Exposição do Inferno de Dante chega a São Paulo

Inferno de Dante é tema de exposição em São Paulo

Por Camila Boehm

Da Agência Brasil

As sensações e experiências no inferno, relatadas na Divina Comédia, livro de Dante Alighieri, é tema da exposição em cartaz até 22 de março, no Centro Cultural Correios, no centro da capital paulista.

A obra do poeta italiano inspirou o artista estadunidense Robert Rauschenberg a produzir 34 litogravuras – gravuras feitas a partir de pedra. Baseado nos 34 cantos (poemas) que compõem a primeira parte do livro, o artista reproduziu sua visão pessoal do Inferno de Dante.

A Divina Comédia é composta por 100 cantos, divididos em 34 na trajetória dentro do inferno, 33 no purgatório e 33 no paraíso, que contam uma longa jornada do autor por essas três esferas. Enock Sacramento, crítico de arte, explica que “o texto fala sobre o homem, o destino do homem e sobre o seu percurso das trevas até a luz”.

Nosso objetivo é fazer com que as pessoas entendam como foi, para Dante, quando ele começou a entrar no inferno e a descrever esse inferno através dos cantos – disse a curadora da exposição, Cláudia Lopes.

Uma curiosidade da mostra são sacos espalhados pelo espaço, que representam os fardos das pessoas. “Nós temos 34 sacos com pesos e volumes diferentes. Esses sacos representam o inferno de cada um, e você carrega como quiser. O objetivo desses sacos é que os visitantes possam carregá-los e largarem onde quiserem, na exposição”, explica a curadora.

Além disso, há três espelhos: um côncavo, um convexo e um plano. A ideia é que o visitante tenha a impressão de estranhamento ao entrar no espaço. “Quando a pessoa entra e se vê no espelho normal, ela está defrontada com a sua realidade. Depois ela vai se ver de duas maneiras diferentes, aumentada ou diminuída. Isso cria a sensação de que a pessoa está entrando em um ambiente diferente”, conta Enock.

A avaliação do crítico é que as pessoas são levadas a refletir durante a passagem pela exposição. “Ao mesmo tempo que tem um lado lúdico, tem um lado lúcido, porque convida a pessoa à reflexão”, salientou.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

altamiro souza

- 2015-02-16 18:58:46

poderia ser tb a caverna de

poderia ser tb a caverna de platão...da treva à luz....

poderia ter um áudio de um brasileiro lendo a parte do inferno de dante.....

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador