Início Tags Assassinatos

Tag: assassinatos

Com 80 políticos assassinados, ano eleitoral de 2020 é o mais violento, diz especialista

Entre o dia 17 de novembro até agora, 15 candidatos às eleições municipais foram assinados, mostra levantamento do coordenador do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania

Na pandemia, Doria e Covas pretendem fechar único apoio dos desassistidos da Cracolândia

E em momento de pandemia, quando a maior precarização em suas vidas pode agudizar o pânico e trazer mais mortes.

Em uma década, 107 mil crianças foram assassinadas no Brasil

Dado é referente ao período de 2007 a 2017, e está presente em relatório do UNICEF. Segundo publicação, é mais perigoso ser adolescente do que adulto no Brasil

Após 15 anos da morte de Dorothy Stang, a impunidade ainda persiste em Anapu

De 2005 a 2019, de acordo com levantamento da Comissão Pastoral da Terra (CPT), foram 23 pessoas assassinadas na região por causa dos conflitos no campo

De assassinados no campo a mártires: os rituais com lideranças camponesas e indígenas

Pesquisa de doutorado mostra a sacralização de lideranças camponesas e indígenas vitimadas em conflitos de terra no Brasil

Comandante de milícias iraquianas apela à expulsão de tropas estrangeiras do país

Os dois maiores blocos de coalizão no parlamento iraquiano exortaram à adoção de uma lei que estipule a retirada de todas as forças estrangeiras do país

Com 48 assassinatos em menos de 20 anos, povo Guajajara resiste às invasões aos...

Entre 2006 e 2019, 44 casos de invasão foram registrados em terras indígenas onde ocorreram assassinatos de indígenas do povo Guajajara

1º ano governo Bolsonaro: 60 mil assassinatos e medo nas ruas

Outra marca do governo foi a aposta na repressão policial por meio de propostas para conceder uma presunção de legítima defesa a policiais e militares

Militares são denunciados por assassinatos e ocultação de cadáver na Guerrilha do Araguaia

Sete militares são acusados, entre eles o major Curió citado em todas as três ações

Quem deu a ordem para a chacina de Paraisópolis?, por Almir Felitte

Em 2019, foram mais de 7,5 mil operações para sufocar bailes em favelas. Mas punição por crimes dirige-se apenas à baixa patente, enquanto comando da corporação e governo do Estado, verdadeiros responsáveis, permanecem intocáveis

300 brasileiros defensores da Amazônia foram assassinados nos últimos 10 anos

Das centenas de mortes, só 14 acabaram diante de um tribunal, revela a organização não governamental Human Rights Watch

Doria recua e agora se diz chocado com agressões e mortes em Paraisópolis

Recuo no discurso e na intenção. Doria agora diz que vai revisar os protocolos da Polícia Militar dizendo que tais atos não são compatíveis com a corporação

Apesar dos assassinos de Marielle Franco, a democracia pode ser ressuscitada, por Álvaro Miranda

É a República que foi esbofeteada na maior caradura. Os assassinos de Marielle e Anderson mataram um pouco da República, da democracia, da cidade, do senso de civilidade.

Política genocida de Witzel vitima mais um trabalhador

Morador da Barreira do Vasco é baleado e morto quando chegava do trabalho. Segundo informações dos moradores, não havia operação na comunidade no momento do ocorrido

Mês das crianças: 24 crianças e adolescentes mortos em ações policiais no Rio em...

Ao todo, 5 crianças e 19 adolescentes perderam a vida até o mês de outubro, segundo levantamento do Fogo Cruzado

O que a morte de Marielle Franco tem a ver com as ameaças das...

Pessoas de bem se expõem, pois não têm o que esconder – é assim na democracia. Tem sido assim nas redes sociais. Cadê e quem são esses bandidos valentões que espalham ameaças?

“Estamos vivendo a estatização dos homicídios no Rio”, diz Pedro Abramovay

O governador Witzel deu um duplo twist carpado argumentativo ao dizer que são os defensores de direitos humanos os responsáveis pelas mortes de inocentes causadas pelas polícias. 

O 22 de Julho norueguês e o interdito do Não Matarás, por Arnaldo Cardoso

22 de julho de 2011, Breivik, um norueguês de 33 anos, morador da capital, vestido com um uniforme de capitão, assassinou 77 pessoas, em sua maioria adolescentes.

Cidadanias mutiladas: A luta LGBT+ no Brasil, por Luis Gustavo Reis

Por trás do arco-íris estampado nas bandeiras, existe um vermelho-sangue representado pelas centenas de homossexuais assassinados nos diferentes rincões deste país.

Proposta de Bolsonaro legaliza milícias do campo, diz advogado

Para André Lozano, presidente quer a volta dos jagunços com projeto de lei que libera quem matar em defesa da propriedade privada. Pastoral acusa Bolsonaro de jogar culpa nos que lutam para sobreviver

Leia também

Últimas notícias

GGN