TVGGN repercute caso Dom Phillips-Bruno Pereira e novos ataques de Bolsonaro às urnas eletrônicas

Jair Bolsonaro volta a cobrar contagem paralela de votos e diz que fizeram "maldades" com Dom Phillips e o indigenista Bruno Pereira

Luis Nassif comanda nesta segunda-feira, 13, a partir das 20 horas, com transmissão ao vivo no Youtube, um programa de entrevistas que abordará os dois principais assuntos do dia: a localização de dois corpos, na floresta Amazônica, que poderiam ser do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira – a Polícia Federal nega a informação – e os novos ataques de Jair Bolsonaro, respaldado pelas Forças Armadas, ao sistema eleitoral.

Nassif conversará com o geógrafo, ex-servidor da Funai e indigenista Carlos Travassos e Fernanda Soares, autora de um livro sobre as urnas eletrônicas, que será publicado ainda neste ano.

Desaparecidos desde o dia 5 de junho na floresta Amazônica, os corpos do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista brasileiro Bruno Pereira foram reportados como supostamente encontrados nas buscas das autoridades brasileiras, segundo uma reportagem do The Guardian, nesta segunda (13).

A embaixada do Brasil no Reino Unido teria informado à família do britânico que dois corpos foram encontrados no município de Atalaia do Norte, amarrados em árvores no meio da floresta. Uma perícia seria necessária para confirmar a identidade dos corpos. A informação foi repassada pelos familiares à esposa de Dom Phillips, que mora no Brasil. 

Contudo, após a repercussão do caso, a Superintendência Regional da Polícia Federal no Amazonas desmentiu as informações da reportagem britânica no final da manhã desta segunda (13). Segundo a PF, “não procedem as informações” sobre a localização de dois corpos. Somente “foram encontrados materiais biológicos que estão sendo periciados e os pertences pessoais dos desaparecidos”.

Na manhã desta segunda, Jair Bolsonaro disse que tudo indica que fizeram “maldades” com o jornalista e o indigenista. No domingo, foram encontrados restos de estômago boiando em um rio. O material foi enviado para perícia. Além disso, a PF confirmou que encontro computador e itens pessoais da dupla.

Bolsonaro também voltou a cobrar a contagem de votos paralela nas eleições de 2022 e criticou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por não ter aceitado a totalidade das recomendações feitas pelas Forças Armadas para supostamente aprimorar o sistema eleitoral. O ministro Edson Fachin, presidente do TSE, enviou um oficio ao ministro da Defesa explicando o procedimento para quem quiser participar da fiscalização das eleições.

Confira a live nesta segunda-feira, 13/06, a partir das 20h, no canal do GGN no Youtube. Inscreva-se gratuitamente.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador