Michel Temer ao vivo

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  MP dividido por diálogos de Deltan e Moro, diz jornal

17 comentários

  1. Ela vai dizer…igualzinho ao Temer…

    Que, não aconteceu nada  em alto-mar  e  a  honra dela  não foi violada…E, ninguém tem nada  a ver com isso !!  rararara !

  2. Vai lá Nassif, municia a

    Vai lá Nassif, municia a gente e escreve bem explicadinho sobre o que está acontecendo no BNDS.

  3. Vai tentar levar “em banho

    Vai tentar levar “em banho maria”, assim como quando o Padilha foi acusado e, acabou se internando para operar da….. próstata, tendo permanecdoi por quase um mês afastado. E, quando voltou……. nada. Ninguém questionou-o sobre nada e tudo continuou “normalmente” . É a certeza de que deixando o tempo passar, o povo acaba deixando prá lá. Ìnfelizmente, para michel cair, estamos dependendo da…… globo. Quem diria.

  4. Gente que chuva de aplausos!

    Gente que chuva de aplausos! Achei que o palácio iria abaixo.

    E aguardando  a resposta do PIg e as análises.

     

  5. A gravação questionada: bolinha de papel do Temer
    Tudo indica que o gravador estava com uma opção de gravação que pára a gravação quando não há sons no ambiente, sendo a gravação retomada automaticamente quando há sons. A imensa maioria dos gravadores digitais tem este recurso. Isso pode explicar os ruídos e as interrupções abruptas aparentemente estranhas.  O resultado de uma gravação com gravador escondido e com tal recurso é muito similar à gravação do Joesley. Provavelmente ligou o gravador no carro, ouvindo CBN, e só desligou no carro novamente, com CBN novamente ligada. A análise da gravação e da programação da CBN no dia pode mostrar o período sem gravação. Muito provavelmente ficou pausado uns minutos na espera, que deve ter sido rápida. E mais algumas pausas durante a conversa e depois na saída. Para uma gravação de 38 minutos, naquele contexto, pode estimar aí uns 10 a 20 minutos de pausas. É preciso fazer a comparação para saber exatamente. Se fosse uma manipulação ou “crime perfeito”, como disse o Temer, teriam feito melhor.O fato de que Temer e cia estejam se agarrando a isso mostra apenas uma coisa: não tem mais nada… Estão utilizando a tentativa desqualificação do áudio para tentar virar o jogo da opinião pública. Corrobora para isso o fato de que o áudio é de qualidade baixa ruim e não há uma frase matadora como parecia existir. No entanto, o contexto geral da conversa, que até o pessoal da CBN E GNews vem explorando, e “explicando” para o povão, é muito pior. E se pegar o conteúdo da delação e sobretudo a documentação entregue junto, que ninguém publicou ainda, e que virá em breve… Aí é a pá de cal, acabou… 

    • Os ruídos são naturais dentro das roupas, c/movimentações

      O microfone de um gravador, independente ou integrado, permite captar ao ar livre as falas na distância natural de conversa entre duas pessoas. Dependendo do volume ajustado para superar o abafamento da roupa (ex. bolso interno) qualquer movimento costuma esfregar a roupa contra o aparelho ou seu microfone, o que acaba podendo gerar ruídos fortes em relação as vozes, onde pode-se supor que a distância para a voz de Joesley (mais alta) fosse de centímetros ou decímetros, e a de Temer (mais baixa) em torno de 1 a 2 metros (sentados em sofás).

      Alguns momentos graves da conversação tem superposição das falas (ao mesmo tempo), e não é apenas o “tem que manter, ,viu?” mas o “ótimo, ótimo” e o ” pode fazer”, fora a gravidade da própria conversa sobre juízes e procuradores, cuja obrigação do usurpador “temerário” seria denunciá-lo, ainda que sem interromper a conversa.

      Este sujeitinho é apenas  um profissional que pensa que o mundo não passa do Congresso e seus balcões de negócios e trambiques.

      Patético (as usual).

       

    • Bolinha de papel do Temer (complemento)
      Nassif,Complementando:A análise da CBN que conclui que não teve interrupção na gravação é equivocada. Com um minuto de gravação a locutora registra que são 10:32h.  Quando a programação da CBN reaparece com os comentários sobre futebol, perto do final da gravação, estamos no minuto 34 do áudio. Se a gravação fosse continua, estaríamos às 11:06h. Ocorre que a própria CBN disse que o programa de futebol começou às 11:08h, e quando ele entra no carro o programa  já tinha começado, não se sabe a quantos minutos.  Seria impossível a gravação continua chegar aos 34′ no programa de futebol já em andamento, pois ele começou às 11:08hIsso corrobora a tese da gravação interrompida automaticamente pelo gravador nos instantes de silêncio.Então o quanto antes isso ficar devidamente esclarecido e divulgado, diminui a possibilidade de o Temer usar a controvérsia a seu favor, como tem feito. Não tenho condições de comprovar detalhadamente, mas alguém do ramo pode fazer isso, imagino, numa sentada.  Se todos insistirem que a gravação é continua e a perícia comprovar as interrupções, imaginem o escarcéu que o Temer vai fazer… 

  6. Ué, inquérito não seria “território onde provar sua inocência”?

    Tá com medo, tabaréu? Tem algo a “Temer”? 

    Contradição é a sua primeira fala com esta segunda, onde ao invés de se explicar, ataca o delator, que ninguém precisa saber quem é, pois já sabemos, então não precisa gastar suas mesóclises e trejeitos ridículos .

    Assim como a ridícula menção ao Parente, síndico (corretor?) de falência de uma empresa que estava LONGE de ser falida.

    Nem querer chantagear a opinião pública com outro ridícula menção à uma pretensa recuperação da economia.

    Economia que cai, cai, cai, uma hore vai parar de cair com um ou alguns índices eventuais.

    Uma pessoa que perde um emprego de 10 mil, fica parada 1 ano e arrajja outro de 3 mil certamente “voltou a se recuperar”

    Né?

  7. TEMER, UM ARQUIVO (a ser) MORTO?

    Anthony Garotinho quando foi preso por um crime eleitoral, que supostamente havia cometido durante as eleições, meses depois desta sem nenhum julgamento, parecia mais de uma das arbitrariedades das prisões ilegais que estão sendo feitas no Brasil, como o suposto delito já não apresentava mais condições de ser realizado, pois a eleição já haviam passado.

    Porém na hora que foi preso, Garotinho esperneou literalmente provocando um escândalo que inviabilizou o envio para uma unidade prisional comum, ele logo a seguir explicou seu escândalo, devido a uma possibilidade do mesmo na prisão sofrer um atentado. Bem o mal o julgamento continua, mas Garotinho aguarda em liberdade até o fim do processo, em resumo, ele temia por sua vida.

    Pois bem, passando aos dias atuais ficamos surpreendidos com a fantástica cobertura de Rede Globo sobre um pequeno trecho de uma conversa que dura poucos segundos feita por uma gravação de baixa qualidade cheia de ruídos em que é necessário prestar muito a atenção sobre o que está registrado.

    Esta gravação obtida por um dos irmãos Batistas da JBS, que mais parecem os irmãos metralhas das revistas de quadrinhos, foi conforme depoimento do jornalista Lauro Jardim da Rede Globo mantida em segredo por ele durante um período de mais de duas semanas, um período bem longo para uma empresa jornalística que tem por hábito divulgar vazamentos até antes que ocorram depoimentos!

    Também é de se estranhar que Temer um eterno protegido dos noticiários das grandes empresas de comunicação, tenha sofrido uma imensa cobertura dos grandes canais de televisão, para em seguimento de esta cobertura ser o presidente demonizado numa revista deste mesmo grupo de comunicação brasileira e de outra revista que periodicamente apresenta capas bombásticas para notícias nulas ou requentadas quando se trata de membros do PT.

    A delação voluntária sem a necessidade de dizer a verdade de um dos irmãos metralhas dá detalhes sobre o encontro entre os dois e recheia de fatos verdadeiramente asquerosos que estes quadrilheiros fizeram na sua longa trajetória de subornos e outros crimes nas últimas décadas.

    No rastro desta denúncia, deputados de oposição ao governo Temer, sem mesmo ouvir o áudio começam uma peregrinação de pedidos de processos de Impeachment do presidente. Não pelas constantes denúncias de crimes que o mesmo teria cometido no passado ou mesmo por leis esdrúxulas que beneficiando grandes grupos econômicos, como bancos e ruralistas estão passando no congresso.

    Para aumentar as suspeitas sobre o evento totalmente inusitado, a tal gravação só aparece dois dias depois do governo reconhecer que está praticamente batido na sua tentativa de levar a diante as reformas da previdência e das leis do trabalho que era o principal objetivo do governo do Temer.

    Como todos já sabiam o governo Temer só teria sua validade se conseguisse passar as reformas, logo a sua destituição é um fato totalmente esperado, porém surpreendentemente o presidente não renunciou apesar das notícias da grande imprensa, e antiga aliada, ter noticiada em vários momentos que o mesmo renunciaria.

    Então vamos ligar os fatos, o governo Temer perde a validade por não conseguir a aprovação das reformas que o grande capital exige. Subitamente aparece uma notícia, conhecida há semanas, na mesma rede que detinha a informação, quebrado o sigilo da informação, uma empresa de comunicação, ex-aliada carnal do presidente, lança todas as baterias contra o mesmo, Temer que não é conhecido por sua ousadia ou sua bravura, resiste o ataque e ao mesmo tempo outra empresa de comunicação coloca em ênfase numa análise pericial da gravação demonstrando que o tal áudio é de baixa resolução e qualidade podendo ser editado.

    Para dar mais credibilidade ao caso, outra gravação com o Senador Aécio Neves é divulgada ao mesmo tempo, em que o mesmo pede e recebe um dinheiro a um dos irmãos metralha, e este dinheiro, que supostamente era uma propina, é desviado para a conta do proprietário do outro misterioso caso de um helicóptero com 450kg de pasta de cocaína que foi apreendido um longo período antes e somente o mordomo, desculpe-me, o piloto é mantido preso. Esta última gravação foi monitorada pela polícia federal e rastreado o dinheiro. Ou seja, é uma gravação longa de melhor qualidade em que os marginais trocam dinheiros por supostos benefícios políticos. Há uma inequívoca ligação, para efeitos propagandísticos, entre o evento com o presidente e uma suposta gravação, não monitorada pela polícia federal é misturada com outra bem cercada de cuidados.

    Temer em última instância teve seu prazo de validade vencido para os interessados na aprovação das leis que desagradam toda a população, ele devia e talvez soubesse que seria retirado, entretanto se não deu tempo para o presidente tomasse as sua precauções, por exemplo, uma providencial viagem oficial em que o mesmo pudesse pedir asilo político a um país que não se tenha tratado de extradição, ou para que o mesmo fizesse polpudos dossiês com informações de seus crimes e de outros vinculados ao esquema que garantisse a sua vida após a queda!

    Uma coisa que todos sabem que o atual presidente tem uma trajetória de negócios escusos e situações nada republicanas, porém todos sabem que ele também é um grande arquivo de todo os elementos que apoiaram, ajudaram ou mesmo criaram o golpe contra a Presidente Dilma, e que um arquivo destes se não for um arquivo morto, representa sérios problemas aos verdadeiros mandantes do golpe.

    Logo, talvez se justifique a batalha do presidente contra a sua renúncia sem que se cubra das devidas precauções!

  8. ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZz

    zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    acabou?

    zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome