Após relatar ameaças à família, Fachin ganha escolta maior do STF

Jornal GGN – O Supremo Tribunal Federal informou na noite de terça (27) que aumentou o número de agentes de segurança que fazem a escolta permanente do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte. A medida foi uma resposta a uma entrevista do ministro à GloboNews, onde ele relatou que sua família vem sofrendo ameaças em decorrência das decisões que toma na Corte.
 
“ Fico preocupado com aqueles que, membros da minha família, não fizeram essa opção e poderão eventualmente sofrer algum tipo de consequência. Mas espero que nada disso se passe”, disse Fachin.
 
A presidência do STF também autorizou que o uso de segurança do ministro em Curitiba, onde vive sua família, possa deslocar-se também para acompanhamento de os parentes por ele indicados.
 
À Polícia Federal, o Supremo pediu o destacamento de duas delegadas especializadas em segurança para Curitiba, onde devem analisar quais outras medidas devem ser tomadas.
 
Os demais ministros da Corte também foram acionados sobre a necessidade de alteração ou aumento do número de agentes de segurança “para, se for o caso, a tomada das providências cabíveis”. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora