Solução é Gilmar se declarar impedido de julgar empresário, por Helena Chagas

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN – Alvo de pedido de suspeição por supostamente ter relações com o investigado Jacob Barata, Gilmar Mendes deve se declarar impedido de julgar o empresário e liberar os processos no Supremo Tribunal Federal para outro ministro. Essa é a solução vislumbrada por membros do STF que querem acabar com a crise que coloca em xeque a imagem da própria instituição. Mas falta combinar quem será a figura que irá convencer Gilmar que essa é a melhor saída para todos. É o que relata Helena Chagas, em artigo no portal Os Divergentes.
 
 
Por Helena Chagas
 
 
Em Os Divergentes
 
A pressão já vinha grande pelo impedimento do ministro Gilmar Mendes no caso de Jacob Barata Filho, a ponto de a ministra Cármen Lúcia deixar sair na imprensa sua disposição de levar o assunto ao plenário – o que, por si só, já seria um constrangimento para o colega e para o STF. Nesta terça-feira à tarde, a toga ficou mais justa ainda com o novo pedido do Ministério Público nesse sentido, acompanhado de mensagem mostrando que o empresário acusado mandara flores em 2015 para Gilmar e sua mulher.
 
O clima não está nada bom na Suprema Corte brasileira, onde muita gente agora está quebrando a cabeça para articular uma solução negociada, que ao mesmo tempo atenda à opinião pública – que vê claramente uma ligação entre o ministro e o réu – e preserve Gilmar Mendes. Afinal, a última coisa de que o STF precisa agora é expor seu conflito interno, exibindo um vexaminoso pugilato verbal entre seus integrantes em torno do comportamento de um de seus integrantes, não por acaso o mais barulhento deles.
 
Gilmar tem uma série de desafetos na Casa, mas nessas horas costuma valer o espírito de corpo. Além da máxima do eu sou você amanhã, mostrando que esse tipo de episódio pode ser repetido com qualquer de seus dez colegas, a fragilidade de um ministro do STF diante da PGR pode ser interpretada como fragilidade da instituição.
 
É por isso que a solução ventilada nos bastidores, a ser conversada com o próprio Gilmar, passa pela tentativa de convencê-lo a tomar a iniciativa de se declarar impedido nesse caso. Evidentemente, sob o discurso de que não tem mesmo ligação com o empresário, e de que estaria sendo injustamente colocado sob suspeita. Mas que, para não criar problemas para o processo e seu andamento, passa o assunto para outro ministro. A iniciativa seria tratada como um gesto de grandeza pelos colegas, que a elogiariam. O novo relator, quem sabe, poderia até manter no primeiro momento os habeas corpus concedidos.
 
Se o plano der certo, nem o STF e nem Gilmar sairiam desmoralizados. O problema agora é ver quem será capaz de amarrar o guizo no pescoço do gato nesse ambiente envenenado.

6 comentários

  1. sei lá, estamos em metástase fecal

    Tirar dele os processos envolvendo todos os criminosos do psdb e os não menos votados do pmdb nem pensar,

    A Helena está seletiva?

  2. Elementar

    A toga ficou justa para o Gil? Ora, ele se saira com mais uma das suas geniais frases, tais como ” o que que a toga tem a ver com as pernas e todo o resto de fora?” Gilmar Paraguaço Mendes talvez so saia do STF (sofra impeachment) como Al Capone caiu em Chicago. Por um detalhe.

  3. Quando se erra,pede-se

    Quando se erra,pede-se desculpas e dá o caso como encerrado.É o que estou fazendo.Estendo a mão a palmatoria e encareço das desculpas de Luis Nassif,quando começou a mostrar,e a principio não acreditei,atribuindo até alguma quizumba de ordem pessoal,o imbroglio envolvendo a figura assustadora do Ministro Luis Roberto Barroso.Carmen Lucia é uma tola deslumbrada.Celso de Melo um Juiz de merda.Ricardo Lewandowski um melífluo.Marco Auerelio Mello um aculturado exótico.Dias Tofolli um incapaz.Alexandre de Moraes transita na maior desenvoltura no sub mundo do crime.Gilmar Mendes dispensa maiores apresentações.Luiz Edson Fachin a face mais latente da covardia.Rosa Weber nunca soube extamente o que faz ali.Luiz Fux fica melhor na foto imitando Elvis Presley.Luis Roberto Barroso,é desse que eu quero falar.Pernóstico,verboso e traiçoeiro.Nenhum deles,falos dos indicados da era petista para o STF,agiu com uma molecagem tão bem planejada como Luis Roberto Barroso.Sedimentou e vendeu a imagem de reformista,esquerdista e acima de qualquer suspeita,para apresentar-se como conservador,direitista,elitista,quiçá golpista.Como disse,duvidei e demorei para acreditar quando Nassif o desnudou completamente.Leitor do Blog,não tenho dúvidas,quanto mais Nassif o deixava nú com a mão no bolso,mais ele apertava o torniquete.Luis Roberto Barroso é o maior mequetrefe com assento no STF,e conduziu junto com Gilmar Mendes,em bailado de cena,a mais alta corte de justiça do País para o esgoto da historia.

    • Não gaste seu fogo atirando contra os ministros do Supremo

       

      Junior 5 Estrelas (quarta-feira, 30/08/2017 às 16:33),

      Muito bom comentário, embora eu não concorde com ele. Avalio que você não aceitou a nossa natureza humana. Nós humanos somos medíocres. A diferença entre os membros do Supremo, afora o bom nível dos assessores de que eles dispõem, é que o que eles decidem tem força de lei. Eles, como nós, somos medíocres.

      Lá no post “Xadrez dos sorteios do Supremo Tribunal, por Luís Nassif” de quarta-feira, 09/08/2017 às 07:00, aqui no blog de Luis Nassif e com texto de autoria dele, você censurou em comentário enviado quinta-feira, 10/08/2017 às 19:07, meu comentário de quarta-feira, 09/08/2017 às 13:58. Uma censura leve que praticamente se restringia ao formalismo do meu modo de me referir aos membros do STF.

      E o post “Xadrez dos sorteios do Supremo Tribunal, por Luís Nassif” pode ser visto no seguinte endereço:

      http://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-dos-sorteios-do-supremo-tribunal-por-luis-nassif

      Não há formalismo. É um pouco de mediocridade minha me prender ao nome das pessoas. E é também diversão. Faço esse exercício de trazer o nome completo também com espírito de humor. No ministro Gilmar Ferreira Mendes eu vejo o Mendes de meu sobrenome. No ex-ministro Joaquim Benedito Barbosa Gomes eu vejo o Barbosa de minha mãe. Há o Mendes também em Marco Aurélio Mendes de Farias Mello. E quando escrevo Luis Roberto Barroso lembro do Zózimo Barroso que era parente de G. Henrique de Barroso F. um filho de um getulista de sete costados.

      Disse que você não aceitou a nossa natureza humana, mas reconheço que você deu passo nessa direção. Ali na escolha do nome você pressentiu que não podia resplandecer como uma Via Láctea e se concedeu apenas cinco estrelas.

      Lá no post “Xadrez da subversão do Supremo Tribunal Federal” de quinta-feira, 04/05/2017 às 06:49, aqui no blog de Luis Nassif e mais uma vez em texto de autoria dele, eu menciono que torci para que você tivesse sete estrelas. É o que eu digo para você em comentário que lhe enviei domingo, 07/05/2017 às 00:46, para junto do seu enviado sábado, 06/05/2017 às 10:01. O endereço do post “Xadrez da subversão do Supremo Tribunal Federal” é:

      http://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-da-subversao-do-supremo-tribunal-federal

      Então o motivo de eu considerar bom seu comentário, mas ao mesmo tempo não concordar com ele é em parte considerar que você quis baixar muito o nível dos ministros do STF. Sim são medíocres, mas mediocridade é o nível médio. Quando levamos alguém para o rez-de-chaussée, teríamos também que descer com eles.

      Além disso, seu comentário ficaria melhor em outro post. Este cite “Os divergentes”, parece mais lugar para mexericos de candinha. Recentemente teve um post com o mesmo diapasão. “Cármen Lúcia tem força para peitar Gilmar Mendes? Por Gabriel Alvarenga” de terça-feira, 22/08/2017 às 13:05, também aqui no blog de Luis Nassif, mas com texto do João Gabriel Alvarenga publicado no site Os Divergentes com o título “Cármen Lúcia vai enfrentar Gilmar?”. O endereço do post “Cármen Lúcia tem força para peitar Gilmar Mendes? Por Gabriel Alvarenga” é:

      http://jornalggn.com.br/noticia/carmen-lucia-tem-forca-para-peitar-gilmar-mendes-por-gabriel-alvarenga

      Lá no post “Cármen Lúcia tem força para peitar Gilmar Mendes? Por Gabriel Alvarenga” eu me encasquetei com um comentário de Andre Araujo, enviado terça-feira, 22/08/2017 às 13:55. Em vez de criticar o artigo de João Gabriel Alvarenga tão ruim como esse de Helena Chagas, o Andre Araujo passa a criticar os petistas que se viram contra o ministro Gilmar Ferreira Mendes, uma vez que o excelso ministro do Supremo, o Diamantinense Gilmar Ferreira Mendes, seria o único com que o PT poderia contar na luta com o Lava-Jato. Ia escrever Diamantinoense pois achei que o Dimanantinese era apenas os das Gerais.

      Louvo o ministro Gilmar Ferreira Mendes principalmente quando fez de bobo o paraibano de Catolé da Rocha Antonio Herman de Vasconcellos e Benjamin. Isso não quer dizer que ele não tenha falhas e que blogueiros, que ainda que pareçam escrever requerimentos sem que seja isso que eles façam, não possam externar as opiniões que eles tenham sobre o comportamento do ministro da forma que lhes convier. Ficam também sujeitos a críticas. Críticas que quando mal elaboradas também vão se sujeitar às marteladas.

      Na minha crítica ao comentário de Andre Araujo e que eu enviei terça-feira, 22/08/2017 às 19:38, eu esqueci de mencionar o momento pior do ministro Gilmar Ferreira Mendes. Trata-se do grampo sem áudio da conversa entre ele e Demóstenes. Se em um telefone estava Demóstenes muito provavelmente tinha um terceiro na linha que todo mundo ficou sabendo quem é, mas que nunca foi notícia a ser divulgada.

      Ora, depois que se ficou conhecendo aquela passagem, a força do ministro Gilmar Ferreira Mendes é nula no STF. Ainda mais que por causa do Grampo sem áudio que na verdade tinha áudio, o governo de Lula ficou na corda bamba. Assim como ele usa o cargo, outros usam, não o cargo, mas o próprio Ministro Gilmar Ferreira Mendes como um escudo. E nada mais resta a ele do que cumprir esse papel.

      E critico também o seu comentário porque deixa passar como de somenos importância a frase de Helena Chagas que transcrevo a seguir:

      “O clima não está nada bom na Suprema Corte brasileira, onde muita gente agora está quebrando a cabeça para articular uma solução negociada, que ao mesmo tempo atenda à opinião pública – que vê claramente uma ligação entre o ministro e o réu – e preserve Gilmar Mendes.”

      Como considerar como normal ou como deixar incólume que no alvorecer (Ah se essa língua nossa fosse o espanhol e eu ia colocar ai alborecer e ia ficar muito chic) do século XXI se escreva que a Suprema Corte brasileira deva articular solução que atenda à opinião pública. E em um país de direito positivo. Essa manifestação de Helena Chagas é de um ridículo atroz que decorre de uma postura corporativa fundada na crença bizantina de que a opinião pública é a opinião publicada.

      A opinião publicada é que é a opinião pública porque empresário de comunicação nenhum que queira sobreviver na atividade vai publicar notícia que contraria a opinião pública. Se existisse, nenhum jornal na idade média iria publicar notícia dizendo que a terra gira ao redor do sol.

      Talvez o único fato favorável no artigo da Helena Chagas é ele lembrar a canção dos Stones na passagem abaixo:

      “I saw her today at the reception

      In her glass was a bleeding man

      She was practiced at the art of deception

      Well I could tell by her blood-stained hands”

      Enfim, o texto é um logro e você direcionou seu ataque para aqueles que aqui no blog de Luis Nassif já são suficientemente atacados se é que o ataque se fizesse necessário para se dizer suficientemente. Mais certo seria dizer excessivamente criticados.

      Clever Mendes de Oliveira

      BH, 30/08/2017

      • Clever Mendes de

        Clever Mendes de Oliveira,quinta-feira,31/08/2017,às 9;53.

        Recebo muito bem seu comentário,afora alguns senões o que me leva a não concordar integralmente com ele,a ver:1)Que nível devo referendar e ou dirigir-me a Ministros homologadores de Golpes de Estado,que em tese,estão ali como guardiões do Diploma Consolidado Pátrio,isto é,da Constituição Federal.Ora,são golpistas por terem avalizado o Golpe.Se o senhor entende diferente,divergimos;2)Não me considero um mediocre,nem acho que o senhor seja;3)Seu comentario é muito longo da forma que eu entendo “rede social”.Ademais,tenho conhecimento dos fatos que o senhor bem explicita;4)Acatarei sua  oportuna sugestão e solicitarei a Editoria do Blog para coloca-lo em local mais adequado.Um forte abraço do acima assinado.

  4. Isso é conversa fiada.
    Quem

    Isso é conversa fiada.

    Quem importância tem isso ao País ?

    Ademais, o empresário nem condenado foi, por que deveria ficar preso ?

    É por isso que o Brasil não vai para frente, deveriam estar discutindo como acabar com a lava jato ou então como investigar sem quebrar empresas e causar desemprego e insegurança jurídica, isso sim é assunto para o País.

    Gilmar fará muito mal em aceitar se declarar impedido, se ele achar que não está impedido.

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome