interpreta-o. Que dialética se estabelece com o bolsonarismo!
    Quando é que irá pra cima, nas redes sociais, e dizer “abre o cofre, Guedes”?
    Para aquele argumento que diz “o Brasil só muda com uma guerra”, pode esquecer. Não muda.

  21. “Temos um bem maior que nossa própria vida, que é a liberdade”. – Phisólopho Bozobosta

    Sem vida não há liberdade. Portanto, a vida não é um BEM de segunda categoria, ela é o VALOR supremo

  22. A BURRICE DESSA EQUIPE DE “ECONOMISTAS” É UMA LOUCURA. Qualquer idiota com MAIS DE DOIS NEURÔNIOS sabe que, doar dinheiro para BANCOS para que eles “supostamente” distribuam aos MICRO, PEQUENOS, MÉDIOS E GRANDES EMPRESÁRIOS é uma PIADA. Mais de 80% não tem condições de crédito junto aos bancos e mesmo que tivessem não receberiam dinheiro para SUPERAR A CRÍSE. O dinheiro vai ficar com os MESMO DE SEMPRE, os bancos.
    POR ISSO, se fosse um governo com pessoas inteligentes e com alguma visão de futuro, FARIA O ÓBVIO: DISTRIBUI RENDA PARA O POVO.
    NÃO ADIANTA fazer as empresas “se fosse o caso” funcionarem a todo vapor SEM TER PARA QUEM VENDER.
    SE O POVO ( OS 180 milhões que recebem até DOIS SAL.MINIMOS), OS CONSUMIDORES REAIS, TIVER DINHEIRO, logo à seguir da EPIDEMIA COMEÇARA A COMPRAR. Isso é que resolverá fazendo crescer a ECONOMIA e voltando impostos para os três níveis de governo.
    Mas com pouco mais de 100 DÓLARES de doação/auxílio, e, com o CRÉDITO CONSIGNADO dos APOSENTADOS (30 milhões e seus dependentes) com JUROS dez vezes mais altos que os COBRADOS do agro negócio (que nem paga impostos pois EXPORTA a mais de 90% dos produtos) .
    Até o Trump tomou essa como primeira atitude: DAR DINHEIRO ÁS FAMÍLIAS para manter CONSUMIDORES (a parte mais importante da cadeia, até para o CAPITALISMO) .

  23. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome