Aras recebe Pazuello para ‘esclarecimentos’ sobre condução da pandemia

Encontro aconteceu, após PGR solicitar informações sobre as medidas do governo federal para resolver o colapso do sistema de Saúde de Manaus

FOTO: GERALDO MAGELA/AGÊNCIA SENADO

Jornal GGN – Após a pressão generalizada para endurecer a fiscalização das ações do governo federal na condução da pandemia da Covid-19, o procurador-geral da República, Augusto Aras, recebeu nesta quinta-feira, 21, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, em Brasília. As informações são do Estadão.

Segundo a PGR, a reunião presencial, no entanto, foi solicitada pelo general para prestar esclarecimentos, após Aras solicitar informações sobre as medidas em curso para resolver o colapso do sistema de Saúde de Manaus, no Amazonas, ocasionada pelo aumento de casos da Covid-19.

O requerimento de Aras foi uma resposta a representação do Cidadania, que cobrou a investigação do ministro por prevaricação e improbidade administrativa.

Desde a semana passada, com o episódio catastrófico de Manaus e o atraso das vacinas contra a Covid-19, a pressão sobre a inércia da gestão Bolsonaro na condução da crise sanitária tomou fôlego.

Ainda ontem, 20, procuradores do próprio Ministério Público Federal (MPF), atuantes em seis estados, enviaram um ofício ao PGR pedindo que ele acompanhe junto ao Ministério da Saúde e ao das Relações Exteriores as negociações para compra da matéria-prima para a produção dos imunizantes.

Mas, em nota pública, Aras afirmou que cabe ao Congresso Nacional julgar “eventuais ilícitos” da cúpula do governo Bolsonaro.

Após a declaração, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) mostraram surpresa e preocupação com a posição de Aras. Juristas do grupo Prerrogativas também divulgaram nota em ‘profundo desconforto e espanto’ com a atitude do chefe do MPF.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora