Reconstruindo o Estado – 4

O governador Aécio Neves está pleiteando uma nova Lei Delegada da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, para o ajuste fino em cima da reforma administrativa empreendida no primeiro governo.

Não haverá nada de revolucionário na estrutura do Estado. O salto estará na implantação de um amplo sistema de indicadores, que irá monitorar todas as ações públicas e privadas.

Se bem arquitetado, esse sistema de indicadores (que chegou a ser esboçado no Rio Grande do Sul) poderá ser a grande revolução gerencial do Estado brasileiro. A idéia do Estado enxuto e, ao mesmo tempo, forte, só se concretiza com indicadores de acompanhamento eficientes.

Ou seja, a idéia do Estado enxuto e forte é legítima. Só que não basta saber o que fazer, mas o como fazer.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora