Trump não pretende fazer teste do coronavírus, mesmo após contato com Wajngarten

Chefe da Secom brasileira foi diagnosticado com coronavírus; existe possibilidade de o presidente Bolsonaro ter contraído a doença

Para Krugman, equipe de Trump é "totalmente incapaz de formular uma resposta coerente à crise econômica que se forma”. Foto: Reprodução

Jornal GGN – A confirmação de que Fabio Wajngarten, chefe da secretaria de comunicação do governo Jair Bolsonaro, testou positivo para o coronavírus marcou a primeira vez que alguém conhecido pelo vírus estava próximo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Segundo a Casa Branca, Trump não pretende entrar em quarentena ou fazer testes.

“Tanto o presidente quanto o vice-presidente quase não tiveram interações com a pessoa que deu positivo e não precisa ser testada no momento”, declarou a secretária de imprensa da Casa Branca, Stephanie Grisham, em comunicado.

Wajngarten esteve na Flórida acompanhando Bolsonaro em reunião com Trump e outros assessores, e também participou de uma festa de aniversário da atual namorada do filho de Trump, Donald Trump Jr.

Contudo, não ficaram muito claras quais as medidas que serão adotadas pela Casa Branca para proteger Trump – o presidente norte-americano cancelou uma viagem política nas próximas semanas, mas ignorou o conselho de parar de apertar as mãos.

De acordo com o comunicado assinado por Grisham, “a Unidade Médica da Casa Branca e o Serviço Secreto dos Estados Unidos têm trabalhado em estreita colaboração com várias agências para garantir que todas as precauções sejam tomadas para manter a Primeira e a Segunda Famílias e todos os funcionários da Casa Branca saudáveis”. As informações são da Associated Press.

3 comentários

  1. Será porque ele não tem os R$ 7.000 quê é cobrado pelo teste do CORONA VÍRUS nos USA? Podemos fazer uma vaquinha virtual para ele.

  2. Tem trabalhado agora, porque o cara contaminado da Secom estava lá respirando e gargalhando lado a lado com o Trump.

    Os americanos são mais espertos. Já mandaram fazer os teste de coronavírus com o Trump.

    Mas não afirmaram nunca.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome