Banqueiro do BTG considera que Eike cometeu erros grosseiros

Sugerido por Assis Ribeiro

Do Valor 

Para Esteves, do BTG, Eike cometeu “erros grosseiros”

Por Marcos de Moura e Souza

André Esteves, do BTG Pactual, em debate sobre empreendedorismo, do qual participou no início da noite de ontem em Belo Horizonte, foi questionado por uma pergunta enviada pela plateia sobre o grupo EBX.

“Acho que o Eike Batista é um grande empreendedor e todo empreendedor falha”, disse ele. Os projetos da empresa eram “muito grandes, muito complexos, demandaram muito capital do mercado financeiro”, disse.

“A gente [o BTG] tem uma missão simples que é tentar mitigar os danos dessa derrocada. Não é uma história feliz, é uma história triste”, disse ele. “Agora, é uma história na qual não houve má-fé. Houve erros grosseiros de análise, de avaliação”, disse ele. Esteves disse que Batista tinha um projeto no qual acreditava. “Ele é o maior perdedor.”

Em seguida acrescentou: “Uma lição para todos nós, é importante ser sonhador, ser agressivo”. Depois, afirmou: “Não pode perder o pé do chão. E principalmente, para todos vocês aqui, e esse é um exercício que a gente faz no banco diariamente, é manter a humildade.”

Esteves, que foi um dos convidados do 4º Fórum Liberdade e Democracia, organizado pelo Instituto de Formação de Líderes, contou uma anedota para se referir aos jovens funcionários do BTG que ascendem muito rapidamente na empresa e que acham que, de repente, podem até voar. “A gente sempre deixa uma janela aberta” porque se o sujeito achar que realmente pode voar “vai direto para o chão”.

E ao voltar à pergunta sobre o grupo EBX, embora já sem citar a empresa pelo nome, Esteves concluiu em tom descontraído. “Por mais espetacular que seja a trajetória de sua empresa e a sua, tenha a certeza de que você nunca voa e manter o fio terra ligado tem um valor enorme”, disse. “Acho que nesse caso cortaram a ligação com o fio terra.”

Após o debate, o Valor PRO, serviço em tempo real do Valor, perguntou a Esteves sobre qual seria o papel de seu banco na recuperação do EBX com a entrada da consultoria Angra para liderar o processo de recuperação do grupo de Eike Batista. Sorrindo, Esteves disse que não falaria com a imprensa ontem. “Esse assunto já está animado demais.”

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome