Lalo Leal: Aos 70 anos, TV brasileira tem pouco a comemorar

Lalo explica como este processo culminou na formação de um oligopólio que, além de impedir a diversidade, é inconstitucional

do Barão de Itararé

Lalo Leal: Aos 70 anos, TV brasileira tem pouco a comemorar

No #DeOlhoNaMídia desta quarta-feira (16), o professor Lalo Leal faz uma restrospectiva dos 70 anos da TV no Brasil. Do pioneirismo – e dos aparelhos contrabandeados por Assis de Chateaubriand – até as distorções causadas pelo modelo comercial implementado no país, Lalo explica como este processo culminou na formação de um oligopólio que, além de impedir a diversidade, é inconstitucional e tem responsabilidade direta pela situação dramática vivida pelo Brasil.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Desigualdade nas regiões metropolitanas do país cresce durante a pandemia

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome