Estratégia brasileira contra o coronavírus precisa ser revista

Curva de crescimento dos casos registrados no Brasil é mais semelhante com a explosão vista na Espanha do que com a contenção registrada no Japão

Jornal GGN – São poucos os países que conseguiram reverter ou evitar o crescimento de casos de coronavírus, dois meses e meio de epidemia. Quase todos os exemplos são vistos na Ásia, com estratégias que ainda não foram adotadas no Brasil.

Segundo o jornal O Globo, a situação brasileira ainda é relativamente precoce (cerca de 200 casos registrados), mas já existem casos de transmissão comunitária. Contudo, as medidas de isolamento ainda relativamente tímidas vai dificultar a obtenção de resultados positivos.

O físico Sílvio Ferreira, que trabalha com simulações matemáticas na Universidade Federal de Viçosa (UFV), vem analisando os números da Covid-19 desde o início e alerta: embora seja necessário cautela, a curva de crescimento dos casos no Brasil se assemelha mais à da Espanha, onde a epidemia explodiu na última semana, do que com a do Japão, que teve a epidemia semeada há mais tempo, mas tem muito menos casos.

Além disso, o presidente Jair Bolsonaro contrariou as recomendações do Ministério da Saúde e não abriu mão de estimular manifestantes a comparecerem a protestos públicos, e nem deixou de receber apoiadores na entrada do Palácio do Planalto em Brasília.

O sucesso da Ásia em conter o avanço do coronavírus pode ser explicado por fatores como a testagem maciça de casos e medidas draconianas de isolamento social – na China, chegou-se a controlar o movimento da população por meio de um software instalado em smartphones, que mede a temperatura do indivíduo e determina se ele deve ou não ficar em quarentena.

1 comentário

  1. O brasileirinho ainda está longe de compreender o significado deste vírus e suas prováveis consequências.
    Por aqui, no RJ, ainda são muitos os frequentadores de bares e restaurantes a manter o mesmo ritmo de vida de dois meses atrás, e alguns daqueles que já sabem que não irão trabalhar nos próximos dias, já estão se preparando para viajar, ou seja, se consideram em férias graças a deus.
    Se na minha cidade, considerada como isto e aquilo está desta maneira, nem imagino o que está ocorrendo nos municípios menores. No patropi, existem municípios nos quais o coronavírus está inteiramente proibido de visitar, sob o risco de causar um estrago sem precedente.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome