Informações sobre o PIS 2019

O abono salarial PIS do calendário 2018-2019 já está disponível. Segundo informações, o valor já pode ser sacado desde meados de outubro. Vale ressaltar que apenas os trabalhadores nascidos em outubro podem realizar o saque. No entanto, o brasileiro deve ficar atento ao Pasep.

Como se sabe, o Pasep é pago ao servidores públicos, mas a instituição financeira é diferente da que paga o PIS. O Banco do Brasil é o responsável pelo pagamento, enquanto a Caixa Econômica Federal visa a remuneração do PIS. Os servidores públicos que vão receber o pagamento devem ter o final da inscrição terminado em 3.

Calendário do PIS

O calendário do PIS 2018-2019 aponta que os nascidos em julho a dezembro devem receber o valor ainda este ano. Os indivíduos nascidos em janeiro a junho só terão o pagamento disponível em conta apenas ano que vem, no primeiro semestre.

No calendário ainda consta que os trabalhadores, independente da situação, contam com um prazo final para retirar o salário. A data final é ate 28 de junho de 2019 para realizar o saque, lembrando que a data não será prorrogada.

Valor do PIS

O abono salarial pode variar, isso vai depender do tempo em que o empregado atuou formalmente em 2017. O Ministério do Trabalho alega que serão destinados no 4°lote mais de R$ 1,5 bilhão, que serão repartidos entre 2 milhões de trabalhadores.

Ainda com informações do Ministério do Trabalho, ao todo, 23,5 milhões de profissionais terão acesso ao abono salarial, que deve distribuir R$ 18,1 bilhões. Veja o calendário do PIS e do Pasep!

PIS Nascidos em – Recebem em:

Julho – 26/07/2018
Agosto – 16/08/2018
Setembro – 13/09/2018
Outubro – 18/10/2018
Novembro – 20/11/2018
Dezembro – 13/12/2018
Janeiro e Fevereiro – 17/01/2019
Março e Abril – 21/02/2019
Maio e Junho – 14/03/2019

Pasep Inscrição terminada em – Recebem a partir de:

0 – 26/07/2018
1 – 16/08/2018
2 – 13/09/2018
3 – 18/10/2018
4 – 20/11/2018
5 – 17/01/2019
6 e 7 – 21/02/2019
8 e 9 – 14/03/2019

Quem tem direito e como sacar?

Se você recebeu até dois salários mínimos mensais, assinados na carteira, além de ter exercido a função remunerada durante 30 dias, é certo que seu pagamento deve estar em conta no dia que o calendário apontar. Fora isso, o trabalhador precisa ainda estar inscrito no PIS/Pasep por pelo menos cinco anos.

Quanto ao saque, o abono salarial do PIS pode ser sacado na Caixa Econômica, onde o assalariado deve apresentar o Cartão Cidadão. Para isso, é preciso que o profissional tenha a senha já cadastrada. Com a senha, o trabalhador pode sacar o valor nas casas lotéricas.

Caso não tenha cadastrado a senha do cartão cidadão, o salário deve ser sacado em qualquer agência da caixa, onde o atendente deve solicitar seu documento de apresentação. Neste caso, leve seu RG ou a Carteira de Trabalho.

Abono salarial 2017-2018 aindapode ser sacado

Para quem ainda não retirou o abono salarial do ano-base 2016, deve ir as agências das casas lotéricas ou na Caixa para sacar, sendo que o prazo termina dia 30 de dezembro. Segundo o Ministério do Trabalho, cerca de 2 milhões de profissionais não sacaram o benefício, que chega a marca de R$ 1,44 bilhão.

O pagamento pode ser retirado, como dito, por quem cumpriu os direitos já citados, além, é claro, de ter os dados atualizados corretamente pelo empresário na RAIS, que é a Relação Anual de Informações Sociais.

Outras informações

Caso apareçam dúvidas, o Ministério do Trabalho alega que há canais de atendimentos para o PIS ou Pasep. Para o PIS, o interessado pode acessar o site da Caixa: www.caixa.gov.br/pis ou pode ligar para o telefone 0800-726-0207. Quanto ao Pasep, o número de contato é 0800-729-0001, lembrando que este número é do Banco do Brasil.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora