TV GGN: Dossiê Intercept comprova ataques da Lava Jato contra STF

Efetivamente se comprava que a Lava Jato usou aparelhos de Estado contra ministros do STF. O clima de terror não poupou ninguém, somente os aliados de primeira hora, os tucanos

Jornal GGN – As conversas divulgadas nesta quinta (1/8) pela Folha de S. Paulo em parceria com o Intercept Brasil comprovam que a Lava Jato usou aparelhos de Estado contra ministros do Supremo Tribunal Federal.

O clima de terror não poupou ninguém, somente os aliados de primeira hora, que eram tucanos do PSDB que seriam atingidos pela delação da OAS.

Até hoje, a delação de Léo Pinheiro não foi homologada pelo STF. Segundo a Folha, o acordo está parado na Procuradoria Geral da República sob a sucessora de Rodrigo Janot, Raquel Dodge.

Fica comprovado também que os procuradores de Curitiba tiveram, sim, acesso às falas de Léo Pinheiro que foram vazadas para a revista Veja, num ataque a Dias Toffoli.

Depois que tomou decisões que desagradam a Lava Jato (entre eles, impedir a prisão do ex-ministro Paulo Bernardo), Toffoli foi alvo de uma capa da Veja que narrava a reforma de um imóvel seu, cuja empresa havia sido recomendada pela OAS de Pinheiro. O candidato a delator esclareceu que não havia nenhum esquema de corrupção envolvido, mas a delação (que ainda não havia sido registrada em um anexo) foi vazada mesmo assim.

O resultado foi que a PGR suspendeu as negociações com Pinheiro. Em sua defesa, os procuradores alegaram que sequer tiveram acesso ao anexo, logo, não eram os responsáveis pela delação, mas sim os advogados que estariam forçando o acordo.

Esse álibi não tinha nenhuma lógica já naquela época, comentou Luis Nassif em vídeo.

Agora, com o dossiê Intercept, fica ainda mais claro que Deltan Dallagnol alimentava ativamente ataques contra ministros do STF.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

6 comentários

  1. Será que teremos twitter de general do exército?

    Do Valor
    Bardella aponta Lava-Jato e crise ao pedir recuperação

    Bardella, fabricante de equipamentos para setores industriais, ajuizou ontem um pedido de recuperação judicial, depois de registrar prejuízo anual por três anos consecutivos e acumular débitos de R$ 387 milhões. A empresa pertence a Cláudio Bardella, importante líder empresarial da indústria de base no período da ditadura militar

    https://www.valor.com.br/empresas/6370029/bardella-aponta-lava-jato-e-crise-ao-pedir-recuperacao

  2. “Every day just comes and goes
    Life is one long overdose
    People try to rule the nation
    I just see through their frustration

    People hiding their real face
    Keep on running their rat race”.

    Black Sabbath

  3. Parabéns, Nassif. Estavas certo desde sempre. A Vazajato foi a “válvula de escape” do mal-ajambrado inquérito do STF/Relator Alexandre de Moraes. O hacker do Moro não passa da tentativa de último suspiro lavajatiano.

  4. Video ta um barato, assisti alguma horas atraz e comentei no YT,, mas tenho um FdP pra adicionar so assunto, que poderia ter sido fortissimo e nao foi. Tem que ser aqui necessariamente:

    Rogelio Mattos, o item esta uma merda, ok? Quem ou o que eh Carluxo, quem ou o que eh “artificio do 02”, quem ou o que eh “Pavao Misterioso”, militares de qual pais, so existem dois what, quem eh Gustavo Bebiano, foi despedido de onde, em como alguma coisa “ficou facil saber”, etc etc etc etc etc????????? Vergonhoso item, viu?

  5. (Nassif, explique quem eh “outrossim” e “eu hacker” pra gente ou tire do ar aquele totalmente incoherente item –e ja tentei seguir ambos Lubos Motl e Urs Schreiber, e sei o que eh incoherencia.)

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome