Aos 73 anos de Paulinho da Viola

 

Ontem, 12/11, Paulinho da Viola completou 73 anos.  Acho tão difícil falar sobre as pessoas que eu admiro muito, nunca encontro palavras suficientes para tal. Sendo assim, só vou dizer que Paulinho, ao lado do Chico, é o maior muso da minha vida de amante da música brasileira.

A princípio pensei em fazer um post com apenas uma canção, de preferência que não fosse óbvia, para relembrar alguma preciosidade esquecida de sua extensa obra. Mas são todas tão maravilhosas que eu não consegui escolher uma somente. Então selecionei algumas para postar aqui –  poucas, na verdade, se considerarmos a vastidão do universo de suas sempre belas canções.

♥ ♫♪ Parabéns Paulinho ♪♫ ♥

Depois de tanto amor

https://www.youtube.com/watch?v=yBG4tnW3x8s]

 

Viver sem amor

https://www.youtube.com/watch?v=wLFkAm4yhEo]

 

Encontro

https://www.youtube.com/watch?v=RTfe6DcZ1VA]

 

Dama de espadas

https://www.youtube.com/watch?v=-KHvIkC13m8]

 

Orgulho

https://www.youtube.com/watch?v=pfMsPWLV8Mk]

 

Sol e Pedra

https://www.youtube.com/watch?v=X6LRzd-Em7U]

 

Não quero você assim

[video:https://www.youtube.com/watch?v=uZR13aQiLDg

 

Ruas que sonhei

[video:https://www.youtube.com/watch?v=tdOVlUzpa18

 

O tímido e a manequim

[video:https://www.youtube.com/watch?v=PDvhKeDmY3s

 

Para fugir da saudade

[video:https://www.youtube.com/watch?v=6O8tQaWbhAw

 

Roendo as unhas

[video:https://www.youtube.com/watch?v=ZahbAkZu0V8

 

Minhas madrugadas

[video:https://www.youtube.com/watch?v=piq_UYZD3Ak

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

35 comentários

    • Obrigada pelo carinho (ontem)

      Você ficou esperando dar duas horas da matina para postar esse video, menina! Isso é que é perfeccionismo 😉 Mas e o Paulinho, não merece?!

      • Tá melhor?

        Oi Maria Luisa,

        Na verdade, eu tinha incluido essa música (Duas horas da manhã) na postagem. Então percebi que era do Nelson Cavaquinho e vim retirá-la do post. E não é que eram quase duas da madrugada? Aí – foi coincidência demais!  – resolvi colocar como comentário. 

        Coisas da vida!

        Mas tenho um pouco de perfeccionista, às vezes. Nas outras, chuto logo o balde! hahahhaha

        Beijão

  1. Merecidíssima homenagem

    Como acho que o Paulinho não recebe o reconhecimento e  as homenagens à altura do seu talento ( nunca entendi o porquê), fiquei muito contente em ver essa lembrança pelo aniversário dele. Apesar de seres minha rival nos dois amores da música brasileira, obrigada Vânia.

        • Anna
          Vânia,

          Você está se referindo às estrelinhas retiradas dos meus comentários? Prática contumaz. A diferença é que eu não me importo porque imagino de onde vem e não tenho a pretensão nem a preocupação de ser uma unanimidade. Você é ?  Você pretende ser?

          Mas vamos por partes que eu gosto de argumento e não de declarações; édito é para a realeza – definitivamente não é o caso.

          Não me dirigi a você. O significado disso você sabe qual é, certo?  Não tenho assuntos a tratar contigo; nenhuma pauta em comum.

          Me parece que você é que está incomodada com alguma coisa ou teria me ignorado, assim como eu fiz, faço.

          Elogio o Paulinho e você se irrita? Ele não merece?  Contradição..  Monalisa é que eu acho que merecia mais. Ficou esquisita…

          Não frequento qualquer lugar, mas por Paulo, Chico e uns Bardos mais, vale o sacrifício de vir até aqui. Estou ausente 99% do tempo. E quando escrevo duas linhas … O que isso diz sobre quem reage à minha presença?

          Postou é do Blog. Digo o que penso, exatamente como você faz. Mas eu faço isso respeitosamente, sempre, como agora.

          Quanto a me remoer… Não me faça rir. Só se eu, por algum quimérico e insensato motivo, desejasse ser você. Não é bem isso o que está rolando…

          Se, se, necessário use “Anna”.  E querida, bom, dispenso essa hipocrisia. Nem fica bem pra você…

          Anninha, e outros carinhos, é só para quem conquistou o direito de me chamar assim. Poucos.

          Também vou pedir: não se dê o trabalho de replicar. Como eu já disse antes, lembra?? “Não temos o que conversar”, “nada de concreto para dizer”.

          Obrigada pela oportunidade.

          • Não, anninha

            Tô nem aí pra estrelinha. Me refiro ao veneninho, às indiretinhas sutis que você dá, apesar do seu estilo rococó cheio de afetação.

          • não sou para qualquer bico.
            Não sou para qualquer bico, Vânia.

            Para gostar de mim é preciso um quê de diferente, diferenciado. Minha sutileza é meu traço distintivo. Nem todo mundo aprecia; só quem eu quero.

            Cada um com seu cada qual. Foi você quem disse isso ainda outro dia, não foi? A alguém aqui do Blog. Lembro bem… Concordo com você.

            E veneno, bom, saber usar é uma arte. Trabalhada, lapidada. Como aliás todas as outras. Experiência conta muito. É preciso esperar o momento certo; não se precipitar…

            Rococó, barroco, tipo Aleijadinho? Ah, um Mestre. Quisera eu …

            Pena você não ter atendido meu pedido. Voce entendeu agora? Não temos nada a nos falar.

          • Sim, senhora!

            Acho super honesto pessoas que falam uma coisa e fazem outra no próprio ato.

            Porque, né,? a pessoa vem aqui escreve um monte de m…. e diz que não temos que nos falar. hum-hum. Senta lá!

    • Jair

      Prá mim, sua obra prima. Aquela que jamais esquecerei entre tantas. Abraços

      rarara´, passei na frente da Anna ! Mi adiscurpi amiguinha., mas feliz ou infelizmente temos gostos muitos parecidos

      • Lenita, Lenita ….
        Tá “adiscurpada”!! Você é minha amiga. Pode tudo !!!
        Mas está te faltando ambição! Não há vantagem em me passar…

        Abra os olhos menina! Cuidado com as limitações. Amplie sua perspectiva. Melhor buscar desafios mais estimulantes.

        Annita não perde tempo com rankings nem corridas!

        Beijo querida!

        • Anna

          Já estou mt véinha para mudar, além do mais sempre preferi e continuo preferindo pessoas doces, amigas prá me espelhar, não ultrapassar, que isso é coisa de um país maravilhoso, mas  mt prepotente para meu gosto. Beijão e bom final de semana.

        • Anninha

          Para ficar bem claro, quando eu disse que tinha te ultrapassado foi pq assim que escrevi o comentário elogiando o Sinal Fechado, não vi que vc já tinha escrito o mesmo que eu, então eu tinha entrado em sua frente, e como gosto de fazer, resolvi brincar com vc. Mas fiquei triste com o acontecido em nosso “grupinho”.

          Bom final de semana para vc e todos.

      • Lenita ♥

        Certamente, essa música, muito bem colocada pelo Jair (como sempre), é maravilhosa. Uma obra prima, etc, etc. blá blá blá.

        Mas não podemos reduzir a grande obra do Príncipe Paulinho a uma música. Seria uma enorme injustiça.

        Nosso príncipe é imensamente maior do que uma famosa composição, por mais bela que seja. Merece e mereceria essa modesta homenagem que eu fiz com o maior carinho, e outras muito muito muito maiores e melhores, mesmo que não tivesse composto Sinal Fechado. Foi esta a intenção do meu post. Enaltecer o grande artista para além do óbvio, do que todos sabem e veem. Até o mundo mineral, como diria Mino Carta. rsrsss

        Abra os teus olhos!

        [video:https://www.youtube.com/watch?v=uwFmx3hdqlg%5D

        • Vânia

          Entendi e concordo c/ vc. Como diz o Luciano, meu propósito é mostrar musicas antigas e  desconhecidas pela maioria. Seguindo essa premissa, aceito seu “pito” pq pito de amor não dói… kkkkkk Mas que eu amo SINAL FECHADO, amo sim, como tantas outras dele. Eu o considero o novo Ataulfo Alves, pelo estilo de música, o jeito suave de cantar e a elegância em todos os sentidos. Beijinhos.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome