Comissão da reforma tributária ouvirá Guedes na quarta-feira

Trabalhos foram interrompidos por conta da pandemia de covid-19; senador afirma que sistema tributário brasileiro é “verdadeiro pandemônio tributário”

Foto: Reprodução

Jornal GGN – As atividades da Comissão Mista Temporária da Reforma Tributária foram retomadas na última sexta-feira, após uma suspensão de quatro meses por conta da pandemia de covid-19. Os trabalhos foram retomados com o anúncio de que o ministro da Economia, Paulo Guedes, será ouvido na próxima quarta-feira (05/08) às 10 da manhã.

Segundo o presidente da comissão, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), a reforma tributária é necessária para o desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda, principalmente após a pandemia. Para Rocha, o sistema tributário brasileiro é “um verdadeiro pandemônio tributário”.

De acordo com o relator da comissão mista, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), a comissão terá de debater as PECs 110/2019 (do Senado) e 45/2019 (da Câmara), além da proposta do governo federal, cuja primeira parte  foi entregue há 10 dias ao Congresso Nacional.

Para ele, os parlamentares têm o desafio de avançar “nesse debate complexo” pensando no cenário pós-pandemia. Aguinaldo Ribeiro disse que a reforma tributária tem que simplificar o sistema e torná-lo mais justo e transparente, o que dará segurança jurídica e confiabilidade ao Brasil. As informações são da Agência Senado.

 

 

Leia Também
Guedes insiste, e Bolsonaro autoriza teste de ‘nova CPMF’
Guedes diz que só aumenta isenção do IR com novo imposto
Crise econômica se instalou no Brasil muito antes da pandemia, diz especialista
Centrão frustra Guedes após votação do Fundeb

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Fora de Pauta

1 comentário

  1. Conversa que vai ouvir , será a eterna palhaçada dos deputados da esquerda e da direita para aparecer nas mídias.
    Não vão discutir impostos.
    A mídia tem da parar de fingir que esta [email protected] é séria.
    Não é , pura palhaçada de todos os lados.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome