Dia Nacional do Executado Político no Chile com lançamento do Mapa da Violência

Um evento no museu Gabriela Mistral (GAM), em Santiago, trará intervenções artísticas para relembrar a data, com o Mapa da Violência de Estado no Chile

Jornal GGN – Os 15 dias de protestos e repressão das forças de segurança no Chile coincidem com o Dia Nacional do Executado Político no país, data que homenageia os mortos pela ditadura do general Augusto Pinochet (1973-1990). Um evento no museu Gabriela Mistral (GAM), em Santiago, trará intervenções artísticas para relembrar a data, com o lançamento oficial do Mapa da Violência de Estado no Chile, na manhã de hoje.

Na programação, estão previstas as participações de grupos musicais em homenagem a músicos opositores e perseguidos pela ditadura no país, entre eles “Víctor, sin Víctor Jara” (2013), “La Carta” (2018) sobre Violeta Parra y “Pateando piedras” (2019) sobre Jorge González. O evento se encerrará com um “cabildo aberto”, um tipo de Assembleia Popular que debate o futuro do país.

Leia mais sobre o Mapa da Violência de Estado do Chile aqui.

Acompanhe o evento ao vivo pelas redes sociais do GAM:
instagram.com/centrogam/
facebook.com/pg/centroGAM/

 

O Mapa da Violência de Estado no Chile: 

 

ACOMPANHE O QUE ACONTECE NO CHILE:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome