Início Editoria Economia

Economia

Custo de mineração dos bitcoins cai no bolso do consumidor

Pesquisadores estimam que mineração pode custar US$ 1 bilhão ao ano; mineração já consome 0,5% da energia produzida globalmente

Caixa usa “Participação nos Lucros” para descontar valores da conta corrente de bancários

Fenae e Contraf repudiam desconto e apontam descumprimento de legislações por parte da estatal

A financeirização espúria da economia verde, por Luis Nassif

Em outra subcategoria, de fundos com tema climático, identificou 130 com mais de US$ 67 bilhões em ativos totais. Nas pontuações, para identificar o alinhamento das carteiras com o Acordo de Paris, o desempenho variou de -42% a +90%. Dos 130 fundos analisados, 72% estavam desalinhados, com pontuações negativas.

O problema está fora da China, nas bolhas de outros mercados, por Luis Nassif

Os tremores que se espalharam pelos mercados globais não se deve ao caso Evergrande em si, mas à enorme volatilidade de um mercado envolto em bolhas sucessivas. A grande bolha está fora da China.

A Greve dos Caminhoneiros e o biodiesel (1/2), por Luiz Alberto Melchert de Carvalho...

O Brasil briga, cabeça a cabeça, com os Estados Unidos como maior produtor e exportador de soja do planeta. Como ambos exportam grãos, é de se supor que o processamento não seja significativo na geração de valor.

O governo Rousseff e a hipótese do populismo econômico, por Ivan Colangelo Salomão

Conceito inevitavelmente envolto em carga pejorativa, a pecha de populista tem sido frequentemente utilizada para caracterizar governos supostamente lenientes com a questão fiscal e a inflação.

Sistema Financeiro não é Setor, por Fernando Nogueira da Costa

Um erro comum é tratar o sistema bancário como “setor bancário”, ou seja, como fosse qualquer setor de atividade econômica.

Neoliberalismo deve morrer porque não serve à humanidade

O neoliberalismo chamou a atenção do público no início dos anos 1980, começando com Margaret Thatcher no Reino Unido e Ronald Reagan nos Estados Unidos, e a crença estadual minimalista entrou no léxico político.

A disseminação das altas de preços em agosto, por Luis Nassif

A influência de cada grupo depende de seu peso na cesta de gastos de uma família. Ponderando-se a alta pelo peso, percebe-se que a maior influência na alta oi no subgrupo Habitação (0,31%). Seguido de Transportes (0,23%).

Desventuras e promessas do liberalismo brasileiro, por Luiz Werneck Vianna

Não foi a primeira vez e nem será a última em que se tentou fazer a roda da história retroagir a fim de repor o país nos trilhos do malsinado regime do AI-5

Tarifa de energia ainda precisa subir 27% para cobrir despesas

Estudo mostra que valor total arrecadado não será suficiente para atender gastos adicionais com geração de energia

Chorei por causa do MST, por João Paulo Pacífico

Uma história sobre o lançamento de títulos de cooperativas ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra no mercado financeiro

Governo federal vai desembolsar R$ 27,7 bi para policiais e militares

Valor corresponde a reajuste salarial, cargos comissionais e programa habitacional para categorias ligadas ao bolsonarismo

A volta do pêndulo e o controle dos abusos corporativos, por Luis Nassif

Para que os objetivos do plano Biden sejam alcançados, no entanto, há a necessidade de uma gestão democrática que impeça a captura corporativa.

A incrível incapacidade de construir a terceira via, por Luis Nassif

Em outros tempos, os liberais produziram os estudos de focalização das políticas sociais, algumas propostas meritórias na área de educação, a implementação de planejamento e programas de qualidade em alguns setores. A superficialidade da cobertura jornalística, no entanto, a necessidade de defender diuturnamente o lobby da privatização geral e irrestrita, produziram um eunuco intelectual

Piora no prognóstico inflacionário deve comprometer Orçamento de 2022

Revisão de 6,2% para 8,4% ao final de 2021 pressiona teto de gastos e pode estrangular contas do próximo ano

Alta dos juros aciona pressões para mais cortes em despesas essenciais, por Lauro Veiga...

Mais rombos fariam a dívida pública crescer, o que, na sequência, tenderia a levar a novos incrementos nas despesas com juros, numa bola de neve.

O Copom ameaça com a Selic, por Paulo Kliass

A elevação da SELIC apenas oferece ao sistema financeiro mais uma bela oportunidade de aumentar seus ganhos.

Maior hidrelétrica de SP já opera no volume morto, diz colunista

Reservatório de Ilha Solteira tem -1,45% de água; em resposta, ONS diz que dados têm como referência volume útil

Guedes apela ao STF para adiar precatórios

Ministro da Economia procura alternativas para flexibilizar pagamento de R$ 89,1 bilhões em dívidas da União no próximo ano

Leia também

Últimas notícias