Guru econômico de Marina elogia pacote de reformas de Temer

 
Colagem: Glamurama com fotos da Agência Brasil
 
Jornal GGN – Em entrevista ao El País, o guru econômico de Marina Silva (Rede) Eduardo Gianneti fez elogios ao programa de Michel Temer, chamado de Ponte Para o Futuro, e disse que o problema do Brasil não está nas reformas impopulares encampadas pelo governo que sucedeu Dilma Rousseff, mas sim no fato de que elas não foram concluídas.
 
Segundo Gianneti, o Brasil “estava na UTI” com Dilma, “sem nenhum horizonte”. “Era uma situação sem a menor perspectiva. Então, do ponto de vista econômico, foi um alívio ter uma boa equipe econômica, uma mudança para melhor na governança das estatais e ter um programa de reformas, que no geral é bem correto, a Ponte para o Futuro, que coloca uma agenda de mudanças para que o país volte a recuperar o crescimento e a sustentabilidade das contas públicas.”
 
A entrevista foi divulgada um dia antes da pesquisa Datafolha que mostra que Temer bateu seu próprio recorde de impopularidade e que 7 entre 10 brasileiros acham que a situação do País só piorou com o presidente.
 
Ao El País, Gianneti disse que problema de Temer foi “o componente político”, em referência à falta de credibilidade por ter caído na delação da JBS. “A partir de então o governo entrou no modo de sobrevivência. A agenda de reformas que estava sendo encaminhada foi praticamente abortada, interrompida, e o governo consumiu o que lhe restava de capital político simplesmente para se manter vivo diante das denúncias e de sua enorme e precária fragilidade.”
 
Na visão do economista que ajudará Marina em 2018, Temer deveria ter aproveito o capital político que dispunha no início de seu governo para aprovar, primeiro, a reforma mais difícil: a Previdenciária. “Acho que o governo Temer errou no sequenciamento das reformas”, disse.
 
Gianneti também jogou panos quentes no mau humor do brasileiro com Temer. Ele disse que é “normal em todo processo de recuperação” que as taxas de desemprego demorem muito para cair quando a recessão começa a retrair. 
 
“Agora, o Brasil saiu da pior recessão da sua história. É muito desapontador o ritmo, é muito incerta a continuidade desse movimento, principalmente depois da greve, mas não sei onde estaríamos com o Governo Dilma”, cutucou.
 
Na entrevista, ele também defendeu pagamento de mensalidade em cursos superiores, disse que Marina é a que mais capacidade tem do ponto de vista ético para comandar o País e falou de igualdade de oportunidades.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A luta histórica de Maria Prestes pelo socialismo

9 comentários

  1. Esses economistas-fantoches

    Esses economistas-fantoches do mercado são, de fato, nazi-fascistas. Deveriam ser enjaulados a bem a humanidade.

  2. Ah, “nao sei onde estariamos

    Ah, “nao sei onde estariamos com o governo Dilma”. Claro, mas sabemos bem onde estamos com o governo Temer. Mais um sábio da “recuperação, ainda que lenta e indefinida”. Sei. O que não sei é se continua sendo guru de Marina, o cérebro que absorveu iodo demais.

  3. O guru da Marina é de uma

    O guru da Marina é de uma ilustre familia desde o avo, que foi prefeito de BH mas ele mesmo é um teorico completo e acabado,

    jamais testado na pratica, algo que está fora de seu mundo sonhatico. Pode ser considerado o filosfo de Osmarina mas nunca o guru economico, falta-lhe experiencia na vida real para essa função.

    Como guia espiritual de Marina combina com ela, os dois estão nos aneis de Saturno em relação ao planeta Terra.

     

    • Um economista teórico que
      Um economista teórico que nada entende do mundo real não é economista. Um engenheiro Civil teórico se construir um prédio que desaba nao é engenheiro. Tanto a economia quanto a engenharia so fazem sentido quando muito bem articuladas com o mundo real. Fora isso é falsa sabedoria.

  4. Cara, “foi um alívio ter uma

    Cara, “foi um alívio ter uma boa equipe econômica”?

    O que esse sujeito fumou? Ou ideologia entope as bainhas de mielina e impede o cara de pensar?

    Esse camarada não é professor da FEA-USP? Se ama tanto o mercado, porque não vai falar merda na pátria destes neoliberóides, os EUA? Tenho para mim que norte-americanos tem muito defeito, mas sabe ver um charlatão preguiçoso e pedante de longe; duvido que este camarada ia ter o espaço para falar tanta merda como tem aqui

  5. isso não é sério..

    .. uma pessoa que presta assessoria técnica para um político jamais poderia fazer uma afirmação dessa natureza, significa que ele não tem a menor noção do país em que vive..

    .. a bem da verdade, ele está analisando a situação por uma ótica muito específica, provavelmente a do mercado financeiro..

    .. o tráfico de drogas também cresceu muito nos últimos anos..

    .. a narrativa, portanto, pode fazer sentido para alguns segmentos, mas não tem nada a ver com a realidade das pessoas..

    .. é uma aberração cognitiva..

  6. Como politico é um péssimo
    Como politico é um péssimo economista e como economista um péssimo politico.
    Essa de dizer que as medidas desse governo foram boas e que o que atrapalhou foi a politica é para ir para o febeapa do Stanislaw.
    Qualquer medida econômica é essencialmente política. Qualquer legislação que regule relação trabalhista é essencialmente política. E um assessor de candidato que culpe a política deveria deveria ser demitido.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome